• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

1ª Prova d'Ouro Ramos Pinto (Set/2009)


No passado dia 24/09/2009 nas instalações do Centro Cultural de Belém em Lisboa, teve lugar uma Apresentação das novas colheitas do produtor Ramos Pinto, bem como a oportunidade de degustação de pequenas provas verticais dos seus vinhos mais emblemáticos.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 16 vinhos, 1 branco e 15 tintos.


Duas Quintas Reserva 2008 (Branco)Duas Quintas Reserva 2008 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Viosinho, Rabigato e Arinto
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 13%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor pálida e aromas cheios de tosta e elegantes notas de fruta madura, alidados a um certo toque vegetal, na boca sobressai toda a sua frescura e equilíbrio, o paladar apresenta uma excelente acidez, boa fruta e uma seriedade bastante interessante, o final é prolongado e bem agradável.
Classificação Pessoal: 16.5
Duas Quintas 1994 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 12.5%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: De cor rubi e auréola levemente acastanhada, apresenta uns belos aromas de especiarias em conjunto com dominantes notas de couro, formando uma união suave e muito delicada, na boca surpreende pela positiva, pois revela uma prova muito equilibrada, com sugestões de fruta madura e especiarias envolventes, não aparenta ter os 15 anos que já possui, o final é mediano de comprimento e com uma agradável persistência.
Classificação Pessoal: 16
257 - Duas Quintas 2004 (Tinto)Duas Quintas 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Touriga Nacional e Touriga Franca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi bem viva, com um nariz frutado e de carácter floral, num fundo algo especiado, na boca destacam-se claramente os taninos e a sua firmeza, não prejudicando a fruta e as especiarias que formam um agradável conjunto durante toda a prova, o final tem uma persistência média/longa.
Classificação Pessoal: 16
Duas Quintas 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Touriga Nacional e Touriga Franca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 14%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor rubi/avermelhada e aromas florais exuberantes, nomeadamente violetas, aliados a sugestões de frutos silvestres, já o paladar é leve e com um bom volume, a fruta está mais do que evidente e apresenta uma estrutura bem interessante, mostra claros sinais de juventude e revela um comprimento final médio e algo seco.
Classificação Pessoal: 15.5
Duas Quintas 2007 (Tinto)
Quinta dos Bons Ares 1995 (Tinto)

Região: Regional Trás-os-Montes
Castas: Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 13%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: De cor rubi com média concentração, mostra um nariz dominado pelas especiarias e notas de couro, em conjunto com um leve toque fumado, na boca revela uma delicadeza e suavidade notáveis, combinando estrutura e complexidade, está bem frutado e apresenta uns taninos quase que aveludados, o final tem um médio porte.
Classificação Pessoal: 16.5
Bons Ares 2004 (Tinto)

Região: Regional Douro
Castas: Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Touriga Franca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 14%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor intensa e um nariz a mostrar notas florais, fruta madura e um leve apimentado vindo do Cabernet, na boca mostra uma estrutura interessante, aliando as notas florais a sugestões vegetais e a uma componente especiada que acaba por ser dominante, o final revela persistência.
Classificação Pessoal: 16
Bons Ares 2004 (Tinto)
Bons Ares 2007 (Tinto)Bons Ares 2007 (Tinto)

Região: Regional Douro
Castas: Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Touriga Franca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 14.5%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: É um vinho cheio de juventude, com uma cor rubi brilhante e aromas florais bem expressivos, muito bem equilibrados com a fruta madura e um leve pimento, na boca mostra elegância e taninos suaves, é encorpado e complexo, sendo que a fruta aparece conjugada com alguma madeira, o final tem um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 17
Ramos Pinto Collection 2005 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor granada de laivos rubi bem vivos, mostra um nariz onde os frutos vermelhos são preponderantes e uma delicada mas agradável sensação floral, no paladar mmostra um volume médio e uma estrutura interessante, de taninos redondos e fruta sempre presente, apresenta um final especiado, algo rústico e de persistência mediana.
Classificação Pessoal: 16
848 - Ramos Pinto Collection 2005 (Tinto)
1134 - Ramos Pinto Collection 2006 (Tinto)Ramos Pinto Collection 2006 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 14%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada e um nariz que impressiona pela sua exuberância, onde os frutos silvestres, as notas de violeta, um ligeiro cacau e um leve abaunilhado, formam um conjunto muito equilibrado de aromas, na boca a suavidade e delicadeza imperam durante toda a prova, é um vinho quente e profundo que conta com uns taninos redondos e uma fruta evidente, o final é prolongado e levemente fumado.
Classificação Pessoal: 16.5
Ramos Pinto Collection 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Vinhas Velhas
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 15%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor rubi com uma leve tonalidade violácea, mostra um nariz muito frutado, destacando-se os frutos negros e do bosque acompanhados por um carácter floral e algo mineral, em conjunto com sugestões de tabaco e alguma pimenta preta, na boca revela estrutura e ao mesmo tempo uma macieza muito agradável, a sua juventude reflecte-se numa prova gulosa, onde a fruta está claramente em vantagem, promete evoluir bem em garrafa e conta com um final elegante, sedoso e bem persistente.
Classificação Pessoal: 17
Ramos Pinto Collection 2007 (Tinto)
Duas Quintas Reserva 1994 (Tinto)Duas Quintas Reserva 1994 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 13%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor granada no centro e de auréola levemente acastanhada, mostra um nariz elegante, fino mas cheio de complexidade, onde as suaves notas de fruta bem madura harmonizam com aveludadas sugestões de couro e algumas especiarias, na boca é um vinho harmonioso, que rapidamente faz lembrar um belo Porto, quer pela sua estrutura, quer pela sua macieza, denota uns taninos bem polidos e uma fruta muito agradável, o final de boca é longo e de grande persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
Duas Quintas Reserva 2000 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 13%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: De cor carregada e nariz a mostrar vários aromas a frutas e uma leve sensação floral, acompanhados por alguma pimenta, na boca é um vinho envolvente, muito equilibrado e de complexidade mediana, a fruta está sempre presente e bem acompanhada por uma madeira discreta mas elegante, é encorpado e conta com um final prolongado e de relativa persistência.
Classificação Pessoal: 16.5
Duas Quintas Reserva 2000 (Tinto)
Duas Quintas Reserva 2007 (Douro)Duas Quintas Reserva 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 15%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi/violeta bem viva, onde os aromas de frutos do bosque e as sensações florais estão exuberantes e cheias de juventude, é de facto um nariz bem atractivo e muito harmonioso, na boca realce para o seu imenso volume e para a sua garra, onde os taninos apesar de vigorosos estão muito bem integrados no conjunto, é um vinho encorpado e cheio, com uma estrutura que promete dar que falar nos próximos anos, mostra uma elegância e envolvência durante toda a prova que é capaz de conquistar qualquer um, com muita fruta e elegantes sugestões especiadas, termina com uma enorme persistência final.
Classificação Pessoal: 17.5
Duas Quintas Reserva Especial 1995 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 14.5%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor intensa no centro e auréola ligeiramente acastanhada, o nariz mostra um equilíbrio e uma harmonia quase perfeitos, conjugando a elegância das notas de couro à suavidade do seu carácter fumado e especiado, na boca faz-nos lembrar um belo Porto Colheita, onde a estrutura e complexidade são reis durante toda a prova, é um vinho encorpado e ligeiramente alicorado, mostrando algumas especiarias e uma fruta bastante madura, é grande no volume e na persistência final.
Classificação Pessoal: 17.5
Duas Quintas Reserva Especial 1995 (Tinto)
Duas Quintas Reserva Especial 2004 (Tinto)Duas Quintas Reserva Especial 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 14%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor densa, em que no centro é bem carregada e na auréola mostra uma tonalidade algo arroxeada, o nariz revela uma elegância impressionante, aliando as notas de especiarias, algum vegetal e um ligeiro tabaco, a sugestões de frutos pretos, na boca mostra corpulência, uma enorme estrutura e uns taninos cheios de vivacidade, ao mesmo tempo demonstra uma deliciosa fineza e delicadeza durante toda a prova, revela ainda uma enorme capacidade de evolução e um belo equilíbrio entre a fruta e as especiarias/madeira, tem um final intenso, longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Duas Quintas Reserva Especial 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 15%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor bem concentrada no centro e laivos ligeiramente violáceos, tem um nariz muito frutado, destacando-se os frutos do bosque e um certo vegetal, que evoluem para algum mineral aliado a subtis notas florais, na boca é evidente a sua tenra idade, pois os taninos ainda precisam de tempo em garrafa para amaciar mas pouco a pouco vai dando sinais de um agradável equilíbrio, algo que nos remete para os grandes vinhos, é complexo e revela uma agradável combinação entre a fruta madura e as notas tostadas, o final de boca é prolongado e com boa persistência.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas:

Prova de Vinhos Vale D'Algares (Set/2009)

No passado dia 09/09/2009, realizei uma Prova de Vinhos do produtor Vale D'Algares da região do Tejo (ex-Ribatejo), com a apresentação das novas colheitas dos seus vinhos brancos.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 2 vinhos brancos.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Vale D'Algares pela disponibilidade apresentada para com o Blog Os Vinhos.

1441 - Guarda Rios 2008 (Branco)Guarda Rios 2008 (Branco)

Região: Regional Tejo
Castas:
Chardonnay, Sauvignon Blanc, Alvarinho e Arinto
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 13%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Apresenta uma bonita cor amarela, onde os aromas mostram uma agradável intensidade, marcados pela fruta tropical, notas de maçã e um certo amanteigado, na boca a fruta madura marca uma boa presença, acompanhada por um leve toque floral e um certo tostado, tem boa acidez e uma frescura contagiante, o final é frutado e com boa persistência.
Classificação Pessoal: 16
Vale D'Algares Selection 2008 (Branco)

Região: Regional Tejo
Castas:
Viognier e Alvarinho
Produtor: Vale D'Algares
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro Pereira
Nota de Prova: Cor citrina e nariz cheio de complexidade e juventude, sugere alguma fruta tropical aliada a frescas notas florais e leves notas limonadas, na boca destaque para uma agradável acidez e para uma prova bem envolvente, de estrutura mediana, ligeiro toque subtil da madeira, conjugado com fruta madura e um certo floral, o final tem um comprimento médio/longo e uma persistêcia interessante.
Classificação Pessoal: 16.5
1442 - Vale D'Algares Selection 2008 (Branco)

Etiquetas:

Prova de Vinhos Tapada dos Monges (Set/2009)

No passado dia 07/09/2009, realizei uma Prova dos Vinhos Tapada dos Monges da região dos Vinhos Verdes.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 3 vinhos, 2 brancos e 1 rosé.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Manuel da Costa Carvalho Lima & Filhos, Lda pela disponibilidade apresentada para com o Blog Os Vinhos.

1399 - Tapada dos Monges 2008 (Branco)Tapada dos Monges 2008 (Branco)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Loureiro, Trajadura e Pedernã
Produtor: Manuel da Costa Carvalho Lima & Filhos, Lda
Álcool: 11%
Enólogo: Guilherme Pereira
Nota de Prova: Apresenta uma cor pálida e um ligeiro gaseificado, no nariz destaque para as notas florais muito frescas que combinam muito bem com um leve toque citrino, o paladar é delicado e mostra uma agradável fruta madura, revela alguma estrutura e termina muito suavemente e algo seco.
Classificação Pessoal: 15.5
Tapada dos Monges Loureiro 2008 (Branco)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Loureiro
Produtor: Manuel da Costa Carvalho Lima & Filhos, Lda
Álcool: 11.5%
Enólogo: Guilherme Pereira
Nota de Prova: De cor citrina e nariz dominado por frescos e envolventes aromas florais, acompanhados por alguma fruta madura, na boca revela frescura, fruta e algum mineral, o final é suave e de comprimento médio.
Classificação Pessoal: 15
1401 - Tapada dos Monges Loureiro 2008 (Branco)
1400 - Tapada dos Monges Espadeiro 2008 (Rosé)Tapada dos Monges Espadeiro 2008 (Rosé)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Espadeiro
Produtor: Manuel da Costa Carvalho Lima & Filhos, Lda
Álcool: 10.5%
Enólogo: Guilherme Pereira
Nota de Prova: De cor vermelha intensa, apresenta um nariz cheio de frutos vermelhos aliados a um ligeiro floral, na boca mostra vivacidade e frescura, tem uma prova delicada e equilibrada, mostrando uma bela acidez e um final agradável.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

Prova de Vinhos Malhadinha na Delidelux (Set/2009)

No passado dia 03/09/2009 nas instalações da Garrafeira Delidelux em Lisboa, teve lugar a Apresentação dos vinhos do produtor Herdade da Malhadinha Nova do Alentejo.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 6 vinhos, 3 brancos e 3 tintos.


1290 - Monte da Peceguina 2008 (Branco)Monte da Peceguina 2008 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Verdelho e Roupeiro
Produtor: Herdade da Malhadinha Nova, SA
Álcool: 14%
Enólogo: Luís Duarte e Pedro Garcia
Nota de Prova: Cor citrina e intensos aromas de fruta tropical, notas florais e frescas sugestões citrinas, na boa apresenta uma acidez agradável, um suave e delicado frutado e um equilíbrio dominante, tem claros sinais de juventude mas já revela um bela prova, o final tem um comprimento médio e uma persistência mediana.
Classificação Pessoal: 16
Antão Vaz da Peceguina 2008 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz
Produtor: Herdade da Malhadinha Nova, SA
Álcool: 14%
Enólogo: Luís Duarte e Pedro Garcia
Nota de Prova: De cor pálida e nariz marcado pelas notas florais em conjunto com um certo vegetal e ligeiro toque fumado, o paladar é delicado mas ao mesmo tempo estruturado, algo cremoso e tostado, sobressaiem leves notas de citrinos num conjunto que apresenta uma acidez algo discreta, termina ligeiramente seco e com uma persistência média.
Classificação Pessoal: 15.5
Antão Vaz da Peceguina 2008 (Branco)
Malhadinha 2008 (Branco)Malhadinha 2008 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Arinto e Chardonnay
Produtor: Herdade da Malhadinha Nova, SA
Álcool: 14.5%
Enólogo: Luís Duarte e Pedro Garcia
Nota de Prova: Cor dourada e nariz cheio de elegantes aromas tostados, frutos secos e uma leve sensação abaunilhad