• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Prova de vinhos da Cooperativa de Pegões (Jan/2008)

No passado dia 26/01/2008, realizei uma Prova de Vinhos do Produtor Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 6 vinhos monovarietais tintos.


643 - Adega de Pegões Aragonez 2004 (Tinto)Adega de Pegões Aragonez 2004 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Aragonez
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 13%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Aromas frutados e bem frescos, ligeiramente minerais, na boca tem uma estrutura mediana e uma boa acidez, o final é médio e de uma macieza interessante.
Classificação Pessoal: 14.5
Adega de Pegões Alicante Bouschet 2004 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Alicante Bouschet
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 14%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Cor forte e aromas de frutos pretos bem vincados, leves especiarias e algum balsâmico num nariz exuberante, na boca tem um volume bem conseguido, elegante quanto baste e de uma macieza de prova invulgar, a fruta continua com uma boa presença num final longo.
Classificação Pessoal: 16
647 - Adega de Pegões Alicante Bouschet 2004 (Tinto)
646 - Adega de Pegões Touriga Nacional 2004 (Tinto)Adega de Pegões Touriga Nacional 2004 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Touriga Nacional
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 13.5%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Os aromas são dominados pela maior característica da casta, um floral intenso bem conjugado com um leve frutado, corpo medianamente cheio e taninos bem redondos, leve vegetal e alguma complexidade, o final é médio/longo e robusto.
Classificação Pessoal: 15.5
Adega de Pegões Cabernet Sauvignon 2005 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Cabernet Sauvignon
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 14%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Nariz marcado pelas notas vegetais e um apimentado muito ligeiro, paladar com a madeira muito discreta e uns taninos delicados, volume e complexidade medianos para um final não muito longo mas harmonioso.
Classificação Pessoal: 14
645 - Adega de Pegões Cabernet Sauvignon 2005 (Tinto)
645 - Adega de Pegões Trincadeira 2005 (Tinto)Adega de Pegões Trincadeira 2005 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Trincadeira
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 13.5%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Aromas marcados pelos frutos maduros, bem como leve rebuçado e caramelo, na boca tem uma boa complexidade, taninos com uma presença muito aceitável e a fruta está bem combinada com as especiarias, final médio/longo e ligeiramente seco.
Classificação Pessoal: 16
Adega de Pegões Syrah 2005 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Syrah
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 14%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Cor bem escura e de laivos rubi, no nariz são notórios os frutos bem maduros e uma leve especiaria, o paladar é vivo e cheio de garra, acidez equilibrada num conjunto harmonioso, o final é persistente embora ainda muito jovem.
Classificação Pessoal: 16.5
642 - Adega de Pegões Syrah 2005 (Tinto)

Etiquetas:

Península de Setúbal na ViniPortugal (Jan/2008)

No passado dia 26/01/2008 na Sala Ogival da ViniPortugal, em Lisboa, realizei uma Prova de Vinhos da região Península de Setúbal (uma das 3 regiões em Prova até meados de Janeiro, as outras são Estremadura e Trás-os-Montes).
Esta prova foi efectuada com a degustação de 4 vinhos, 1 branco, 1 rosé e 2 tintos.


Adega de Pegões Colheita Seleccionada 2006 (Branco)Adega de Pegões Colheita Seleccionada 2006 (Branco)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Arinto, Chardonnay e Antão Vaz
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Álcool: 14%
Enólogo: Jaime Quendera
Nota de Prova: Cor limpa, com um esverdeado muito ligeiro, tem uma nariz fresco com leves notas tropicais, na boca tem uma acidez equilibrada, estrutura média mas que evolui muito bem durante a prova, o final é bem simpático e harmonioso, um vinho de facto agradável face à relação qualidade/preço.
Classificação Pessoal: 15.5
Domingos Damasceno de Carvalho 2006 (Rosé)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Syrah e Aragonês
Produtor: SOTA - Sociedade de Operação Técnica e Agrícola, Unipessoal, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Nuno Cancela de Abreu
Nota de Prova: Cor bem vermelha, brilhante até, os aromas são dominados pelos frutos vermelhos e uma ligeira compota, boca mediana mas com boa frescura, o final é frutado e apelativo.
Classificação Pessoal: 15.5
Domingos Damasceno de Carvalho 2006 (Rosé)
Herdade Espirra 2005 (Tinto)Herdade Espirra 2005 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Castelão e Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Vinhos da Herdade de Espirra, SA
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Reguinga
Nota de Prova: Cor granada e laivos avermelhados, nariz frutado, leve balsâmico e alguma especiaria, o paladar é fino e com boa estrutura, taninos sólidos e bem presentes, complexidade ligeiramente acima da média e com um final relativamente persistente e frutado.
Classificação Pessoal: 15.5
Soberana 2003 (Tinto)

Região: Regional Península de Setúbal
Castas:
Aragonez, Trincadeira, Alicante Bouschet e Alfrocheiro
Produtor: Sociedade Agro-Pecuária das Soberanas, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Cor intensa mas já alguma evolução bem visível, aromas de fruta em passa e algum fruto preto bem maduro, ligeiramente alicorado também, na boca tem um ataque inicial exuberante que evolui para o equilíbrio entre a fruta e a madeira, leves notas de baunilha num final bem persistente.
Classificação Pessoal: 16
Soberana 2003 (Tinto)

Etiquetas:

Prova de vinhos do Douro na ViniPortugal (Jan/2008)

No passado dia 05/01/2008 na Sala Ogival da ViniPortugal, em Lisboa, realizei uma Prova de Vinhos do Douro (uma das 3 regiões em Prova até meados de Janeiro, as outras são o Ribatejo e a Região da Beira Interior).
Esta prova foi efectuada com a degustação de 4 vinhos tintos.


