• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

1658 - Dos Ochos Chardonnay & Chenin Blanc 2008 (Branco)

1658 - Dos Ochos Chardonnay & Chenin Blanc 2008 (Branco)
Região: Argentina
Castas: Chardonnay e Chenin Blanc
Produtor: Tango and Wine
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Federico Galdeano
Notas de Prova: Cor pálida e nariz agradavelmente perfumado com frutas tropicais misturadas com subtis notas florais e algum mineral, na boca é um vinho muito suave e atractivo, apresenta uma interessante dose de fruta e um final equilibrado, fresco e de persistência mediana.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Junho 2010

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2009

Rótulo: Dos Ochos stands for 88, two magic numbers symbolising the passionate moves in the Tango Argentina. The 8 also stands for the 8 components that together form the secret of the Tango. Taste these 8 secrets in our Dos Ochos wines: Elegancy, Balance, Complexity, Intimacy, Magic, Seduction, Proximity and Passion. Experience the passion of Dos Ochos. Brilliant yellow Chardonnay-Chenin with olive tones, soft aromas of green apples and citric notes. Enjoy it with fish or light dishes.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 27 de Fevereiro de 2011

1657 - Ervideira Invisível 2009 (Branco)

1657 - Ervideira Invisível 2009 (Branco)
Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez
Produtor: Ribeira da Ervideira, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Cor muito pálida e aromas doces que fazem lembrar notas de chá, alguma maçã verde e leves sugestões minerais e florais, o paladar apresenta uma agradável frescura e uma interessante acidez, com a fruta a marcar presença, o final é médio de comprimento e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Junho 2010

Rótulo: Invisível é um vinho branco de uvas tintas obtido a partir da lágrima de uvas tintas da casta Aragonez. Resulta da vindima nocturna, de um talhão seleccionado, quando atingido o ponto óptimo de maturação. A rápida resposta da vindima, o respeito pela uva, o transporte refrigerado até à Adega e a fermentação a baixas temperaturas, permite à Ervideira, obter um vinho Invisível!

Etiquetas: , , , , ,

sábado, 26 de Fevereiro de 2011

1656 - La Pinosa 2008 (Tinto)

1656 - La Pinosa 2008 (Tinto)
Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Bodegas Viña Buena
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Lorenzo Ayuso
Notas de Prova: Cor rubi de média concentração e nariz jovem, que faz lembrar frutos silvestres e compotas, revelando um agradável equilíbrio de aromas, na boca é um vinho suave, frutado e com uma estrutura mediana, o final tem um comprimento médio.


Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Abril 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

Grande Prova de Vinhos do Porto Velhos do Grupo Sogevinus (Jan/2011)


No passado dia 29/01/2011 nas instalações da Calém em Vila Nova de Gaia, teve lugar uma Prova de Vinhos do Porto Velhos das prestigiadas marcas Calém, Kopke, Burmester e Barros pertencentes ao Grupo Sogevinus, exclusivamente preparada para um grupo de Bloggers de Vinho Portugueses.

Prova comentada pelo Enólogo Pedro Sá.

Gostaria ainda de agradecer ao Rui Lourenço Pereira pelo convite para este Evento, bem como a toda a Equipa da Sogevinus, nomeadamente Cátia Moura, Joana Gonçalves, António Montenegro e Pedro Sá, pela disponibilidade e organização desta memorável Prova.


Kopke White 40 Anos (Porto)Kopke White 40 Anos (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: C. N. Kopke & Cª. Lda
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Cor aloirada brilhante e nariz fino e muito complexo, onde se destacam os frutos secos, como o figo e avelãs, alguma laranja cristalizada e notas aveludadas de mel e até citrinos, na boca é um vinho cheio, volumoso e muito redondo, contando com uma elevada estrutura, no paladar a madeira revela uma integração perfeita com as notas meladas e de caramelo, revela uma bela acidez e um final longo e de persistência interminável.
Classificação Pessoal: 18
Calém Colheita 1961 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: A. A. Cálem & Filhos, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Apresenta uma cor de tonalidade amarelo torrado intenso e um nariz rico em complexidade, sobressaindo as notas de tabaco, alguma fruta em passa e uma fresca sugestão de mel, na boca está um vinho harmonioso, estruturado e muito elegante, onde as notas de fruta em passa, avelãs, amêndoa torrada e um evidente toque de madeira, formam um conjunto atractivo, o final é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Calém Colheita 1961 (Porto)
Burmester Colheita 1960 (Porto)Burmester Colheita 1960 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: J. W. Burmester & Cª, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Cor intensa de tonalidade acastanhada e torrada, o nariz apresenta uma riqueza e elegância de aromas notável, onde se destacam os frutos secos, alguma madeira velha, sugestões de nozes, citrinos e até algum caramelo, tudo em perfeita harmonia e num fundo muito mineral, na boca revela uma delicadeza e uma fineza sedutoras, onde a complexidade e elegância das notas meladas, do caramelo e da madeira, formam um conjunto aveludado, envolvente e acima de tudo, muito fresco, termina de uma forma apaixonante, muito longo em termos de comprimento e com uma persistência espectacular.
Classificação Pessoal: 19
Barros Colheita 1950 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: Barros
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Cor acastanhada com reflexos ligeiramente esverdeados, o nariz revela-se cheio de mel, notas torradas e um certo toque de caramelo e flores secas, num fundo algo balsâmico, na boca é um vinho complexo, untuoso e fino, onde os frutos secos, o mel e a madeira velha, formam um conjunto ímpar, tem um final mais seco mas não deixando de ser longo e com enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18
Barros Colheita 1950 (Porto)
Burmester Colheita 1940 (Porto)Burmester Colheita 1940 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: J. W. Burmester & Cª, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Apresenta uma cor âmbar intensa no centro e uma auréola levemente esverdeada, no nariz destacam-se as notas caramelizadas, algum iodo e vinagrinho, num fundo elegante, muito mineral e bem constituído por elegantes notas de madeira, capazes de conferir ao conjunto uma subtileza notável, na boca revela-se harmonioso e muito encorpado mas ao mesmo tempo poderoso e cheio, conta com um paladar rico em notas torradas, algum mel, caramelo e diversos frutos secos, especialmente figos, o final é guloso, muito longo e com uma persistência elevadíssima.
Classificação Pessoal: 19.5
Kopke Colheita 1937 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: C. N. Kopke & Cª. Lda
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Cor âmbar brilhante e rebordo levemente esverdeado, o nariz revela uma riqueza de aromas notável, onde se destacam os frutos secos, figos, ligeiras notas de fruta tropical muito madura e ainda uma leve sensação de mel e amêndoa, na boca é um vinho sedoso, muito gordo e cheio de notas meladas, caramelo e madeira, revelando-se um conjunto complexo, elegante, fino e aveludado, não passando despercebido a sua acidez vibrante principalmente tendo em conta a sua idade, tem um final muito prolongado e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18.5
Kopke Colheita 1937 (Porto)
Barros Colheita White 1935 (Porto)Barros Colheita White 1935 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: Barros
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Cor âmbar de média intensidade e laivos esverdeados, quem diria que é um branco... o nariz revela perfumados aromas, requintados e frescos, de frutos secos, mel e uma complexa sensação especiada, na boca apresenta-se um vinho encorpado, cheio, com uma estrutura e delicadeza notáveis, onde a madeira revela subtileza e o paladar apresenta-se bem preenchido por notas de mel e caramelo, tendo um final seco, bastante prolongado e com uma persistência interminável.
Classificação Pessoal: 19
Burmester Colheita 1900 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: J. W. Burmester & Cª, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Apresenta uma cor âmbar carregada e uma auréola com evidentes tons esverdeados, fruto dos seus mais de cem anos de vida, o nariz está cativante e muito, muito complexo, onde os frutos secos equilibram na perfeição com as notas meladas, caramelizadas e algo resinosas, sendo que no decorrer da prova evoluí ainda para algum fumo e até uma agradável sensação de chocolate, na boca surpreende pela sua frescura e requinte, sendo capaz de mostrar uma excelente acidez e harmonia de sabores, destacando-se os frutos secos, a madeira velha e um certo melado, além da amêndoa torrada, fruta cristalizada e tantas outras coisas... tem um final longuíssimo e de persistência indescritível.
Classificação Pessoal: 19
Burmester Colheita 1900 (Porto)

Etiquetas:

1655 - Michel Lynch Sauvignon Blanc 2008 (Branco)

1655 - Michel Lynch Sauvignon Blanc 2008 (Branco)
Região: França
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Michel Lynch
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Daniel Lhose
Notas de Prova: Cor citrina com leve tonalidade esverdeada, o nariz apresenta-se muito marcado por aromas vegetais e até herbáceos, num fundo limonado, a boca revela um corpo agradável, uma boa acidez, continuam os vegetais que fazem lembrar alguns espargos e uma leve sensação frutada, o final é médio/longo.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Junho 2010

Rótulo: Michel Lynch, founder of the famous 18th century estate Château Lynch-Bages, was na iconic figure in Bordeaux history and still inspires the region today. This wine, which bears his name, benefits from the expertise of a technical team renowned in the world of classified growths. It is the result of a rigorous selection of the noblest grapes in the vineyard, which have been harvested at maturity and vinified with care. A winethat is elegant and fruity, Michel Lynch is a true reflection of the wealth of its terroir - one of the most prestigious in the world. The coat of arms that adorns the label represents the Lynch family arms: the lynx symbolises the family's spirit of independence and the three shamrocks denote their Irish region.

Etiquetas: , , , ,

sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

1654 - Ponte das Canas 2007 (Tinto)

1654 - Ponte das Canas 2007 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Franca, Touriga Nacional e Alicante Bouschet
Produtor: Vinhos da Cavaca Dourada, SA
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Cor intensa no centro e ligeiramente violácea à volta, revela um nariz complexo e ao mesmo tempo expressivo, onde os frutos silvestres, as notas de especiarias, a madeira e delicados toques florais, formam um conjunto agradável e bem interessante, na boca é um vinho encorpado e estruturado, marcado pelas notas de frutos pretos aliados a sugestões de café e alguma pimenta, os taninos mostram firmeza e o final é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Outubro 2010

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Blue Wine: ...................................16
• Data da Revista: Setembro 2007

Rótulo: Aromas e sabores das Tourigas Franca e Nacional, mesclados com a alma e tradição do Alicante Bouschet, mostram o entusiasmo pelo futuro e o respeito pela tradição.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

Prova de Vinhos Quinta da Carregosa (Fev/2011)

No passado dia 18/02/2011, realizei uma Prova dos Vinhos Quinta da Carregosa da produtora Maria Irene Costa da região do Douro.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 2 vinhos tintos.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Maria Irene Costa pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

1914 - Quinta da Carregosa Colheita 2008 (Tinto)Quinta da Carregosa Colheita 2008 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Produtor: Maria Irene Costa
Álcool: 14%
Enólogo: Anselmo Mendes e João Silva e Sousa
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e um nariz rico em notas florais, muito fruto vermelho e algumas sugestões de barrica e tosta, na boca é um vinho bem equilibrado, com boa acidez e uma estrutura interessante, continua frutado, especiado e termina com um comprimento e persistência medianos.
Classificação Pessoal: 15.5
Quinta da Carregosa Reserva 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Produtor: Maria Irene Costa
Álcool: 14%
Enólogo: Anselmo Mendes e João Silva e Sousa
Nota de Prova: Cor rubi carregada e concentrada, o nariz revela aromas finos e frescos de notas florais, bem acompanhados por fruta madura, nuances amentoladas e um leve toque abaunilhado, na boca é um vinho com um agradável volume, cheio de frescura e onde a fruta continua bem dominante, conta com uns taninos sedosos, uma bela complexidade e uma acidez bem evidente, revela capacidade de envelhecimento e um final comprido e muito persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
1915 - Quinta da Carregosa Reserva 2007 (Tinto)

Etiquetas:

1653 - Esporão 2 Castas 2007 (Branco)

1653 - Esporão 2 Castas 2007 (Branco)
Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz e Arinto
Produtor: Esporão S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: David Baverstock e Sandra Alves
Notas de Prova: Apresenta um nariz muito aromático, onde as notas de frutos tropicais e ligeiro pêssego estão bem atractivas, na boca é um vinho muito fresco, frutado e com uma agradável acidez, o final é médio/longo de comprimento e persistente.


Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Setembro 2010

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2008

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

1652 - Casa de Alegrete 2005 (Tinto)

1652 - Casa de Alegrete 2005 (Tinto)
Região: DOC Alentejo
Castas: Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet
Produtor: João Torres Pereira
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paolo Fiuza Nigra
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de forte intensidade e um nariz vivo, cheio de frutos vermelhos em sintonia com sugestões especiadas e amadeiradas, na boca é um vinho suave e ao mesmo tempo encorpado, onde revela um beo equilíbrio, continua frutado e faz ainda lembrar um leve toque vegetal seco, o final é mediano.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2010

Rótulo: Proveniente do Monte das Côrtes, propriedade da família Mouzinho há várias gerações, situada em terrenos xistosos na encosta da serra de São Mamede, a 600 metros de altitude. Foram seleccionadas das vinhas velhas da casa as seguintes castas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet. Com fermentação a temperaturas controladas, seguida de maceração, descansou em carvalho americano e francês, embebendo-se durante 12 meses, seguindo um estágio em garrafa. Este vinho deve ser servido a 18º, ideal para acompanhar caça, queijo e carnes gordas. Vinho não filtrado, sujeito a criar depósito. Enólogo Paolo Fiuza Nigra. Garrafa 9009 de 26500.

Etiquetas: , , , , , ,

1651 - Vinha da Defesa 2005 (Branco)

1651 - Vinha da Defesa 2005 (Branco)
Região: DOC Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto e Roupeiro
Produtor: Esporão S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: David Baverstock
Notas de Prova: Cor dourada e nariz marcado pelos aromas de fruta madura acompanhados por sugestões de lima/limão, na boca mostra-se suave, com fruta mais do tipo tropical e citrinos, apresenta uma ligeira evolução mas continua saboroso, o final é delicado e de comprimento médio.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Maio 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

1650 - Churchill's Estates 2007 (Tinto)


1650 - Churchill Estates 2007 (Tinto)
Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Churchill Graham, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: John Graham
Notas de Prova: Cor rubi intensa cheia de laivos violeta, no nariz as notas florais e os frutos silvestres estão muito atractivos e evidentes, na boca é um vinho encorpado, guloso e bem estruturado, continuado muito frutado e conta com um final prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................14.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Agosto 2009

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

1649 - Fiúza Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon 2009 (Rosé)

1649 - Fiúza Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon
Região: Regional Tejo
Castas: Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon
Produtor: Fiúza & Bright - Sociedade Vinícola, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Peter Bright
Notas de Prova: Cor vermelha intensa e nariz muito fresco e jovem, onde os frutos vermelhos, as notas florais e uma leve sensação vegetal, proporcionam um conjunto bem atractivo, na boca a fruta merece todo o destaque, revela-se um vinho redondo, de fácil prova e que conta com um final mediano, em termos de persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Dezembro 2009

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............13.5
• Data da Revista: Setembro 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14
• Data da Revista: Junho 2010

Rótulo: Composição: Cabernet Sauvignon e Touriga Nacional. Vinificação: Fermentação controlada a 14º em cubas inox. Características: Cor rosé profundo. Aroma sedutor com notas florais a violeta com um toque a morango. Paladar refrescante com fragâncias a frutos silvestres. Final elegante e extremamente fresco. Temperatura ideal para consumo: 11ºC-13ºC. Gastronomia: Excelente como aperitivo e recomendado para acompanhar peixe grelhado, mariscos e refeições leves.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 20 de Fevereiro de 2011

1648 - Marquês de Borba 2005 (Branco)

1648 - Marquês de Borba 2005 (Branco)
Região: DOC Alentejo
Castas: Arinto, Roupeiro e Rabo de Ovelha
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Apresenta uma cor dourada e um nariz dominado pelos aromas minerais, onde já é notória alguma evolução, na boca revela frescura e uma acidez equilibrada, com a companhia de alguma fruta, o final é mediano de comprimento e persistência.


Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Abril 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

1647 - Quinta do Monte d'Oiro Reserva 2006 (Tinto)


1647 - Quinta do Monte d'Oiro Reserva 2006 (Tinto)
Região: Regional Lisboa
Castas: Syrah e Viognier
Produtor: José Bento dos Santos - Quinta do Monte D'Oiro
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14%
Enólogo: José Bento dos Santos, Graça Gonçalves e Gregory Viennois
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz elegante e rico em notas de fruta preta envolvidas em delicados aromas de especiarias, nomeadamente pimenta, alguma barrica e ainda um leve toque balsâmico, na boca é um vinho harmonioso, muito equilibrado e volumoso, revela uns taninos polidos e um paladar muito guloso, onde a fruta casa na perfeição com elegantes notas de barrica e um leve e subtil toque achocolatado, o final de boca é prolongado e relativamente persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Maio 2013

Classificação Pessoal: ......................................18
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Junho 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17.5
• Data da Revista: Outubro 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.7
• Data da Revista: Outubro 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.7
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17.5
• Data da Revista: Janeiro 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18
• Data da Revista: Dezembro 2009

Rótulo: "A metáfora do ouro passa por este monte". Um vinho criado num terroir de eleição. Um terroir cujas encostas se cobrem, ao por-do-sol, de bonitos tons dourados. Um terroir conhecido, desde o séc. XVII, como o "Monte d'Oiro".

Etiquetas: , , , , , ,

sábado, 19 de Fevereiro de 2011

1646 - Quinta do Monte d'Oiro Lybra Syrah 2006 (Tinto)


1646 - Quinta do Monte d'Oiro Lybra Syrah 2006 (Tinto)
Região: Regional Lisboa
Castas: Syrah
Produtor: José Bento dos Santos - Quinta do Monte D'Oiro
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: José Bento dos Santos, Graça Gonçalves e Gregory Viennois
Notas de Prova: Apresenta uma cor granada muito fechada e concentrada, o nariz é revelador de frutos vermelhos, acompanhados por uma ligeira sensação de diversas especiarias, por notas florais e alguma tosta, na boca mostra um paladar muito agradável e equilibrado, com boa estrutura e taninos redondos, apresenta-se muito frutado e elegante, o final tem um comprimento médio/longo e uma interessante persistência.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.5
• Data da Revista: Outubro 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Janeiro 2010

Rótulo: O signo da balança e da harmonia. O signo das vindimas. O equilíbrio harmonioso entre a casta, a fruta e o terroir. Um vinho que se interpenetra, com a alegria da sua juventude, na culinária do dia a dia.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

1645 - José Bento dos Santos Originals Aurius 2006 (Tinto)

1645 - José Bento dos Santos Originals Aurius 2006 (Tinto)
Região: Regional Lisboa
Castas: Touriga Nacional, Syrah e Petit Verdot
Produtor: José Bento dos Santos - Quinta do Monte D'Oiro
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 13.5%
Enólogo: José Bento dos Santos, Graça Gonçalves e Gregory Viennois
Notas de Prova: Cor rubi carregada no centro e auréola de tons violáceos, o nariz revela-se muito complexo, onde as frutas pretas surgem acompanhadas por um leve toque floral, num fundo especiado e onde a madeira de qualidade confere elegância, na boca é um vinho encorpado, volumoso e aveludado, revela uma grande estrutura e complexidade, benefeciando de sedutores sabores de notas de café, chocolate e ameixas pretas, o final é atractivo, longo e bem persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.3
• Data da Revista: Outubro 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.3
• Data da Revista: Abril 2010

Rótulo: O talento e o empenho do Homem elevaram a majestosa Touriga Nacional, complementado-a criteriosamente com uma combinação única de cstas adequadas (Syrah e Petit Verdot) a consagrar a expressão áurea do terroir onde nasceu.

Etiquetas: , , , , , ,

1644 - José Bento dos Santos Originals Têmpera Tinta Roriz 2006 (Tinto)

1644 - José Bento dos Santos Originals Têmpera Tinta Roriz 2006 (Tinto)
Região: Regional Lisboa
Castas: Tinta Roriz
Produtor: José Bento dos Santos - Quinta do Monte D'Oiro
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 13.5%
Enólogo: José Bento dos Santos, Graça Gonçalves e Gregory Viennois
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz muito complexo, onde os frutos vermelhos mostram delicadeza devido à imponência das especiarias, nomeadamente as notas de café, a madeira de qualidade e uma leve sensação fumada, na boca é um vinho macio apesar de volumoso, conta com taninos vivos mas não exagerados, muitas especiarias, como as pimentas e as notas de café, que continuam dominantes e conferem ao vinho uma complexidade e estrutura agradável, o final é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.8
• Data da Revista: Abril 2010

Rótulo: É a têmpera que transforma o ferro humildeno nobre aço. E é a têmpera que molda o carácter ao Homem. Eis o "Têmpera", um Tinta Roriz desenhado por José Bento dos Santos. Com têmpera. Com nobreza. Com carácter.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011

1643 - Quinta do Monte d'Oiro Madrigal Viognier 2008 (Branco)


1643 - Quinta do Monte d'Oiro Madrigal Viognier 2008 (Branco)
Região: Regional Lisboa
Castas: Viognier
Produtor: José Bento dos Santos - Quinta do Monte D'Oiro
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: José Bento dos Santos, Graça Gonçalves e Gregory Viennois
Notas de Prova: Apresenta uma bonita e brilhante cor amarela, revelando aromas iniciais de fruta tropical apoiados num fundo muito mineral, no decorrer da prova dão um ar da sua graça, as frescas sugestões citrinas e um ligeiro e subtil toque melado, na boca é um vinho untuoso, volumoso e muito saboroso, onde as frutas brancas revelam-se dominadoras, apoiadas numa acidez fantástica e num leve mas fino toque abaunilhado, o final é harmonioso, muito prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Setembro 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2009

Rótulo: Madrigal, s.m. (it. Madrigale) - Pequena composição poética que exprime um pensamento fino, lisonjeiro e terno, (…)

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

1642 - Covela 2007 (Rosé)


1642 - Covela 2007 (Rosé)
Região: Regional Vinhos Verdes
Castas: Touriga Nacional, Merlot e outras
Produtor: Quinta de Covela Sociedade Agrícola S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Cunha
Notas de Prova: Apresenta uma cor vermelha intensa e um nariz com fortes sugestões vegetais e florais, ficando em segundo plano leves sensações de frutos vermelhos, na boca é um vinho suave, fresco e equilibrado, revela mais fruta e conta com um final mediano.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Junho 2010

Rótulo: Uvas de Agricultura Biológica - Controlo Ecocert Portugal. Touriga Nacional, Merlot, Outras, cor romã, frutado, complexo, seco. Produzido numa Quinta sobre o Rio Douro, a baixa altitude, em solos graníticos, no limite nascente de entre Douro e Minho.

Etiquetas: , , , , , ,

1641 - Covela Colheita Seleccionada 2007 (Branco)


1641 - Covela Colheita Seleccionada 2007 (Branco)
Região: Regional Vinhos Verdes
Castas: Avesso e Chardonnay
Produtor: Quinta de Covela Sociedade Agrícola S.A.
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Cunha
Notas de Prova: Cor dourada e aromas de fruta madura misturadas com leves e subtis sugestões fumadas, sendo que a madeira dá ainda um ar da sua graça, embora com alguma discrição, na boca é um vinho com estrutura, complexo e um corpo volumoso, continua bem frutado e apresenta um final prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Julho 2009

Rótulo: Uvas de Agricultura Biológica - Controlo Ecocert Portugal PT/AB 02. Avesso, Chardonnay, estagiado em casco. Nariz complexo, encorpado, seco e longo. Produzido numa Quinta sobre o Rio Douro, a baixa altitude, em solos graníticos, no limite nascente de entre Douro e Minho.

Etiquetas: , , , , ,

terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

1640 - Oscar's 2008 (Tinto)


1640 - Oscar's 2008 (Tinto)
Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Vinoquel - Vinhos Óscar Quevedo Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Óscar Quevedo
Notas de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola marcada por tons violáceos, no nariz o destaque vai para os frutos silvestres aliados a frescos toques florais, na boca é um vinho agradável, muito equilibrado, com taninos bem redondos e com uma boa dose de fruta durante toda a prova, o final tem um comprimento médio/longo e uma persistência interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Rótulo: Olá! Eu sou o Oscar, e queria apenas agradecer-te por teres escolhido o meu vinho. Convido-te a comunicar comigo, seja fazendo uma pergunta no Twitter @oscarswine, comentando uma receita do meu blog, www.oscarswine.com, ou, melhor ainda sugerindo-me uma! Não vou encher este rótulo com o habitual palavreado técnico e sugestões gastronómicas ridículas, mas continuarei a mostrar a nossa vida nas margens do Douro através de vídeos que partilho no Youtube. Espero que saboreies este vinho com boa comida e, mais importante, com um ou dois amigos… é que foi mesmo para isto que eu o fiz!

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

1639 - Quinta de Soalheiro Reserva Alvarinho 2007 (Branco)


Quinta do Soalheiro Reserva Alvarinho 2007 (Branco)
Região: DOC Vinhos Verdes
Castas: Alvarinho
Produtor: Quinta de Soalheiro
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 13%
Enólogo: António Luis Cerdeira
Notas de Prova: Cor amarela com boa concentração e nariz muito vegetal, algo herbáceo até, não deixando a madeira dominar os aromas, no decorrer da prova aparecem ligeiros toques citrinos e alguma fruta madura, na boca o equilíbrio é a nota dominante, conta com um bom volume e uma acidez bem evidente, revela um paladar envolvente, muito citrino e frutado, que equilibra com delicadas sugestões especiadas e muito minerais, o final é persistente e de comprimento médio/longo.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Pessoal: ......................................18
• Data da Prova: Julho 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18
• Data da Revista: Maio 2009

Rótulo: Alvarinho fermentado e estagiado em cascos de carvalho.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 13 de Fevereiro de 2011

1638 - Wyndham Estate Bin 444 Cabernet Sauvignon 2005 (Tinto)

1638 - Wyndham Estate Bin 444 Cabernet Sauvignon 2005 (Tinto)
Região: Austrália
Castas: Cabernet Sauvignon
Produtor: Wyndham Estate Wines
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Tony Hooper
Notas de Prova: Apresenta uma cor granada bem concentrada e uma auréola avermelhada, o nariz revela fortes aromas de pimento mmaduro acompanhados por leves toques vegetais e alguma fruta vermelha, na boca é um vinho com estrutura e complexidade, mostra uns taninos bem redondos, fortes sugestões de especiaria aliadas a leves sugestões de pimentos e alguma madeira, o final é médio/longo.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2010

Rótulo: The Wyndham Estate story began over 170 years ago when George Wyndham established his vineyard and winery 200 kilometres north-west of Sydney. His single- minded dedication to handcrafting intensely flavoured wine is a proud legacy that endures at Wyndham Estate. Bin 444 offers rich, generous flavours of ripe blackcurrant, red berry fruits and plums. Subtle use of French oak adds complexity. This wine is the perfect complement to barbequed steak, duck, chocolate desserts and chese. Enjoy a glass and let our experience add to yours! Tony Hooper, Winemaker.

Etiquetas: , , , , ,

sábado, 12 de Fevereiro de 2011

1637 - Quinta do Vallado Reserva 2007 (Tinto)


1637 - Quinta do Vallado Reserva 2007 (Tinto)
Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Tinta Amarela, Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão
Produtor: Quinta do Vallado - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Francisco Olazabal
Notas de Prova: Cor rubi intensa com uma fina auréola de tonalidade avermelhada, o nariz revela uma forte componente de especiarias, aliadas a delicadas notas de tosta e barrica, fruta preta e ainda uma ligeira sensação mineral, na boca é um vinho encorpado, elegante e com um volume bem agradável, apresenta uns taninos polidos e um paladar rico em notas de fruta preta, madeira, especiarias e ainda um leve toque apimentado e de cacau, o final de boca é prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Setembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Outubro 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Janeiro 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Novembro 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Outubro 2009

Rótulo: A Quinta do Vallado situa-se no vale do rio Douro, e mantém-se na família Ferreira, descendente de Dona Antónia Adelaide Ferreira, há seis gerações. Castas Predominantes: Tinta Roriz, Tinta Amarela, Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão. Foi engarrafado após um estágio de 17 meses em meias pipas de carvalho francês. Enólogo: Francisco Olazabal.

Etiquetas: , , , , , , , ,

1636 - Aveleda Follies Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon 2007 (Tinto)

1636 - Aveleda Follies Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon 2007 (Tinto)
Região: DOC Bairrada
Castas: Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon
Produtor: Sociedade Agrícola e Comercial da Quinta da Aveleda, S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Manuel Soares
Notas de Prova: Cor rubi intensa e aromas vegetais e apimentados bem evidentes, secundados por ligeiras nuances de especiarias e fruta madura, na boca é um vinho cheio de raça que conta com uns taninos firmes e uma complexidade e estrutura marcantes, a fruta está mais exposta, embora a madeira e acima de tudo, as sensações apimentadas e balsâmicas, continuem dominantes, tem um final médio/longo, em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Janeiro 2011

Rótulo: Fonte Nossa Senhora da Vandoma. Imponente fonte de granito à Fonte Nossa Senhora da Vandoma, padroeira da cidade do Porto. De cor granada profunda, apresenta um apetecível e intenso nariz, evidenciando a presença de frutos silvestres e um ligeiro toque a madeira. Tem uma boca muito fresca, com taninos macios, apresentando-se elegante no seu conjunto. Ideal no acompanhamento de pratos de carne grelhada e caça. Aconselha-se a decantação prévia ao consumo que deve efectuar-se entre os 16 e 18ºC.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

1635 - Vallado 2007 (Tinto)


1635 - Vallado 2007 (Tinto)
Região: DOC Douro
Castas: Tinta Barroca, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Amarela, Touriga Nacional e Sousão
Produtor: Quinta do Vallado - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Francisco Olazabal
Notas de Prova: Cor rubi de agradável concentração e nariz perfumado por notas florais combinadas com frutos do bosque e um leve toque especiado e fumado, na boca é um vinho equilibrado, com boa estrutura e acidez, onde o paladar revela uma boa dose de fruta e uma interessante combinação com as notas de barrica, termina com um comprimento e persistência ligeiramente acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Outubro 2011

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Junho 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Fevereiro 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Outubro 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Março 2009

Rótulo: A Quinta do Vallado situa-se no vale do rio Douro, e mantém-se na família Ferreira, descendente de Dona Antónia Adelaide Ferreira, há seis gerações. Ass: Maria Antónia Ferreira. Castas Predominantes: Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional e Sousão. Enólogo: Francisco Olazabal.

Etiquetas: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

1634 - Morgadio da Calçada 2008 (Branco)


Região: DOC Douro
Castas: Códega, Rabigato, Viosinho, Arinto e Malvasia
Produtor: Casa da Calçada / Niepoort Vinhos, S.A.
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Dirk Niepoort
Notas de Prova: Cor citrina e límpida e um nariz fresco e elegante, composto por notas minerais, tostadas e levemente frutadas, na boca é um vinho muito equilibrado e ao mesmo tempo complexo, revela fruta, uma leve tosta e um ligeiro fumado, formando um conjunto harmonioso que conta com um final elegante, vivo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2011

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16
• Data da Revista: Julho 2010 / Agosto 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Outubro 2009

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Setembro 2009

Rótulo: O Morgadio da Calçada foi instituído na aldeia histórica de Provezende nos finais do séc. XVII. Para Dirk van der Niepoort é uma oportunidade única de explorar as fantásticas vinhas da Casa da Calçada, cujos armazéns são aqui retratados pelo Arq. Álvaro Siza Vieira.

Etiquetas: , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011

1633 - Fonte do Nico Light 2009 (Rosé)

1633 - Fonte do Nico Rosé Light 2009 (Rosé)
Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Castelão
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Preço: < 2€
Álcool: 10%
Enólogo: Jaime Quendera
Notas de Prova: Cor salmão pálida e nariz delicadamente frutado em conjunto com parcas notas florais, na boca é um vinho fácil e sem grandes compromissos, revela-se fresco e com um final curto mas agradável.


Classificação Pessoal: ......................................13.5
• Data da Prova: Maio 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................13.5
• Data da Revista: Setembro 2010

Classificação Revista Escanção: ........................79*
• Data da Prova: Julho 2010 / Agosto 2010
* Classificação de 0-100


Classificação Revista Escanção: ........................78*
• Data da Prova: Maio 2010 / Junho 2010
* Classificação de 0-100


Rótulo: É um novo conceito de vinho na região "Península de Setúbal", leve, fresco, floral e elegante. O Fonte do Nico Rosé destina-se ao consumidor moderno que gosta de viver a vida intensamente. É leve, "Light" por ter apenas 10% de álcool, sendo menos alcoólico que o Fonte do Nico Rosé normal, não por ter menos calorias. Servir fresco, entre 8-10ºC, como aperitivo ou à acompanhar pratos leves e saladas.

Etiquetas: , , , , ,