• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

terça-feira, 31 de Maio de 2011

1776 - Etc Colheita Seleccionada 2007 (Tinto)

1776 - Etc Colheita Seleccionada 2007 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonez e Alicante Bouschet
Produtor: Maria da Graça de Noronha Mendes de Almeida
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Cor rubi de mediana concentração e nariz perfumado por frescas notas de fruta madura, acompanhada por uma ligeira sensação vegetal e delicadas sugestões a madeira, na boca é um vinho equilibrado, conta com uns taninos firmes e uma fruta bem casada com as especiarias, o final é mediando, em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Agosto 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Novembro 2009

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

1775 - Vila Santa Reserva 2008 (Tinto)


1775 - Vila Santa Reserva 2008 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonês, Touriga Nacional e Trincadeira, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Apresenta uma cor intensa e um nariz complexo e rico em notas de frutos silvestres, ligeiro vegetal e uma delicada sensação apimentada, num fundo mais especiado, na boca é um vinho estruturado, encorpado, com taninos firmes e um paladar equilibrado e bem preenchido pelo conjunto fruta e notas de barrica, termina mais especiado e com um comprimento e persistência médios/longos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Setembro 2014

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Dezembro 2011

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Agosto 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Julho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16
• Data da Revista: Janeiro 2011 / Fevereiro 2011

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.7
• Data da Revista: Dezembro 2010

Classificação Blue Wine: ...................................16
• Data da Revista: Novembro 2010

Classificação Revista Escanção: ........................90*
• Data da Prova: Setembro 2010 / Outubro 2010
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Julho 2010

Rótulo: As excelentes características das castas Aragonês, Touriga Nacional e Trincadeira, aliadas à elegância do Cabernet Sauvignon, à rusticidade do Alicante Bouschet e ao estágio em meias pipas novas, resultam num vinho invulgar de excelente complexidade.

Etiquetas: , , , , , , , ,

segunda-feira, 30 de Maio de 2011

1774 - Vidigueira Cinquentenário 2009 (Branco)

1774 - Vidigueira Cinquentenário 2009 (Branco)
Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz e Perrum
Produtor: Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito, C.R.L.
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Melícias e José Martins da Fonseca
Notas de Prova: Cor citrina de tonalidade levemente amarelo torrado, o nariz revela aromas frescos de lima/limão acompanhados por uma ligeira sensação vegetal e alguma fruta, na boca é um vinho muito agradável que conta com uma interessante estrutura e uma acidez bem presente, a fruta está agora dominante, secundada por uma forte componente citrina, terminando com um final de boca médio/longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Dezembro 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Janeiro 2011

Rótulo: Para comemorar o cinquentenário da nossa Adega escolhemos um vinho branco de 2009 que, em termos de fruta e complexidade, representasse aquilo que são actualmente os excelentes brancos da Vidigueira. Tendo por base as castas Antão Vaz e Perrum, resultou citrino, aromático (notas de frutos tropicais e alperce), estrutrurado, fresco, elegante e de final longo e suave. Deve ser consumido à temperatura de 10/12ºC.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 29 de Maio de 2011

Almoço (mais um...) de velhos amigos Bloggers... (Abr/2011)


No passado dia 16/04/2011, teve lugar mais um Almoço onde se juntaram alguns velhos amigos Bloggers de Vinho.

Durante o almoço e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os seguintes Bloggers:
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- João Pedro Carvalho (Blog Copo de 3)
- Miguel Pereira (Blog Pingamor)
- Nuno Oliveira Garcia (Blog Saca a Rolha)
e ainda o convidado José Carlos.
O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos (alguns em Prova Cega) que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Almoço:

Quinta da Ponte Pedrinha 2009 (Branco)Quinta da Ponte Pedrinha 2009 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas: Encruzado e Malvasia
Produtor: Maria de Lourdes Mendes Oliva Nunes Osório
Álcool: 13%
Enólogo: Catarina Simões e Lafaette Agra
Nota de Prova: Cor citrina delicada e nariz repleto de aromas frescos citrinos misturados com delicadas nuances florais e alguma mineralidade, na boca é um vinho equilibrado que conta com uma agradável acidez e uma estrutura mediana, os citrinos continuam dominantes, agora acompanhados por um ligeiro toque herbáceo, final seco, de comprimento médio/longo e persistência correcta.
Classificação Pessoal: 15.5
Chablis Les Deux Rives 2008 (Branco)

Região: França
Castas: Chardonnay
Produtor: Olivier Leflaive
Álcool: 12.5%
Enólogo: Olivier Leflaive
Nota de Prova: Cor citrina levemente esverdeada, o nariz revela elegância e vivacidade, beneficiando do equilíbrio entre as notas minerais, vegetais e florais, na boca é revelada uma agradável acidez e um vibrante paladar, onde a fruta madura aparece acompanhada por sugestões vegetais, lima e um leve toque herbáceo, o final é muito seco, estruturado e medianamente prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 16
1992 - Chablis Les Deux Rives 2008 (Branco)
Quinta dos Carvalhais Colheita Seleccionada 2004 (Branco)Quinta dos Carvalhais Colheita Seleccionada 2004 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas: Encruzado e Verdelho
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Álcool: 13.5%
Enólogo: Manuel Vieira
Nota de Prova: Cor dourada bem bonita e nariz marcado por aromas amanteigados, ligeiramente fumados e especiados, num estilo agradável e algo evoluído, na boca revela uma interessante acidez, um paladar tostado e amanteigado, fazendo lembrar alguma madeira usada, conta ainda com uma interessante estrutura e um final de comprimento médio/longo e persistência agradável.
Classificação Pessoal: 16.5
Georg Breuer Terra Montosa Riesling 2002 (Branco)

Região: Alemanha
Castas:
Riesling
Produtor: Weingut Georg Breuer
Álcool: 12%
Enólogo: Bernhard Breuer
Nota de Prova: Apresenta uma cor palha de reflexos dourados, o nariz revela aromas apetrolados e melados, que no decorrer da prova evoluem para sugestões de frutos secos e flores secas, na boca revela um volume agradável, uma notória evolução e uma estrutura equilibrada, as notas de mel continuam em evidência, terminando com um final de boca relativamente persistente e de comprimento curto/médio.
Classificação Pessoal: 15.5
Georg Breuer Terra Montosa Riesling 2002 (Branco)
Valdehermoso Roble 2008 (Tinto)Valdehermoso Roble 2008 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Bodegas y Viñedos Valderiz, S.L.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Isaac Fernandez Montaña
Nota de Prova: Cor rubi intensa e concentrada no centro e auréola de tonalidade violeta, o nariz revela-se muito floral aliado a evidentes notas de frutos silvestres e tosta muito subtil, num fundo especiado e amentolado, na boca é um vinho encorpado, com boa estrutura e fruta vermelha madura em destaque, acompanhada por ligeiras sugestões florais e vegetais, conta com uns taninos firmes e um final de comprimento médio/longo e persistência agradável.
Classificação Pessoal: 15.5
Chablis Joseph Drouhin 2008 (Branco)

Região: França
Castas: Chardonnay
Produtor: Maison Joseph Drouhin
Álcool: 12.5%
Enólogo: Laurence Jobard
Nota de Prova: Cor amarelo límpido e nariz muito citrino e floral que beneficia de sugestões limonadas e muito minerais, na boca é um vinho super equilibrado, com excelente acidez e uma elegância vibrante, continua bastante citrino e vegetal e termina muito seco, prolongado e com uma persistência acima da média.
Classificação Pessoal: 16.5
Chablis Joseph Drouhin 2008 (Branco)
Bajancas Private Selection 2008 (Branco)Bajancas Private Selection 2008 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Rabigato, Gouveio e Códega do Larinho
Produtor: António Alfredo Lamas
Álcool: 13%
Enólogo: 2PR
Nota de Prova: Apresenta uma cor citrina levemente esverdeada e um nariz onde é evidenciada uma fina tosta agradavelmente combinada com aromas de fruta madura, elegantes especiarias e uma componente vegetal bem notória, na boca é um vinho estruturado que conta com uma acidez brutal e um paladar unutoso e equilibrado pela dupla fruta/tosta, o final, além de muito seco, é prolongado e relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Pétalos 2005 (Tinto)

Região: Espanha
Castas:
Mencía
Produtor: Desciendentes de J. Palacios
Álcool: 14%
Enólogo: Ricardo Pérez e Álvaro Palacios
Nota de Prova: Cor granada de média concentração e ligeira evolução, o nariz revela imensas notas de especiarias combinadas com madeira e alguma fruta vermelha, na boca é um vinho com bom volume que alia a sua delicada acidez com a fruta madura, especialmente cerejas, conta ainda com taninos firmes e um final de comprimento médio/longo e de persistência relativa.
Classificação Pessoal: 16.5
Pétalos 2005 (Tinto)
1919 - Rutini Cabernet Sauvignon & Malbec 2008 (Tinto)Rutini Cabernet Sauvignon & Malbec 2008 (Tinto)

Região: Argentina
Castas:
Cabernet Sauvignon e Malbec
Produtor: Bodega La Rural Familia Rutini Wines
Álcool: 13.5%
Enólogo: Mariano Di Paola
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada e de tonalidade violeta, o nariz revela imensas notas de frutos silvestres bem maduros combinados com sensações vegetais, apimentadas e até fumadas, num fundo marcado por subtis aromas tostados, na boca apresenta um volume bem agradável, com boa estrutura e taninos firmes, a fruta preta está bem presente e misturada com ligeiras notas de café e baunilha, o final é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Arrayán Merlot 2004 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Merlot
Produtor: Bodegas Arrayán
Álcool: 14%
Enólogo: Maite Sánchez Márquez
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz rico em fruta madura e especiarias, como pimentas, bem como delicados aromas terrosos, menta e até algum café, na boca é um vinho de agradável volume e intensidade, com boa estrutura e taninos firmes mas que não pesam o conjunto, apesar da idade revela uma boa dose de fruta e uma acidez interessante, o final tem um comprimento médio/longo e uma interessante persistência.
Classificação Pessoal: 16.5
Arrayán Merlot 2004 (Tinto)
Arrayán Cabernet Sauvignon 2005 (Tinto)Arrayán Cabernet Sauvignon 2005 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Cabernet Sauvignon
Produtor: Bodegas Arrayán
Álcool: 14%
Enólogo: Maite Sánchez Márquez
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz bem composto por notas de fruta vermelha madura, madeira bem integrada e uma ligeira sensação tostada e apimentada, na boca destaca-se a fruta negra, muito envolvente, apoiada em notas de especiarias e um ligeiro toque de pimento, o paladar apresenta uma agradável estrutura e os taninos revelam solidez, o final é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 16
Paisajes VII 2006 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Garnacha
Produtor: Paisajes y Viñedos
Álcool: 13%
Enólogo: Miguel Ángel de Gregorio
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e um nariz elegante e rico em notas de fruta vermelha madura, ligeiras sensações florais e um suave toque apimentado e mineral, na boca é um vinho impetuoso, fresco, cheio de fruta e onde o estágio em barricas e posteriormente em garrafa, conferem ao conjunto uma enorme complexidade e amplitude, tornando-o elegante, bem encorpado e com taninos delicados mas ao mesmo tempo cheios de garra, o final é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Paisajes VII 2006 (Tinto)
Arrayán Syrah 2005 (Tinto)Arrayán Syrah 2005 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Syrah
Produtor: Bodegas Arrayán
Álcool: 14%
Enólogo: Maite Sánchez Márquez
Nota de Prova: Apresenta uma brilhante cor rubi, algo carregada e muito concentrada, o nariz revela uma atractiva fineza de aromas, destacando-se a fruta vermelha, um ligeiro toque vegetal e especiado e ainda uma agradável sensação torrada e mineral, na boca é um vinho elegante mas ao mesmo tempo poderoso e cheio de raça, onde a fruta aparece bem casada com a madeira e sente-se um ligeiro licoroso muito fresco, o final é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17
Aneto Grande Reserva 2008 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Sobredos - Produção e Comércio de Vinhos, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Francisco Montenegro
Nota de Prova: Apresenta uma cor muito carregada, quase opaca no centro e auréola de tonalidade violeta, o nariz revela elegantes aromas florais bem misturados com a fruta madura, tosta muito fina e um sensação balsâmica e mineral que abrilhanta o conjunto, na boca é um vinho poderoso mas elegante, complexo e muito encorpado, onde a fruta e as finas notas tostadas e abaunilhadas casam na perfeição, conta ainda com uma belíssima acidez e uma imensa frescura, o final é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Aneto Grande Reserva 2008 (Tinto)
Messias Colheita 1977 (Porto)Messias Colheita 1977 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão, Tinta Barroca e Tinta Roriz
Produtor: Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias, SA
Álcool: 20%
Enólogo: Elisete Beirão
Nota de Prova: Foram só "algumas gotas" mas o suficiente para se sentir a envolvência de aromas, entre os frutos secos, avelãs e amêndoas, algum fumado e uma leve sensação terrosa, na boca revela complexidade, fineza e um paladar aveludado, cheio e com boa acidez, termina longo e persistente.
Classificação Pessoal: 18
Quinta do Vale Meão Vintage 2008 (Porto)

Região: Douro
Castas: Tinta Barroca, Tinta Amarela, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional, Sousão e Tinto Cão
Produtor: Francisco Olazabal & Filhos, Lda
Álcool: 19.5%
Enólogo: Francisco de Olazabal
Nota de Prova: Cor retinta e nariz poderoso, cheio de fruta preta, cereja e amoras, frutos silvestres e um leve toque de caramelo, bem como um evidente mineral, na boca alia a sua elegância ao poderio e imensa juventude que demonstra, conta com um paladar volumoso, envolvente e cheio de fruta, o final é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Quinta do Vale Meão Vintage 2008 (Porto)
Warre's Quinta da Cavadinha 1989 (Porto)Warre's Quinta da Cavadinha 1989 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Symington Family Estates
Álcool: 20%
Enólogo: Peter Symington e Charles Symington
Nota de Prova: Apresenta uma cor avermelhada de grande intensidade e concentração, o nariz revela-se elegante, envolvente e fino, onde as notas de fruta vermelha bem madura misturam-se agradavelmente com ligeiras sensações especiadas e um delicado toque mineral, na boca é um vinho volumoso, de paladar aveludado e ligeiramente licoroso, continua muito frutado e conta com uma estrutura bem interessante, o final tem um comprimento médio/longo e uma boa persistência.
Classificação Pessoal: 17
Contraste 2009 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Códega de Larinho e Rabigato
Produtor: Conceito - Sociedade de Vinhos, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Rita Marques
Nota de Prova: Cor pálida e nariz dominado por aromas florais, minerais e uma delicada nuance limonada e vegetal, na boca é um vinho que apresenta uma bela acidez, um paladar vivo, onde as notas citrinas e minerais estão muito bem combinadas e equilibradas, o final tem um comprimento médio/longo e uma persistência agradável.
Classificação Pessoal: 16
Contraste 2009 (Branco)
Quinta da Sequeira Colheita Tardia 2009 (Branco)Quinta da Sequeira Colheita Tardia 2009 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Malvasia Fina
Produtor: Mário Jorge Eugénio Monteiro Cardoso - Quinta da Sequeira
Álcool: 12%
Enólogo: Jorge Sousa Pinto e Rui Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor dourada brilhante e um nariz onde se destacam as notas florais misturadas com sugestões meladas e alguns frutos secos, na boca ganha dimensão a doçura que apresenta, apoiada num paladar harmonioso, bem composto por frutos secos, mel e um leve toque citrino, o final é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta das Lamelas (Moscatel)

Região: Douro
Castas: Moscatel Galego Branco
Produtor: Quinta das Lamelas
Álcool: 17%
Enólogo: Luís Rodrigues
Nota de Prova: Cor dourada e nariz muito floral aliado a evidentes notas de flor de laranjeira, fruta cristalizada e algum anis, na boca é um vinho equilibrado, que conta com um paladar untuoso, relativamente volumoso e harmonioso, são notórias as sugestões de algum biscoito, frutos secos e ainda fruta madura, o final é envolvente e de comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta das Lamelas (Moscatel)

Etiquetas:

1773 - Uitkyk Sauvignon Blanc 2009 (Branco)

1773 - Uitkyk Sauvignon Blanc 2009 (Branco)
Região: África do Sul
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Uitkyk Wine Estate
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Estelle Lourens
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarelo pálido de forte tonalidade esverdeada, o nariz revela aromas vegetais, pimento verde e um toque herbáceo bem evidente, na boca realce para a sua frescura e acidez, além da fruta tropical e notas vegetais, termina de forma mediana mas bem saborosa.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2011

Rótulo: Pronounced: 8 - cake / Means: Panoramic view. Perched on the slopes of the Simonsberg Mountain near Stellenbosch, Uitkyk commands spectacular views of Table Mountain and the surrounding Peninsula. The Uitkyk wines reflect the majesty and grace of these vistas. Delicate herbaceous flavours, including green pepper and fig leaves, are backed by granadilla and litchi on the nose following through to a crisp and lively palate with smooth tropical fruit flavours. Serve well chilled as a refreshing aperitif or with crunchy salads.

Etiquetas: , , , , ,

sábado, 28 de Maio de 2011

1772 - Quinta do Ortigão Sauvignon Blanc & Bical 2009 (Branco)

1772 - Quinta do Ortigão Sauvignon Blanc & Bical 2009 (Branco)
Região: Regional Beiras
Castas: Sauvignon Blanc e Bical
Produtor: Quinta do Ortigão Sociedade Agroturística, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Osvaldo Amado
Notas de Prova: Cor amarela de tonalidade pálida e nariz expressivo, onde as notas de fruta madura, principalmente pêra e alguns frutos tropicais, equilibram agradavelmente com um certo toque mineral, na boca é um vinho fresco, com interessante acidez e fruta madura sempre presente, termina curto mas saboroso.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Novembro 2010

Rótulo: Elaborado a partir das castas Sauvignon Blanc (85%) e Bical (15%), resulta num vinho fresco, frutado, elegante e harmonioso. Consumir a 8/10ºC.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 27 de Maio de 2011

1771 - Quinta do Quetzal Reserva 2007 (Tinto)


1771 - Quinta do Quetzal Reserva 2007 (Tinto)
Região: DOC Alentejo
Castas: Trincadeira, Alfrocheiro e Alicante Bouschet
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Reguinga e José Portela
Notas de Prova: Cor rubi intensa e concentrada, o nariz revela evidentes aromas de tosta e baunilha, apoiados em alguma fruta preta e um leve toque vegetal, na boca é um vinho volumoso e aveludado, onde a fruta combina muito bem com as notas abaunilhadas e achocolatadas, os taninos estão bem redondos e o final tem um comprimento médio/longo e uma boa persistência.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Março 2011

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Setembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Agosto 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Abril 2010

Rótulo: Elaborado de parcelas de solos de xisto, na original encosta de Vila de Frades, a partir das castas Trincadeira, Alfrocheiro, Alicante Bouschet, com vinificação em balseiros de carvalho francês, maturação prolongada de 12 meses em barrica e estágio em garrafas durante 8 meses. Ao nariz mostra uma grande intensidade, expressa em frutos negros, envolvidos por uma cremosa tosta de madeira, muito longa e persistente. Servir a 16ºC, com carnes e peixes de longa confecção. Consumir ou guardar até 2014.

Etiquetas: , , , , , ,

1770 - Vidigueira Grande Escolha 2008 (Tinto)

1770 - Vidigueira Grande Escolha 2008 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez e Trincadeira
Produtor: Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito, C.R.L.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: João Melícias e José Martins da Fonseca
Notas de Prova: Apresenta um cor granada de média concentração e um nariz dominado pelas notas de fruta preta madura aliada a evidentes sugestões de especiarias e uma subtil nuance tostada, na boca é um vinho bem estruturado, volumoso e encorpado, onde a fruta continua e harmonia com as especiarias e um certo toque achocolatado, o final tem um comprimento médio/longo e uma agradável persistência.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Junho 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2011

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Março 2010

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Maio 2010 / Junho 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14.5
• Data da Revista: Março 2010

Rótulo: Escolhido entre os melhores tintos da colheita de 2008 tem por base as castas Trincadeira e Aragonês. De cor granada intensa e grande estrutura, estagiou 9 meses em barricas de Carvalho Francês e Americano. Engarrafado em Outubro de 2009, resultou muito complexo e frutado (compota de ameixa). No sabor é elegante, apesar de encorpado, com a madeira bem integrada e um final suave e longo com leves notas de café e cacau. Servir à temperatura de 17/18ºC.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 26 de Maio de 2011

1769 - Alfaraz Colheita Seleccionada 2009 (Branco)


1769 - Alfaraz Colheita Seleccionada 2009 (Branco)
Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz e Verdelho
Produtor: Henrique Uva - Herdade da Mingorra
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Pedro Hipólito
Notas de Prova: Cor citrina de laivos levemente esverdeados, apresenta um nariz muito floral, acompanhados por subtis notas de fruta madura e uma certa mineralidade, na boca revela um paladar fresco e muito frutado, os citrinos estão em evidência e o final tem um comprimento médio/longo e uma agradável persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Agosto 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

1768 - Olho de Mocho 2009 (Rosé)

1768 - Olho de Mocho 2009 (Rosé)
Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Syrah e Aragonez
Produtor: Herdade do Rocim
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: António Ventura e Catarina Vieira
Notas de Prova: Cor vermelha bem viva e nariz rico em notas florais, groselha e alguma fruta vermelha, formando um conjunto agradável e atractivo, na boca apresenta-se equilibrado, com alguma estrutura e taninos vistosos, a fruta está dominante e o final revela-se algo seco mas saboroso e persistência interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Agosto 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............15
• Data da Revista: Outubro 2010

Classificação Revista Escanção: ........................87.5*
• Data da Prova: Setembro 2010 / Outubro 2010
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Agosto 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 25 de Maio de 2011

1767 - Barranco Longo Grande Escolha 2009 (Branco)


1767 - Barranco Longo Grande Escolha 2009 (Branco)
Região: Regional Algarve
Castas: Arinto e Chardonnay
Produtor: Quinta do Barranco Longo
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Luís Euclides
Notas de Prova: Cor citrina de auréola esverdeada e nariz rico em aromas de fruta madura misturados com alguma fruta tropical e delicadas notas de maçã verde, na boca é um vinho fresco e harmonioso, sendo que o destaque vai para a tosta de qualidade muito bem integrada num conjunto frutado e delicadamente abaunilhado, o final é longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Agosto 2012

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Setembro 2010

Rótulo: Arinto e Chardonnay. Solo argilo-calcário. Clima mediterrânico com mais de 3000 horas de sol por ano. Fermentação em cascos de carvalho americano e francês. Cor citrina dourada. Aroma frutado com notas subtis de madeira de carvalho, notas de ananás e pêssego. Vinho complexo e encorpado, cheio, cremoso, com bom equilíbrio e persistência na boca. Excelente para acompanhar peixe grelhado ou fumado, patés e carnes brancas. 10-12ºC.

Etiquetas: , , , , ,

Prova dos Vinhos da Quinta do Noval na Wine O'Clock (Mai/2011)

No passado dia 06/05/2011 na Garrafeira Wine O'Clock em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns vinhos do produtor Quinta do Noval da região do Douro.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 10 vinhos, 1 branco, 5 tintos e 4 portos.


Prova comentada pela Directora Comercial Rute Monteiro.

Maria Mansa 2010 (Branco)Maria Mansa 2010 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Códega, Malvasia e Rabigato
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 13%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor citrina muito pálida e nariz agradavelmente fresco e citrino, apoiado por notas de fruta madura e uma ligeira sensação vegetal e floral, na boca revela-se um vinho com alguma estrutura, um paladar muito frutado e vegetal, aliado a suaves sugestões de lima/limão, apresenta uma boa acidez e um final de comprimento e persistência medianos.
Classificação Pessoal: 15.5
Maria Mansa 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de média concentração e tonalidade avermelhada, um nariz fresco marcado por notas florais e fruta vermelha, num fundo algo balsâmico e especiado, na boca é um vinho equilibrado, correcto e de estrutura mediana, revela um paladar mais inclinado para as especiarias do que para a fruta, conta com uns taninos redondos e um final de comprimento médio/longo e persistência pouco expressiva.
Classificação Pessoal: 15
Maria Mansa 2007 (Tinto)
Cedro do Noval 2008 (Tinto)Cedro do Noval 2008 (Tinto)

Região: Regional Douro
Castas: Syrah, Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinto Cão
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz algo fechado e complexo no início, que aos poucos vai abrindo graças a delicadas notas florais, fruta vermelha bem madura e uma ligeira sensação herbácea, num fundo mineral e algo fumado, na boca é um vinho redondo, onde a fruta preta e as notas de barrica, formam um conjunto vigoroso, encorpado e com taninos sólidos, o final é comprido e persistente.
Classificação Pessoal: 16
Labrador Syrah 2008 (Tinto)

Região: Regional Douro
Castas: Syrah
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor rubi intensa e rebordo violáceo, o nariz revela imensas notas de fruta preta misturadas com delicadas sugestões especiadas e tostadas, num fundo mineral e algo balsâmico, na boca é um vinho atractivo, muito redondo e de estrutura fina, conta com uma forte componente de especiarias, ligeiras notas químicas e alguma pimenta, revela ainda uns taninos redondos, uma textura suave e uma acidez bem evidente, o final é longo e agradavelmente persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
1889 - Labrador Syrah 2008 (Tinto)
Quinta do Noval 2007 (Tinto)Quinta do Noval 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinto Cão
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Apresenta uma cor intensa e muito concentrada, de leve tonalidade avermelhada, nariz fino e elegante, onde a fruta preta combina muito bem com notas químicas, uma forte mineralidade e ainda com sugestões de barrica de grande qualidade, na boca mostra-se denso e profundo, além de muito volumoso e encorpado, revela um paladar muito frutado, especiado e tostado, conta com uns taninos firmes mas bem integrados num conjunto aveludado e elegante, o final tem um comprimento muito prolongado e de grande persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
Quinta do Noval 2008 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinto Cão
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor muito carregada no centro e auréola de tonalidade granada, o nariz revela complexidade, muitos frutos negros e notas florais, combinadas com finas mas elegantes nuances de barrica e um certo toque mineral e fumado, na boca é um vinho cremoso, muito fino e harmonioso, onde a fruta continua bem presente e envolvida pelas subtis sugestões de madeira, revela uns taninos aveludados e um paladar requintado e sedutor, o final é muito prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Quinta do Noval 2008 (Tinto)
Quinta do Noval 10 Anos (Porto)Quinta do Noval 10 Anos (Porto)

Região: Douro
Castas: Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinta Barroca e outras
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor aloirada de leve tonalidade acastanhada, o nariz revela muitos frutos secos, especialmente nozes, algum caramelo e uma ligeira sensação torrada, na boca é um vinho fresco, muito equilibrado e atractivo, onde os frutos secos continuam dominantes e finos, o final tem um comprimento médio/longo e uma agradável persistência.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta do Noval Black (Porto)