Cabeça de Burro Reserva 2005 (Tinto)Cabeça de Burro Reserva 2005 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Vinhas Velhas
Produtor: Caves Vale do Rodo, C.R.L.
Álcool: 13%
Enólogo: Jorge Osório
Nota de Prova: Cor rubi muito delicada, sem grande concentração, os aromas ainda estão um pouco fechados, embora a fruta vermelha e em passa, já seja um pouco visível, corpo com bom volume, frescura agradável e estrutura mediana, tal como o seu final, dominado pelas especiarias e alguma baunilha.
Classificação Pessoal: 16
Apegadas Quinta Velha 2005 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Produtor: Quinta das Apegadas, Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Cunha
Nota de Prova: Aromas a fruta vermelha, madura, de grande suavidade e delicadeza, paladar equilibrado e algo guloso na boca, alguma evolução bem positiva, ligeira doçura bem integrada na fruta, complexidade mediana e um final saboroso e médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
655 - Apegadas Quinta Velha 2005 (Tinto)
Mark Stephen Schultz Grande Reserva Vinhas Velhas 2005 (Tinto)Mark Stephen Schultz Grande Reserva Vinhas Velhas 2005 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Mark Stephen Schultz Wines
Álcool: 14.5%
Enólogo: Leonel Cruz
Nota de Prova: Cor rubi de relativa concentração, aromas ainda muito "verdes", claramente a pedir tempo em garrafa de forma a sobressaírem, nariz floral e frutado, destacando-se os frutos silvestres, boca elegante, macia e ligeiramente mineral, taninos ainda dominantes mas bem casados com a fruta, o final é longo e de uma persistência bem assinalável.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Vale Meão 2002 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Produtor: Francisco Olazabal & Filhos, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Francisco de Olazabal e Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor muito fechada, com uma muito ligeira auréola de cor rubi avioletado, aromas complexos, intensos de frutos pretos e notas de especiarias, que evoluem para notas florais e notas a lembrar café, na boca é volumoso, cheio e rico no paladar, acidez no ponto ideal, aveludado, de grande complexidade, denso e vigoroso, com um final exuberante, cheio de força e de garra, que parece que não acaba...
Classificação Pessoal: 18
Quinta do Vale Meão 2002 (Tinto)

Etiquetas:

750 - Esporão Reserva 2004 (Tinto)


750 - Esporão Reserva 2004 (Tinto)
Região: DOC Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonês e Cabernet Sauvignon
Produtor: Esporão S.A.
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14.5%
Enólogo: David Baverstock e Luís Duarte
Notas de Prova: Aromas de fruta madura bem vincados, com leves especiarias a acompanhar, tem um paladar cheio e volumoso, a madeira ainda está muito presente mas denota alguma elegância, taninos maduros e complexidade muito interessante, o final é prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2007

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Abril 2012

Classificação Wine Passion: ..............................16.5
• Data da Revista: Julho 2007

Classificação Blue Wine: ...................................16
• Data da Revista: Março 2007

Classificação Blue Wine: ...................................16
• Data da Revista: Fevereiro 2007

Classificação Wine Passion: ..............................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2006 / Janeiro 2007

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Outubro 2006

Rótulo: Esporão D.O.C. Reserva 2004 foi criado através da vinificação em extreme das castas Trincadeira, Aragonês e Cabernet Sauvignon. Revela um aroma de fruta madura bem integrado com carvalho americano. O sabor é intenso e profundo com taninos robustos, encorpado e com uma estrutura que lhe garante uma boa evolução em garrafa. Para preservar a qualidade deste grande vinho, resolvemos não o estabilizar a frio. Não será de estranhar que algum depósito venha a ser com a idade, encontrado no fundo da garrafa. Deve ser consumido à temperatura de 18ºC a 20ºC. Vencedores do Concurso Herdade do Esporão, Jovens Talentos na Pintura, os gémeos Gabriel e Gilberto Colaço que curiosamente pintam a quatro mãos ilustram esta colheita. Pela primeira vez na história da marca Esporão, um novo talento figura entre os célebres pintores que já ilustraram as nossas colheitas.

Etiquetas: , , , , , ,

749 - Preto Branco 2004 (Tinto)


749 - Quinta do Encontro Preto e Branco 2004 (Tinto)
Região: DOC Bairrada
Castas: Baga, Touriga Nacional e Bical
Produtor: Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Carlos Rodrigues, Aurélio Claro e Paulo Figueiredo
Notas de Prova: Aromas frutados e levemente florais, com bastante frescura, é um vinho interessante, com uma boa acidez e um paladar suave, o final é intenso e bem agradável.



Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Dezembro 2007

Classificação Wine Passion: ..............................15.8
• Data da Revista: Abril 2008

Classificação Blue Wine: ...................................16.5
• Data da Revista: Abril 2008

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Outubro 2007

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

748 - Malhadinha 2005 (Tinto)


748 - Malhadinha 2005 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah e Aragonês
Produtor: Herdade da Malhadinha Nova, SA
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14%
Enólogo: Luís Duarte e Pedro Garcia
Notas de Prova: Cor opaca no centro e ligeira violeta à volta, nariz exuberante de frutos maduros, flores e baunilha, na boca é denso, apelativo e de grande complexidade, com uma notável capacidade de evolução, grande frescura e juventude, corpo aveludado e acetinado, cheio de carácter e vigor, notas de frutos maduros, chocolate e algumas especiarias, o final é cheio de força e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Junho 2008

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Novembro 2007

Classificação Blue Wine: ...................................16
• Data da Revista: Junho 2008

Classificação Wine Passion: ..............................17
• Data da Revista: Julho 2007

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Junho 2007

Classificação Wine Passion: ..............................17
• Data da Revista: Junho 2007

Classificação Blue Wine: