• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

sábado, 28 de Fevereiro de 2009

Prova de Vinhos Dona Matilde (Fev/2009)


No passado dia 24/02/2009, realizei uma Prova de Vinhos do produtor Dona Matilde do Douro.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 2 vinhos, 1 branco e 1 tinto.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Quinta Dona Matilde pela disponibilidade apresentada para com o Blog Os Vinhos.

Dona Matilde 2007 (Branco)Dona Matilde 2007 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Arinto, Viosinho, Rabigato e Verdelho
Produtor: Quinta Dona Matilde
Álcool: 12.5%
Enólogo: João Pissarra e José Maria Machado
Nota de Prova: Apresenta uma tonalidade medianamente amarela, um nariz com aromas citrinos, ligeira fruta madura e algum mineral, num fundo equilibrado e cheio de frescura, na boca domina o seu lado mais vegetal, conta com uma boa acidez e uma boa estrutura, é um vinho vivo e fresco que termina com uma persistência média/alta.
Classificação Pessoal: 15.5
Dona Matilde 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Quinta Dona Matilde
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Pissarra e José Maria Machado
Nota de Prova: De cor intensa e brilhante auréola violeta, os aromas são muito frutados, bem combinados com elegantes notas de baunilha e um ligeiro toque floral, formando um agradável e perfumado conjunto, na boca está harmonioso e equilibrado, os taninos, embora jovens, já denotam alguma elegência, continua frutado e abaunilhado mas benefecia de leves sensações especiadas, o final é agradável e com boa persistência.
Classificação Pessoal: 16.5
1263 - Dona Matilde 2007 (Tinto)

Etiquetas:

Prova de Vinhos Vale D'Algares (Fev/2009)

No passado dia 22/02/2009, realizei uma Prova de Vinhos do produtor Vale D'Algares do Ribatejo.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 5 vinhos, 2 brancos, 1 colheita tardia, 1 rosé e 1 tinto.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Vale D'Algares pela disponibilidade apresentada para com o Blog Os Vinhos.

1213 - Guarda Rios 2007 (Branco)Guarda Rios 2007 (Branco)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Chardonnay, Sauvignon Blanc, Alvarinho e Arinto
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Cor límpida e viva, o nariz é dominado pelos frutos tropicais, destacando-se o maracujá e algum ananás, na boca apresenta uma bela acidez e um volume agradável, a fruta continua bem presente, acompanhada por uma leve sensação floral, o final é intenso e bem agradável.
Classificação Pessoal: 16
Guarda Rios 2007 (Rosé)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Touriga Nacional, Syrah e Aragonês
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 13.5%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Cor vermelha ligeiramente carregada, nos aromas destaque para os frutos vermelhos e alguma groselha, bem como um delicado toque floral, na boca está equilibrado e é ligeiramente doce, boa frescura e fruto condizente, o final é mediano de comprimento e com uma persistência agradável.
Classificação Pessoal: 15
1212 - Guarda Rios 2007 (Rosé)
1214 - Vale D'Algares 2007 (Branco)Vale D'Algares 2007 (Branco)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Viognier
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Aromas minerais dominantes que mostram uma boa interligação com as notas elegantes da madeira, alguma baunilha, tosta e fumado, bem como fruta madura, o paladar está envolvente, apresenta uma bela acidez e um corpo gordo e untuoso, conta com uma interessante estrutura, proporcionada pelo estágio em barricas, continua frutado e mineral e termina de uma forma elegante, prolongada e de persistência bem vincada.
Classificação Pessoal: 17
Guarda Rios 2007 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Syrah, Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Merlot e Cabernet Sauvignon
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Cor profunda e intensa, nariz cheio de frutos pretos, especiarias e baunilha, e ainda uma ligeira sensação química, na boca está guloso, boa fruta e um volume bem agradável, taninos sólidos, jovens mas já bem integrados no conjunto, é um vinho estruturado, com um ligeiro achocolatado que abrilhanta a prova, o final é fino, delicado mas com uma boa persistência.
Classificação Pessoal: 16
1219 - Guarda Rios 2007 (Tinto)
1215 - Vale d'Algares Colheita Tardia 2007 (Branco)Vale d'Algares Colheita Tardia 2007 (Branco)