Região: Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinto Cão
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 19.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor opaca, mesmo preta no centro e levemente avermelhada à volta, o nariz revela imensos frutos negros, cerejas, amoras e alguma compota, bem como evidentes notas de chocolate, na boca está bem presente alguma doçura e o álcool sente-se um pouco, no paladar destaca-se a fruta, delicadas notas de café e alguma pimenta, tem um final de comprimento médio/longo e interessante persistência.
Classificação Pessoal: 16
Quinta do Noval Black (Porto)
Quinta do Noval LBV 2004 (Porto)Quinta do Noval LBV 2004 (Porto)

Região: Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e outras
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi muito carregada e um nariz rico em notas de fruta madura acompanhadas por algumas especiarias e flores secas, um ligeiro toque fumado e madeira usada, num fundo algo balsâmico, na boca é um vinho envolvente, cheio de fruta e especiarias aliadas a um leve toque de chocolate e um certo doce, revela um paladar estruturado e encorpado e termina com um final de boca longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Noval Vintage 2008 (Porto)

Região: Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinto Cão, Touriga Franca e Sousão
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 19.5%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor retinta e nariz elegante e fino, onde as exuberantes notas de frutos silvestres, acompanhadas de fruta preta madura, ligeira compota e notas florais, compõem um conjunto muito sedutor e complexo, na boca é um vinho aveludado, muito volumoso e poderoso, onde o paladar revela fineza mas ao mesmo uma harmonia imensa, sendo composto por frutos pretos apoiados por delicadas sugestões florais e achocolatadas, num fundo mineral e apimentado, a doçura equilibra na perfeição com uma bela acidez e o final é longo e de grande persistência.
Classificação Pessoal: 18
Quinta do Noval Vintage 2008 (Porto)

Etiquetas:

terça-feira, 24 de Maio de 2011

1766 - Barranco Longo 2009 (Rosé)


1766 - Barranco Longo 2009 (Rosé)
Região: Regional Algarve
Castas: Aragonez e Touriga Nacional
Produtor: Quinta do Barranco Longo
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Luís Euclides
Notas de Prova: Cor vermelha bem carregada e nariz rico em frutos vermelhos maduros e uma evidente sensação vegetal e herbácea, na boca conta com uma agradável acidez e frescura, uma estrutura apreicável e uma dose de fruta marcante, o final tem um comprimento médio e uma persistência média/longa.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Junho 2011

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Setembro 2010

Rótulo: Aragonez e Touriga Nacional. Solos argilo-calcários. Clima mediterrânico com mais de 3000 horas de sol por ano. Fermentação em cubas de inox com temperatura controlada. Cor rosada. Aroma intenso a frutos vermelhos misturados com frutos tropicais. Boa acidez tornando o conjunto fresco e apelativo. Excelente para acompanhar todo o tipo de refeições em época quente e também como aperitivo. 8/10ºC.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 23 de Maio de 2011

Prova Vertical do Vinho Poeira (Abr/2011)

No passado dia 27/04/2011, realizei com um grupo de amigos, no restaurante Prova dos 9, em Lisboa, uma Prova Vertical do Vinho Poeira, do famoso produtor Jorge Moreira do Douro.
Esta prova foi efectuada com a degustação das últimas 6 colheitas, de 2003 a 2008.