Região: Mesa Ribatejo
Castas:
Viognier
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 10%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Apresenta uma bela cor dourada e uns aromas intensos de mel e ligeira fruta madura, tudo com boa complexidade, na boca tem uma acidez equilibrada, está envolvente e harmonioso, destacando-se as elegantes notas meladas, termina com bom volume e persistência.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

Bairrada vs Dão na ViniPortugal (Fev/2009)


No passado dia 21/02/2009 na Sala Ogival da ViniPortugal, em Lisboa, realizei uma Prova de Vinhos sob o tema Bairrada vs Dão (duas das 3 regiões em Prova até meados de Fevereiro, a outra é a região Península de Setúbal).
Esta prova foi efectuada com a degustação de 4 vinhos tintos, 2 do Dão e 2 da região da Bairrada.


Quinta da Fata Clássico 2006 (Tinto)Quinta da Fata Clássico 2006 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro, Jaen e Trincadeira
Produtor: Quinta da Fata - Agricultura e Turismo, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: António Narciso
Nota de Prova: A cor apresenta uma concentração média e uma brilhante auréola violeta, o nariz está sugestivo sendo dominado pelas notas florais em harmonia com agradáveis sugestões de frutos silvestres e ligeiras especiarias, na boca a fruta está mais relevante, os taninos estão macios e o equilíbrio é a nota dominante, ainda é perceptível a sua juventude e o final é agradável e mediano de comprimento.
Classificação Pessoal: 15.5
Quinta da Garrida 2006 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas:
Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: Caves Aliança, SA
Álcool: 14%
Enólogo: Francisco Antunes e Pascal Chatonnet
Nota de Prova: Cor cheia e de laivos rubi/avioletados, tem uns aromas intensos e perfumados de fruta vermelha com um elegante toque floral, na boca o ataque inicial é poderoso, cheio de garra e juventude, conta com uns taninos firmes mas ao mesmo tempo macios e com uma boa estrutura, paladar frutado e bem integrado com a madeira, termina saboroso e com boa persistência.
Classificação Pessoal: 16
Quinta da Garrida 2006 (Tinto)
Aveleda Follies Touriga Nacional 2005 (Tinto)Aveleda Follies Touriga Nacional 2005 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Touriga Nacional
Produtor: Sociedade Agrícola e Comercial da Quinta da Aveleda, S.A.
Álcool: 14%
Enólogo: Manuel Soares
Nota de Prova: Apresenta uma cor carregada e com os laivos a mostrar uma tonalidade ligeiramente azulada, o nariz está complexo e elegante, predominância dum agradável floral em conjunto com frutos negros, por sua vez, no paladar dominam as especiarias e uma ligeira baunilha, os taninos estão delicados e o volume chama a atenção, é complexo e conta com uma boa acidez e um final intenso e persistente.
Classificação Pessoal: 16
Os Corvos da Vinha da Costa 2005 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Tinta Roriz, Syrah e Merlot
Produtor: Carlos Campolargo Vinhos
Álcool: 13.5%
Enólogo: Carlos Campolargo e Raquel Carvalho
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi bem bonita e uns aromas complexos, marcados pela fruta madura em conjunto com leves toques minerais e vegetais, sempre secundados por uma madeira muito elegante, na boca mostra fineza e frescura, é um vinho equilibrado, com taninos sedosos e um corpo vigoroso e volumoso, termina com uma enorme persistência e um longo final.
Classificação Pessoal: 17
Os Corvos da Vinha da Costa 2005 (Tinto)

Etiquetas:

Prova de Vinhos Villa Maria na Wine O'Clock (Fev/2009)


No passado dia 20/02/2009 nas instalações da Garrafeira Wine O'Clock em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns vinhos do produtor Villa Maria Estates da Nova Zelândia.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 12 vinhos, 7 brancos, 1 rosé e 4 tintos.


Villa Maria Private Bin Sauvignon Blanc 2008 (Branco)Villa Maria Private Bin Sauvignon Blanc 2008 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 13.5%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Cor pálida e nariz intenso de frutos tropicais, nomeadamente maracujá e ananás, evoluíndo para notas vegetais e de alguns citrinos, na boca está bem equilibrado e conta com uma excelente acidez, os citrinos estão mais evidentes mas a fruta continua presente, num segundo plano, o final é médio/longo e muito agradável.
Classificação Pessoal: 16.5
Villa Maria Private Bin Riesling 2008 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Riesling
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 12%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Aromas delicados de citrinos e algum floral e mineral, na boca revela frescura e uma boa acidez, corpo bem preenchido e marcado por sugestões de lima/limão, o final é ligeiramente seco mas agradável.
Classificação Pessoal: 15.5
Villa Maria Private Bin Riesling 2008 (Branco)
Villa Maria Private Bin Chardonnay 2007 (Branco)Villa Maria Private Bin Chardonnay 2007 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Chardonnay
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 13.5%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Cor levemente amarelada e nariz com aromas que lembram algum fruto tropical e uma tosta muito ligeira, na boca aparecem alguns frutos maduros em conjunto com ligeiros citrinos, está elegante e fresco, tendo um final cremoso e com uma forte persistência.
Classificação Pessoal: 16
Villa Maria Private Bin Gewurztraminer 2007 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Gewurztraminer
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 14%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Apresenta uns aromas impressionantes de fruta tropical conjugadas com refrescantes notas meladas e agradáveis notas florais, na boca é um vinho suave e muito bem equilibrado, está frutado e muito saboroso, o final é rico em frutas e com boa persistência.
Classificação Pessoal: 16.5
Villa Maria Private Bin Gewurztraminer 2007 (Branco)
Villa Maria Private Bin Merlot & Malbec Hawkes Bay 2007 (Rosé)Villa Maria Private Bin Merlot & Malbec Hawkes Bay 2007 (Rosé)

Região: Nova Zelândia
Castas: Merlot, Malbec, Syrah e Pinotage
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 13.5%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Cor viva e aromas marcados pela fruta vermelha e um toque ligeiramente floral, o paladar é intenso e cheio de frescura embora a fruta esteja mais discreta, final seco e mediano de comprimento.
Classificação Pessoal: 15
Villa Maria Private Bin Pinot Noir 2007 (Tinto)

Região: Nova Zelândia
Castas: Pinot Noir
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 13.5%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Aromas perfumados de frutos maduros e algumas especiarias, na boca é um vinho macio e muito suave, com taninos delicados e uma estrutura mediana, é frutado e especiado e tem um final algo prolongado.
Classificação Pessoal: 15.5
Villa Maria Private Bin Pinot Noir 2007 (Tinto)
Villa Maria Private Bin Merlot & Cabernet Sauvignon 2006 (Tinto)Villa Maria Private Bin Merlot & Cabernet Sauvignon 2006 (Tinto)

Região: Nova Zelândia
Castas: Merlot e Cabernet Sauvignon
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 13.5%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Cor granada e elegantes aromas apimentados bem acompanhados por algumas especiarias e frutos vermelhos, o paladar é rico em frescura e dominado pela baunilha vinda das barricas de carvalho, existe um interessante equilíbrio entre uma sensação apimentada e um toque vegetal e especiado, corpo com bom volume e final delicado e persistente.
Classificação Pessoal: 16
Villa Maria Cellar Selection Sauvignon Blanc 2007 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 14%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Aromas perfumados de fruta tropical e algum herbáceo, na boca aparecem os citrinos e algumas notas vegetais, conta com uma frescura interessante e uma acidez bem viva, o final é médio/longo e levemente tostado.
Classificação Pessoal: 16.5
Villa Maria Cellar Selection Sauvignon Blanc 2007 (Branco)
Villa Maria Cellar Selection Marlborough Chardonnay 2006 (Branco)Villa Maria Cellar Selection Marlborough Chardonnay 2006 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Chardonnay
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 14%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Aromas marcados por uma fina tosta, fruta madura e um leve toque de baunilha, na boca surpreende pela sua elegância e equilíbrio ente a madeira e a fruta, é um vinho cremoso e envolvente que tem um final harmonioso e com uma bela persistência.
Classificação Pessoal: 17
Villa Maria Cellar Selection Pinot Noir 2007 (Tinto)

Região: Nova Zelândia
Castas: Pinot Noir
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 14%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Nariz fino e macio, faz lembrar especiarias e algum vegetal em boa harmonia com a madeira e fruta madura, o paladar é bem mais frutado embora também apareçam notas de cacau e alguma pimenta preta, taninos bem integrados num conjunto com uma bela frescura, o final é relevante em termos de comprimento e persistência.
Classificação Pessoal: 16.5
Villa Maria Cellar Selection Pinot Noir 2007 (Tinto)
Villa Maria Reserve Sauvignon Blanc 2007 (Branco)Villa Maria Reserve Sauvignon Blanc 2007 (Branco)

Região: Nova Zelândia
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 14%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Cor levemente amarela e aromas com uma forte componente mineral em conjunto com notas citrinas, tudo em grande estilo, na boca a elegância predomina, está excelente na frescura e na acidez e conta ainda com ligeiros toques de fruta madura que complementam um conjunto gordo e untuoso, o final é bem prolongado e de elevada persistência.
Classificação Pessoal: 17
Villa Maria Reserve Pinot Noir 2006 (Tinto)

Região: Nova Zelândia
Castas: Pinot Noir
Produtor: Villa Maria Estates
Álcool: 14%
Enólogo: Alastair Maling e Corey Ryan
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi profunda e um nariz perfumado que lembra elegantes notas de fruta bem madura em conjunto com especiarias e um toque fumado, o paladar, requintado, é bem mais especiado e envolvente, com taninos finos e macios, uma excelente acidez e corpo volumoso e harmonioso, o final apesar de jovem é bem comprido e de grande persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
Villa Maria Reserve Pinot Noir 2006 (Tinto)

Etiquetas:

Prova de Vinhos do Enólogo Rui Reguinga no Club Gourmet (Fev/2009)

No passado dia 20/02/2009 nas instalações do Clube Gourmet do El Corte Inglés em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns dos vinhos do enólogo Rui Reguinga, o Enólogo do Ano 2008 para a Revista dos Vinhos.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 5 vinhos, 1 branco e 4 tintos.


Prova comentada pela Enólogo Rui Reguinga.

Tributo 2005 (Tinto)Tributo 2005 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas: Syrah, Grenache, Mourvèdre e Viognier
Produtor: Rui Reguinga
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Reguinga
Nota de Prova: Cor rubi bem viva e aromas de grande complexidade e elegância, dominam os frutos vermelhos a par de um elegante toque vegetal e de especiarias vindas das barricas de grande qualidade, na boca revela frescura e um boa acidez, conta com uns taninos aprimorados, um corpo cheio e rico em complexidade e uma estrutura que impressiona, o final é longo, poderoso e de grande persistência.
Classificação Pessoal: 17
Tributo 2007 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas: Syrah, Grenache e Viognier
Produtor: Rui Reguinga
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Reguinga
Nota de Prova: Cor viva e aromas muito complexos, cheios de fruta madura, notas vegetais e algum balsâmico, tudo muito equilibrado embora ainda marcado pela sua tenra idade em garrafa, na boca os taninos ainda estão muito presentes, mas já é visível a sua elegância e complexidade, bem na estrutura e com um final envolvente e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Tributo 2007 (Tinto)
724 - Phebus Reserva Malbec 2005 (Tinto)Phebus Reserva Malbec 2005 (Tinto)

Região: Argentina
Castas: Malbec
Produtor: Fabre Montmayou Wines
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rui Reguinga
Nota de Prova: De cor vermelha bem viva e ligeiramente avioletado à volta, no nariz os frutos vermelhos mostram intensidade sendo acompanhados por algumas especiarias e um leve nota fumada, relativamente ao paladar, continua muito frutado, mostra equilíbrio e alguma estrutura, taninos redondos e delicados, terminando médio/longo no comprimento.
Classificação Pessoal: 16
Fabre Montmayou Gran Reserva Malbec 2005 (Tinto)

Região: Argentina
Castas: Malbec
Produtor: Fabre Montmayou Wines
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rui Reguinga e Matias Ricitelli
Nota de Prova: Cor intensa de grande concentração, o nariz denota elegância e uma grande complexidade de aromas, frutos maduros em harmonia com finas especiarias e ligeiros toque abaunilhados e fumados, na boca é volumoso e complexo, apresenta uma bela estrutura e um envolvência perfeita entre a fruta e a madeira, taninos sedosos, excelente na frescura e com um final prolongado e de grande persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
905 - Fabre Montmayou Malbec Gran Reserva 2005 (Tinto)
Wenzel Beerenauslese Late Harvest 2006 (Branco)Wenzel Beerenauslese Late Harvest 2006 (Branco)

Região: Áustria
Castas: Welschriesling, Riesling e Muscat
Produtor: Weinbau Wenzel
Álcool: 11.5%
Enólogo: Rui Reguinga e Michael Wenzel
Nota de Prova: Apresenta uma cor dourada e um nariz muito complexo, fazendo lembrar notas de mel e algumas frutas maduras, na boca surpreende pelo equilíbrio demonstrado, tem uma acidez bem presente e um envolvente toque melado, o final é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

Prova de Vinhos Mensal Adivinho (Fev/2009)

No passado dia 12/02/2009 nas instalações da Garrafeira Adivinho, em Lisboa, teve lugar a Prova de Vinhos Mensal Adivinho.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 5 vinhos tintos.


Prova comentada pela Enóloga Marie-Aude Do Rosario.

Fonte das Moças 2006 (Tinto)Fonte das Moças 2006 (Tinto)

Região: Regional Estremadura
Castas:
Aragonês, Syrah e Touriga Nacional
Produtor: Agrovitis - Sociedade Agro-Alimentar, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Melícias
Nota de Prova: Cor rubi de média concentração e aromas exuberantes de fruta vermelha, é um vinho bem perfumado, na boca apresenta-se com um vinho fácil e suave, com delicados taninos e um equilíbrio constante, o final é curto de comprimento mas revela persistência.
Classificação Pessoal: 15.5
Encosta da Quinta Reserva 2003 (Tinto)

Região: Regional Estremadura
Castas:
Castelão
Produtor: Paço de Cister, Sociedade Agrícola e Turismo, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rodrigo Filipe
Nota de Prova: Cor granada e nariz dominado pelas notas de couro, ligeiro fumado e alguma fruta vermelha, na boca apresenta um volume e um corpo médios, taninos muito marcantes e boa presença de especiarias, sente-se alguma evolução e o final é relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 14.5
Encosta da Quinta Reserva 2003 (Tinto)
Mouras Reserva Grenache 2006 (Tinto)Mouras de Arraiolos Reserva Grenache 2006 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Grenache
Produtor: Adega das Mouras de Arraiolos
Álcool: 14%
Enólogo: Ângelo de Jesus
Nota de Prova: Cor delicada e avermelhada, os aromas lembram frutos vermelhos, algum couro e ligeira sensação animal inicial que se dilui durante a prova, no paladar está melhor, revela equilíbrio e macieza, é um vinho frutado e com um final de comprimento médio e agradável.
Classificação Pessoal: 14.5
Mouras Reserva Touriga Nacional & Syrah 2006 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Adega das Mouras de Arraiolos
Álcool: 14%
Enólogo: Ângelo de Jesus
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi com boa concentração, os aromas de fruta madura, alguma compota e leves notas florais e especiadas, são um todo agradável, na boca está complexo e frutado, é um conjunto ainda muito jovem, de taninos sólidos mas ao mesmo tempo já bem integrados, tem um final persistente.
Classificação Pessoal: 15.5
Mouras Reserva Touriga Nacional & Syrah 2006 (Tinto)
Casa Cadaval Trincadeira Vinhas Velhas 2006 (Tinto)Casa Cadaval Trincadeira Vinhas Velhas 2006 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Casa Cadaval Investimentos Agrícolas, S.A.
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Reguinga e Joana Vida
Nota de Prova: Cor carregada e aromas intensos de frutos maduros, especiarias e cacau, na boca é envolvente e muito harmonioso, apresenta um corpo volumoso e rico em elegância, notas de fruta vermelha, leve sugestões achocolatadas e excelente frescura, é um vinho diferente, saboroso e de elevada persistência.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

Prova de vinhos do Ribatejo na ViniPortugal (Fev/2009)

No passado dia 07/02/2009 na Sala Ogival da ViniPortugal, em Lisboa, realizei uma Prova de Vinhos do Ribatejo (uma das 3 regiões em Prova até meados de Fevereiro, as outras são Alentejo e Beira Interior).
Esta prova foi efectuada com a degustação de 4 vinhos, 1 branco e 3 tintos.


Guarda Rios 2006 (Branco)Guarda Rios 2006 (Branco)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Chardonnay, Fernão Pires, Sauvignon Blanc e Alvarinho
Produtor: Vale d'Algares
Álcool: 13.5%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Cor pálida e límpida, tem uma componente aromática forte, notas florais e citrinas intensas, secundadas por alguma fruta tropical e uma leve sugestão de tosta, já o paladar é mais frutado e muito equilibrado, boa acidez e conta com uma envolvente frescura, o final é médio de comprimento e com boa persistência.
Classificação Pessoal: 16
Dom Hermano Touriga Nacional 2006 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Touriga Nacional
Produtor: Casa Agrícola Herdeiros de D. Luís de Margaride, S.A.
Álcool: 12.5%
Enólogo: João Sardinha Cruz
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada e sem grande concentração, o nariz é dominado, talvez em demasia, por fruta em passa, por ligeiras notas florais e alguma compota, já o paladar desilude um pouco, tem um corpo sem grande expressão, uma estrutura pouco evidente e a fruta é quase inexistente, o final é fácil e simples.
Classificação Pessoal: 13
Dom Hermano Touriga Nacional 2006 (Tinto)
Quinta do Côro Syrah 2005 (Tinto)Quinta do Côro Syrah 2005 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Syrah
Produtor: S. A. A. Mascata, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: António Ventura
Nota de Prova: Cor com boa intensidade no centro e laivos avioletados, no nariz aparecem os frutos silvestres maduros e uma ligeira sensação animal, na boca melhora bastante, conta com um bom volume, fruta com boa presença, especiarias e notas vegetais, com uns taninos presentes mas bem integrados no conjunto, é encorpado e revela uma interessante acidez, tem um final equilibrado e persistente.
Classificação Pessoal: 16
Conde de Vimioso Reserva 2005 (Tinto)

Região: Regional Ribatejo
Castas:
Trincadeira, Touriga Nacional, Aragonez e Cabernet Sauvignon
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor bonita e viva, de forte concentração, apresenta um nariz sedutor e intenso, fruta vermelha e notas de pimenta que conjugam bem com a madeira de qualidade, na boca é relevante a sua harmonia e envolvência, tudo muito equilibrado e afinado, taninos firmes e um corpo cheio, a fruta está presente com sugestões de tabaco e baunilha, o final é de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 17
Conde de Vimioso Reserva 2005 (Tinto)

Etiquetas:

Prova de Vinhos Quinta do Quetzal na Garrafeira Internacional (Fev/2009)

No passado dia 07/02/2009 nas instalações da Garrafeira Garrafeira Internacional, em Lisboa, teve lugar a apresentação de alguns dos vinhos do Produtor alentejano Quinta do Quetzal.

1007 - Bonefant 2006 (Branco)Bonefant 2006 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Antão Vaz e Roupeiro
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Apresenta um nariz fortemente marcado por uma componente mineral em conjunto com notas critrinas, na boca está macio e conta com uma boa acidez, final agradavelmente persistente.
Classificação Pessoal: 15.5
Bonefant 2007 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Antão Vaz e Roupeiro
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Cor palha e aromas muito citrinos e leves notas de frutos tropicais, ainda está muito jovem, pois apresenta uma frescura muito vincada, o paladar está delicado, macio e frutado, acidez bem presente e um volume impetuoso, o final é relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 15.5
Bonefant 2007 (Branco)
Quetzal 2006 (Branco)Quetzal 2006 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Antão Vaz
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Cor límpida e aromas que combinam a fruta tropical e a tosta vinda das barricas, na boca surgem algumas especiarias embora a fruta esteja sempre presente, está gordo mas ao mesmo tempo elegante na boca, conta com um bom volume, uma bela estrutura e uma acidez viva, termina de uma forma bem positiva e cheio em termos de persistência.
Classificação Pessoal: 16
Bonefant 2004 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Trincadeira e Tinta Grossa
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: De cor granada e nariz vibrante, com sugestões de frutos negros, ameixa madura, compota e algum balsâmico, tudo bem equilibrado com as notas de especiaria e madeira, na boca revela estrutura e complexidade, taninos presentes mas bem integrados no conjunto, frutado e tostado e com um final bem agradável, quer ao nível do comprimento, quer ao nível das persistência.
Classificação Pessoal: 16
1012 - Bonefant 2004 (Tinto)
Quetzal 2006 (Tinto)Quetzal 2006 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Trincadeira, Aragonez e Alicante Bouschet
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Apresenta uma cor intensa e um nariz muito elegante e cheio de frescura, leves sugestões de fina tosta combinam bem com a fruta madura e algum fumado, na boca é cativante e envolvente, cheio de garra e vivacidade, com uns taninos ainda muito presentes mas já a demonstrar grande elegância, bem ao nível da estrutura, é encorpado e complexo, notas de especiarias, baunilha e alguma fruta muito madura, o final tem uma persistência imponente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas:

Prova Cega de Vinhos na Wine O'Clock (Fev/2009)


No passado dia 06/02/2009 nas instalações da Garrafeira Wine O'Clock em Lisboa, teve lugar uma Prova Cega de Vinhos.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 6 vinhos, 1 espumante, 2 brancos e 3 tintos.


Prova comentada por Rodolfo Tristão, escanção da Wine O'Clock.

Ribeiro Santo Bruto 2006 (Espumante)Ribeiro Santo Bruto 2006 (Espumante)

Região: Regional Bairrada
Castas: Baga e Bical
Produtor: Magnum - Carlos Lucas, Vinhos Lda
Álcool: 12%
Enólogo: Carlos Lucas e Carlos Rodrigues
Nota de Prova: Cor ligeiramente rosada e elegantes aromas que sugerem notas de framboesa, na boca é suave e leve, muito fresco, bolha muito ligeira e final de relativa persistência.
Classificação Pessoal: 15.5
Simply 2008 [amostra de cuba] (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz e Roupeiro
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Aroma exuberante, notas de fruta tropical, ananás e maracujá, leves sugestões de banana, num conjunto ainda fortemente marcado pela sua juventude, na boca revela equilíbrio, onde a fruta combina bem com as notas algo florais, tem uma prova macia e delicada e um final curto de comprimento mas saboroso em termos de persistência.
Classificação Pessoal: 15
Simply 2008 (Branco)
Nepenthe Unoaked Chardonnay 2007 (Branco)Nepenthe Unoaked Chardonnay 2007 (Branco)

Região: Austrália
Castas: Chardonnay
Produtor: Nepenthe
Álcool: 13%
Enólogo: Michael Fogarty
Nota de Prova: Cor pálida levemente esverdeada, o nariz é dominado pelos citrinos, conjugados com os frutos tropicais e algum vegetal, na boca revela frescura e conta com uma acidez bem presente, o final é ligeiramente seco mas agradável.
Classificação Pessoal: 15
Simply 2007 [amostra de cuba] (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira e Aragonês
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada e um nariz muito fresco e jovem, notas de fruta madura e leve toque de especiarias, o paladar é equilibrado e com uns taninos correctos, é um vinho fácil e muito delicado, tem um final de comprimento médio.
Classificação Pessoal: 15
Simply 2007 (Tinto)
Nepenthe The Rogue 2005 (Tinto)Nepenthe The Rogue 2005 (Tinto)

Região: Austrália
Castas: Cabernet Sauvignon, Shiraz e Merlot
Produtor: Nepenthe
Álcool: 14%
Enólogo: Michael Fogarty
Nota de Prova: Nariz claramente a lembrar pimentos e algum vegetal e herbáceo, evoluindo para ligeiras sensações de especiarias, na boca é um vinho envolvente, onde a fruta aparece bem integrada num conjunto fumado, especiado mas acima de tudo equilibrado, volume médio e estrutura interessante, o final é persistente.
Classificação Pessoal: 15.5
Anwilka 2006 (Tinto)

Região: África do Sul
Castas: Cabernet Sauvignon, Shiraz e Merlot
Produtor: Anwilka Estate
Álcool: 13.7%
Enólogo: Bruno Prats, Hubert de Boüard e Lowell Jooste
Nota de Prova: Cor intensa e aromas dominados por uma tosta de qualidade e algumas especiarias, tudo secundado por uma fruta madura bem fresca, na boca está suave, estruturado e com uns taninos a marcar a sua presença mas bem integrados no conjunto, as especiarias dominam mas a fruta está ainda assim bem notória, algum tabaco e um final gordo e volumoso.
Classificação Pessoal: 16.5
Anwilka 2006 (Tinto)
LAventure Optimus 2005 (Tinto)L'Aventure Optimus 2005 (Tinto)

Região: EUA
Castas: Syrah, Cabernet Sauvignon e Petit Verdot
Produtor: Stephan Vineyards - L'Aventure Paso Robles
Álcool: 15.3%
Enólogo: Stephan Asseo
Nota de Prova: Cor carregada e aromas intensos de compota, frutos negros maduros e elegantes notas de madeira bem integradas num conjunto fresco e delicado, na boca tem uma prova harmoniosa, onde a acidez está em evidência, dando claros sinais da sua longevidade, sugestões abaunilhadas e especiadas, taninos elegantes e aveludados e um final grandioso em termos de volume, comprimento de boca e persistência.
Classificação Pessoal: 17.5

Etiquetas:

segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

995 - Herdade do Meio Garrafeira 2003 (Tinto)

995 - Herdade do Meio Garrafeira 2003 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonez, Alicante Bouschet e Castelão
Produtor: Herdade do Meio - Casa Agrícola João & António Pombo, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Saramago
Notas de Prova: Cor carregadíssima e aromas ainda muito complexos, sugestões de frutos maduros e um leve químico que contrasta muito bem com o abaunilhado vindo das barricas, na boca está muito macio e elegante, com uma boa capacidade de evolução e um estrutura imensa, taninos aveludados e leves sensações achocolatadas que combinam muito bem com uma fruta delicada, o final é grandioso e muito persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2011

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Setembro 2009

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Julho 2009

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Agosto 2008

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2007

Classificação Blue Wine: ...................................17.5
• Data da Revista: Agosto 2007

Classificação Wine Passion: ..............................16.1
• Data da Revista: Julho 2007

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Outubro 2006

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Julho 2006

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Julho 2005

Rótulo: Este é um vinho de qualidade superior, produzido a partir de uma selecção de castas Trincadeira, Aragonez, Alicante Bouschet e Castelão. Foi vinificado em lagares com curtimenta completa e submetido a um estágio de 12 meses em carvalho francês e americano. Apresenta-se de cor retinta, aroma a frutos vermelhos maduros, compota e cereja. Sabor frutado, abaunilhado, mostra taninos maciços, excelente estrutura e final longo, revelando toda a sua nobreza. Especialmente recomendado para acompanhar pratos de carne e queijos.

Etiquetas: , , , , , , ,