960 - Poeira 2003 (Tinto)Poeira 2003 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Jorge Moreira
Álcool: 14%
Enólogo: Jorge Moreira
Nota de Prova: Cor intensa no centro e auréola de tonalidade granada, o nariz revela aromas complexos, onde sobressai a fruta preta aliada a diversas especiarias, como pimentas, um ligeiro toque de verniz e algum chocolate, na boca é um vinho ligeiramente evoluído, resultante das notas de couro apresentadas e alguma fruta em passa, as especiarias e a madeira velha complementam um conjunto com relativa estrutura e volume acima da média, tem um final de comprimento médio/longo e uma persistência mediana.
Classificação Pessoal: 16.5
Poeira 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Jorge Moreira
Álcool: 14.5%
Enólogo: Jorge Moreira
Nota de Prova: Apresenta uma cor carregada, quase opaca no centro e laivos de tonalidade avermelhada, o nariz revela uma imensa fineza de aromas, onde as notas de chocolate, frutos negros e uma sensação tostada muito bem integrada, formam um conjunto sedutor e elegante, apoiados por um fundo mineral e algo balsâmico, na boca é um vinho cheio de garra, com taninos firmes mas não demasiadamente marcantes, conta com uma bela estrutura, complexidade e um volume assinalável, a fruta e a madeira revelam um excelente casamento, além das notas achocolatadas e especiadas que embelezam o conjunto, o final é longo e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18.5
535 - Poeira 2004 (Tinto)
962 - Poeira 2005 (Tinto)Poeira 2005 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Jorge Moreira
Álcool: 13.5%
Enólogo: Jorge Moreira
Nota de Prova: Cor rubi muito carregada no centro e rebordo de tonalidade violeta/avermelhada, o nariz revela-se muito floral, bem como rico em notas de fruta vermelha madura agradavelmente combinadas com a madeira e ligeiras especiarias, num fundo muito mineral, na boca é um vinho volumoso, encorpado e ao mesmo tempo muito fresco, conta com um paladar bem preenchido por notas de fruta madura, imensas notas de especiarias, algum vegetal seco e ainda um certo toque fumado, os taninos mostram-se redondos e o final é prolongado e muito persistente.
Classificação Pessoal: 18
Poeira 2006 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Jorge Moreira
Álcool: 14.5%
Enólogo: Jorge Moreira
Nota de Prova: Cor rubi de média concentração e auréola delicadamente violeta, o nariz revela imensas notas florais, frutos silvestres e um leve toque balsâmico e mineral, na boca revela um volume médio, uma agradável dose de fruta aliada a evidentes sugestões de especiarias, alguma baunilha e madeira muito subtil, conta com uns taninos bem polidos e um final de comprimento médio/longo e interessante persistência.
Classificação Pessoal: 17
1230 - Poeira 2006 (Tinto)
1487 - Poeira 2007 (Tinto)Poeira 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional, Sousão e Tinta Barroca
Produtor: Jorge Moreira
Álcool: 14%
Enólogo: Jorge Moreira
Nota de Prova: Apresenta uma cor intensa, quase opaca e auréola de tonalidade violácea muito brilhante, o nariz revela-se muito perfumado e elegante, pois está bem preenchido por notas florais, frutos do bosque e alguma tosta, aromas esses que aparecem bem misturados com sugestões tostadas e achocolatadas, capazes de conferir uma excelente complexidade e vivacidade ao conjunto, na boca revela-se um vinho volumoso, cheio de fruta, muito floral e especiado e onde a madeira, de grande qualidade, está muito bem integrada, conta com um paladar muito elegante, fino e redondo, o final tem um comprimento bem prolongado e uma persistência enorme.
Classificação Pessoal: 18.5
Poeira 2008 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas, Touriga Nacional, Touriga Franca, Sousão e Tinta Roriz
Produtor: Jorge Moreira
Álcool: 14%
Enólogo: Jorge Moreira
Nota de Prova: Cor rubi intensa e concentrada, nariz muito floral e mineral, complementando por frescas notas de fruta vermelha madura, algum vegetal e uma tosta bem evidente, na boca é um vinho guloso, muito frutado e estruturado, apesar de ainda estar muito jovem e com taninos firmes, revela já uma bela elegância e uma textura muito interessante, conta com uma mineralidade e tosta muito finas e o final é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 18
1833 - Poeira 2008 (Tinto)

Etiquetas:

1765 - Burmester 2009 (Branco)

1765 - Burmester 2009 (Branco)
Região: DOC Douro
Castas: Rabigato, Gouveio e Malvasia Fina
Produtor: J. W. Burmester & Cª, S.A.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Francisco Gonçalves
Notas de Prova: Apresenta uma cor pálida, levemente esverdeada, o nariz combina agradavelmente as notas vegetais, alguma fruta tropical e um ligeiro toque citrino, na boca é um vinho correcto, fresco e equilibrado, onde revela uma interessante acidez, a fruta e os citrinos dominam o paladar e o final tem um comprimento curto/médio e uma persistência mediana.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Janeiro 2011

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Outubro 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 22 de Maio de 2011

Prova do Vinho Branco Vértice Grande Reserva 2009 (Mai/2011)

No passado dia 20/05/2011, realizei uma Prova do vinho branco Vértice Grande Reserva 2009 do produtor Caves Transmontanas, da região do Douro.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Caves Transmontanas, Lda pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

1995 - Vértice Grande Reserva 2009 (Branco)Vértice Grande Reserva 2009 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Viosinho e Gouveio
Produtor: Caves Transmontanas, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Celso Pereira
Nota de Prova: Apresenta uma cor amarela de leve tonalidade dourada, o nariz que inicialmente é marcado por notas tostadas e amanteigadas, vai, aos poucos, abrindo para sugestões de fruta tropical bem madura e frescas nuances de citrinos, na boca é um vinho volumoso, complexo e cremoso, onde a sua bela acidez confere uma grande vivacidade ao conjunto, no paladar merece destaque a fruta madura, um ligeiro fumado e tostado, num fundo marcado pela sua componente especiada, termina prolongado e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: