• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

sexta-feira, 31 de Agosto de 2012

2329 - Quinta do Quetzal Reserva 2008 (Tinto)


2329 - Quinta do Quetzal Reserva 2008 (Tinto)
Região: DOC Alentejo
Castas: Syrah, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Reguinga e José Portela
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz muito aromático, onde predominam os frutos negros e uma evidente sensação de tosta, num fundo apimentado, especiado e que faz lembrar algum caramelo, na boca é um vinho envolvente, com taninos polidos e volume atractivo, o paladar apresenta imensa fruta, bem como delicadas notas de especiarias e ainda um ligeiro toque de chocolate, num fundo rico em notas de barrica, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Novembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2011

Rótulo: Elaborado de parcelas de solos de xisto, na original encosta de Vila de Frades, a partir das castas Syrah, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet, com vinificação em balseiros de carvalho francês, maturação prolongada de 12 meses em barrica e estágio em garrafas durante 8 meses. Ao nariz mostra uma grande intensidade, expressa em frutos negros, envolvidos por uma cremosa tosta de madeira, muito longa e persistente. Servir a 16ºC, com carnes e peixes de longa confecção. Consumir ou guardar até 2014.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 30 de Agosto de 2012

2328 -Vila Flor 2009 (Tinto)


2328 -Vila Flor 2009 (Tinto)
Região: DOC Douro
Castas: Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: Sociedade Agrícola da Casa d'Arrochella, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Luis Soares Duarte
Notas de Prova: Cor rubi de média concentração e nariz exuberante, onde a fruta vermelha e as frescas notas florais marcam o conjunto, na boca é um vinho muito equilibrado e correcto, com taninos redondos e delicados e um paladar muito frutado, termina com um comprimento médio e uma persistência agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Agosto 2011

Rótulo: O Vila Flor Tinto é um vinho representativo de uma nova tendência, o reflexo de uma nova geração. Marcado por um estilo "Novo Mundo", que recorre às novas técnicas de produção para valorizar as características únicas das vinhas da mais antiga região demarcada do mundo, é um vinho com um perfil jovem e moderno, pensado para surpreender pessoas audaciosas que procuram novas experiências. Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Nacional. Para beber simples ou com pratos de cozinha italiana, carnes grelhadas ou peixe assado. 16-17ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

2327 - Vila Flor 2010 (Branco)


2327 - Vila Flor 2010 (Branco)
Região: DOC Douro
Castas: Malvasia Fina, Gouveio e Rabigato
Produtor: Sociedade Agrícola da Casa d'Arrochella, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Luis Soares Duarte
Notas de Prova: Apresenta uma cor pálida e um nariz muito mineral e floral, aliado a delicadas sugestões de fruta, na boca é um vinho muito equilibrado, redondo e agradável, revela uma acidez interessante e um paladar bem preenchido por uma forte componente mineral, floral, cítrica e algo frutada, termina ligeiramente seco e com um comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................14.5
• Data da Revista: Fevereiro 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .15.5
• Data da Revista: Janeiro 2012 / Fevereiro 2012

Rótulo: O Vila Flor Branco é um vinho representativo de uma nova tendência, o reflexo de uma nova geração. Marcado por um estilo "Novo Mundo", que recorre às novas técnicas de produção para valorizar as características únicas das vinhas da mais antiga região demarcada do mundo, é um vinho com um perfil jovem e moderno, pensado para surpreender pessoas audaciosas que procuram novas experiências. Malvasia Fina, Gouveio, Rabigato. Para beber simples ou com saladas, marisco e frango grelhado ou assado e cozinha asiática. 10-12ºC.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova de Vinhos do Porto Fonseca - Descoberta dos Grandes Vinhos - Heritage Wines (Out/2011)


No passado dia 24/10/2011 no Centro Cultural de Belém em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns Vinhos do Porto do produtor Fonseca que faz parte do portfolio da Heritage Wines.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 5 vinhos do porto.


Fonseca Terra Prima Reserva (Porto)Fonseca Terra Prima Reserva (Porto)

Região: Porto
Castas: Várias
Produtor: Fonseca Guimaraens - Vinhos, SA
Álcool: 20%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Cor rubi avioletada de média intensidade e nariz marcado pelas notas de fruta preta envolvidas em delicadas sugestões florais e até num subtil toque de café, na boca é um vinho de volume médio, estrutura bem presente e uma relativa secura, conta com um paladar rico em fruta vermelha e preta, principalmente cerejas, bem como delicadas sugestões de groselha, o final de boca tem um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 15.5
Fonseca Guimaraens Vintage 1995 (Porto)

Região: Porto
Castas: Várias
Produtor: Fonseca Guimaraens - Vinhos, SA
Álcool: 20.5%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi carregada no centro e uma auréola delicadamente granada, no nariz destacam-se os aromas florais, a fruta preta e leves notas de especiarias e alguma madeira, bem como uma delicada sensação terrosa, na boca é um vinho harmonioso e volumoso, com uma textura sedosa e um paladar rico em fruta vermelha madura, conta com uma doçura média e uma notória capacidade de envelhecimento, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Fonseca Guimaraens Vintage 1995 (Porto)
Fonseca Vintage 2000 (Porto)Fonseca Vintage 2000 (Porto)

Região: Porto
Castas: Várias
Produtor: Fonseca Guimaraens - Vinhos, SA
Álcool: 20%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Cor opaca no centro e auréola de tonalidade rubi, o nariz revela intensos aromas de frutos silvestres, principalmente amoras, misturados com delicadas notas florais e um leve toque terroso, na boca é um vinho encorpado, harmonioso com uma textura sedosa e muito aveludada, conta com um paladar rico em fruta e mostra-se ainda muito jovem, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Fonseca Vintage 1985 (Porto)

Região: Porto
Castas: Várias
Produtor: Fonseca Guimaraens - Vinhos, SA
Álcool: 20%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Cor muito carregada no centro e um rebordo delicadamente preenchido por uma tonalidade atijolada, o nariz revela finos e elegantes aromas de fruta preta, diversas especiarias e amoras bem presentes, bem como um delicado toque torrado, na boca é um vinho cheio, volumoso, encorpado e envolvente, conta com uns taninos firmes, uma grande capacidade de envelhecimento e um paladar marcado pela fruta preta, por algumas especiarias e ainda um ligeiro alicorado, o final de boca é muito prolongado e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18
Fonseca Vintage 1985 (Porto)
Fonseca Vintage 2009 (Porto)Fonseca Vintage 2009 (Porto)

Região: Porto
Castas: Várias
Produtor: Fonseca Guimaraens - Vinhos, SA
Álcool: 20.5%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Cor opaca no centro e auréola de tonalidade violácea, o nariz revela exuberantes aromas de frutos silvestres, nomeadamente amoras, frescas sugestões de groselha e ainda um leve toque achocolatado acompanhado por suaves apontamentos vegetais e ainda delicadas e sedutoras notas de café, na boca é um vinho aveludado, harmonioso e muito encorpado, apresenta uns taninos firmes e um paladar cheio de fruta preta, diversas especiarias e evidentes notas de chocolate, revela um perfil seco, muito típico da casa, e uma capacidade de envelhecimento invejável, o final de boca é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 18

Etiquetas:

terça-feira, 28 de Agosto de 2012

2326 - Monte da Cal Trincadeira 2008 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira
Produtor: Herdade Monte da Cal, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Carlos Lucas e Carlos Moura
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz agradavelmente preenchido por aromas especiadas e minerais, acompanhados por discretas sugestões de fruta negra e um leve toque floral, na boca é um vinho equilibrado, mais frutado que no nariz, embora as notas especiadas continuem dominantes, revela uma estrutura interessante e um final de boca de comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Novembro 2011

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

2325 - Herança Vinhas Velhas 2009 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Terroir d'Origem, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Duarte
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz agradavelmente preenchido por aromas florais misturados com diversos frutos silvestres e um ligeiro toque de chocolate, num fundo mais tostado e especiado, na boca é um vinho redondo, muito equilibrado e com taninos bem polidos, a fruta preta aliada às especiarias e às notas de barrica, formam um conjunto atractivo e algo guloso, termina com um comprimento médio e uma persistência ligeiramente prolongada.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Abril 2012

Rótulo: Região de longas tradições, o Douro possui testemunhos que são deixados de pais para filhos. A Herança e os seus segredos são preservados desde as vinhas até ao lagar. Das nossas vinhas com mais de 80 anos localizadas em Casal de Loivos, vinificámos este vinho que denota a frescura e complexidade das vinhas velhas. Casal de Loivos, localizada no Cima Corgo, possu ium terroir único onde as vinhas velhas encontram condições excepcionais para originarem uvas de grande qualidade. Feito com uma selecção das melhores uvas e vinificado em lagar de granito com pisa a pé, foi vinificado seguindo a Herança da família. Os vinhos assim obtidos são elegantes, delicados, de características distintas e que fazem parte da Herança da região do Douro.

Etiquetas: , , , ,

domingo, 26 de Agosto de 2012

2324 - Quinta do Vallado Touriga Nacional 2006 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Quinta do Vallado - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Francisco Olazabal
Notas de Prova: ainda está na Garrafeira






Classificação Pessoal: ......................................-


Classificação Blue Wine: ...................................17
• Data da Revista: Dezembro 2008

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Outubro 2008

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Setembro 2008

Rótulo: A Quinta do Vallado situa-se no vale do rio Douro, e mantém-se na família Ferreira, descendente de Dona Antónia Adelaide Ferreira, há seis gerações. Casta: 100% Touriga Nacional. Foi engarrafado após um estágio de 16 meses em meias pipas de carvalho francês. Enólogo: Francisco Olazabal.

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho branco Rocim 2011 (Jun/2012)


No passado dia 28/06/2012, realizei uma Prova do vinho branco Rocim 2011 do produtor Herdade do Rocim do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Herdade do Rocim pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Rocim 2011 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto e Roupeiro
Produtor: Herdade do Rocim
Álcool: 13%
Enólogo: António Ventura e Catarina Vieira
Nota de Prova: Cor pálida com reflexos esverdeados, o nariz revela notas florais, acompanhadas por delicadas sugestões de fruta tropical e também um leve toque vegetal, na boca é um vinho equilibrado, fresco e com boa acidez, o paladar é frutado e ligeiramente citrino e termina com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

sábado, 25 de Agosto de 2012

2323 - Vila Santa 2006 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonês, Trincadeira, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Apresenta uma cor granada de média concentração e um nariz marcado pelas diversas notas de especiarias, delicadas sugestões de fruta madura e um ligeiro toque vegetal seco, na boca é um vinho que revela estrutura e um volume médio, apesar de ser notória alguma evolução, tem uns taninos redondos e o paladar denota especiarias, alguma madeira e um certo apimentado, o final tem um comprimento e uma persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Novembro 2011

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Julho 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Março 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Novembro 2008

Rótulo: As excelentes características das castas Aragonês e Trincadeira, aliadas à elegância do Cabernet Sauvignon, a rusticidade do Alicante Bouschet e ao estágio de meias pipas novas, resultam num vinho invulgar de excelente complexidade.

Etiquetas: , , , , , , ,

sexta-feira, 24 de Agosto de 2012

2322 - Viña Monty Gran Reserva 1986 (Tinto)



Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Bodegas Osborne, SA
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Gonzalo Causapé Almarza
Notas de Prova: Apresenta uma cor já muito acastanhada e de fraca concentração, o nariz revela imensas notas de couro, resina e alguma madeira velha, fazendo crer que já está no termo das suas capacidades, na boca é um vinho suave, pouco estruturado e onde o paladar revela algum couro, termina curto.

Classificação Pessoal: ......................................13
• Data da Prova: Dezembro 2011

Rótulo: Vino de color rubi atejado, brillante, con un elegante bouquet de crianza, bien estructurado, equilibrado, de gran cuerpo y amplia via retrosanal. Un Gran Reserva de Rioja, criado como tal, a partir de uvas "Tempranillo" recolectadas en Rioja Alta. Sírvase a 18ºC.

Etiquetas: , , , , ,

2321 - Ruffino Chianti 2007 (Tinto)



Região: Itália
Castas: Sangiovese
Produtor: Ruffino
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Gabriele Tacconi
Notas de Prova: Cor rubi de tonalidade avermelhada e nariz agradavelmente preenchido por notas florais e fruta vermelha, apoiadas em sugestões apimentadas e uma ligeira tosta, na boca é um vinho muito equilibrado, redondo e com alguma estrutura, no paladar destaca-se a fruta e as notas de pimenta e outras especiarias e o final de boca, além de harmonioso, tem um comprimento e uma persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Dezembro 2011

Rótulo: Questo vino è prodotto con uve coltivate nella zona del Chianti, nel cuore della Toscana, terra ricca di tradizioni vitivinicole.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 23 de Agosto de 2012

2320 - Odisseia 2006 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Jean-Hugues Gros
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Jean-Hugues Gros
Notas de Prova: Cor rubi de média concentração e nariz marcado pelas notas de fruta vermelha madura, apoiadas num certo floral e delicadas especiarias, na boca é um vinho equilibrado, de volume mediano e taninos redondos, o paladar apresenta uma interessante harmonia entre a fruta e a madeira, terminando com um comprimento médio e uma persistência agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 22 de Agosto de 2012

2319 - Vila Santa 1997 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Cor rubi de média concentração e nariz ligeiramente evoluído, onde as notas de frutos vermelhos maduros se misturam com delicadas sugestões florais, algum couro e um ligeiro toque especiado, na boca é um vinho equilibrado, muito agradável e que ainda é capaz de revelar uma prova agradável apesar dos seus 14 anos, no paladar revela-se mais especiado e apimentado, terminando de forma mediana mas agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Dezembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Julho 2012

Rótulo: As the wine-maker responsible for some of Portugal's best wines, João Ramos has begun producing wine from his own vineyards under his own label. Highlighting the quality of the Alentejo region, Vila Santa expresses an intense purple colour with deep woodland fruit aromas. The rich concentration of the Aragonês and Trincadeira grapes is blended with hints of Alicante Bouschet and Cabernet Sauvignon. The long spicy finish and rounded tannins are the result of ageing in portuguese oak barrels.

Etiquetas: , , , , , , , ,

Prova do Vinho tinto José de Sousa 2010 (Jun/2012)


No passado dia 24/06/2012, realizei uma Prova do vinho tinto José de Sousa 2010 do produtor José Maria da Fonseca Vinhos, S.A. da região do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor José Maria da Fonseca Vinhos, S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

José de Sousa 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Grand Noir, Trincadeira e Aragonez
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Domingos Soares Franco
Nota de Prova: Cor rubi no centro e auréola de forte tonalidade violeta, o nariz revela evidentes notas florais acompanhadas por frescas sugestões de frutos silvestres, na boca é um vinho equilibrado, guloso e com taninos redondos, o paladar é frutado e ligeiramente especiado, terminando de forma mediana mas muito agradável.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

terça-feira, 21 de Agosto de 2012

2318 - Quinta da Pedra Escrita 2009 (Branco)



Região: Regional Douro
Castas: Alvarinho, Rabigato, Verdelho e Viognier
Produtor: VDS - Vinhos do Douro Superior, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Roboredo Madeira
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarelo palha de delicados reflexos esverdeados, o nariz impressiona pela forte mineralidade que evidencia, aliada a vibrantes notas cítricas e ainda uma leve sensação vegetal e também frutada, na boca é um vinho muito fresco, com uma excelente acidez e uma estrutura vibrante, destacam-se novamente as notas minerais, cítricas e vegetais, num fundo ligeiramente fumado, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência muito interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Rótulo: A Lebre - "Lepus europeus" - um animal em estado selvagem oriundo da Europa, sendo uma das principais espécies cinegéticas. Encontra-se sobretudo em zonas agrícolas planas e pouco humanizadas. É uma das principais marcas da paisagem da Quinta da Pedra Escrita, em Freixo de Numão, no Douro Superior. A uma altitude de 575 metros, os solos secos e áridos são predominantemente graníticos, arenosos e muito pobres em nutrientes. A Quinta da Pedra Escrita pertenceu à minha família durante várias gerações, tendo sido adquirida pela VDS em 207. Foi aqui que quis fazer o vinho branco com que sempre sonhei, que traduzisse a verdadeira essência deste "terroir" único, o respeito pelo solo, o clima e a lavoura das zonas graníticas e mais planas do Douro Superior. Este vinho cativa-nos pela sua grande frescura, persistência e longevidade, foi engarrafado no dia 8 de Abril de 2011 após o estágio sobre borras finas. É um vinho branco para beber após estágio em garrafa, prevendo-se que melhore nos dois próximos anos, quando estará no seu auge para ser bebido. Caracteriza-se por ter um aroma muito cítrico e mineral com notas de flores e ervas muito características das castas e do "terroir", na boca é fresco e muito longo, está bem evidenciada a acidez natural das uvas criadas em altitude das castas Alvarinho, Rabigato, Verdelho e uma pequena percentagem de "Viognier". Os vinhos desta Quinta são também um tributo a todos aqueles que me moldaram aquilo que sou e que sempre me inspiraram. "O Novo Mapa Ilustrado do Douro": já passaram mais de 160 anos desde que Barão Joseph James Forrester desenhou o famoso mapa do Douro, desde então mais nenhum outro artista fez qualquer versão actualizada. O inglês David Eley criou agora uma visão moderna do Douro Vinhateiro do século XXI... um épico de trabalho com mais de 3 metros que compreende cerca de 130 aguarelas e publicado em duas sublimes edições limitadas. Escolhi a ilustração da Lebre pintada por David Eley neste mapa como o símbolo icónico das vinhas da Quinta a Pedra Escrita. Para mais detalhes sobre o mapa, visite: www.douromap.com." Rui Roboredo Madeira, Enólogo.

Etiquetas: , , , , , , ,

segunda-feira, 20 de Agosto de 2012

2317 - Lavradores de Feitoria Quinta das Pias nº 17 2003 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Franca, Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: Lavradores de Feitoria, Vinhos de Quinta S.A.
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: Paulo Ruão
Notas de Prova: Cor intensa e nariz complexo, onde as notas de fruta preta se misturam com algumas notas apimentadas, algum mineral e ainda um leve toque fumado, na boca é um vinho interessante, com boa estrutura e taninos redondos, fruta be presente embora as notas de diversas especiarias e alguma barrica dominem o paladar, termina prolongado e com uma persistência média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Dezembro 2011

Rótulo: A Lavradores de Feitoria resulta da vontade de pessoas ligadas a diferentes grupos vinícolas da região duriense de desenvolver um projecto inovador que, juntasse, pela primeira vez, diferentes saberes e experiências para conseguir a valorização das uvas do Vale do Douro. A Lavradores de Feitoria agrupa 15 Quintas distribuídas pelas 3 sub-regiões, pertença da família Elvas Carrapatoso, a Quinta das Pias, com os seus 20ha situados em Celeirós e Provezende, deu origem a um vinho de Quinta da Lavradores de Feitoria. A casta predominante - Touriga Franca - fez-se acompanhar por um pouco de Tinta Roriz e de Touriga Nacional, tendo a fermentação decorrido em cubas de inox.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 19 de Agosto de 2012

2316 - Monte da Penha Reserva 2000 (Tinto)



Região: DOC Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonez, Alicante Bouschet e Moreto
Produtor: Francisco B. Fino - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Francisco Fino e Nuno Franco
Notas de Prova: Cor atijolada de mediana concentração, o nariz revela alguma fruta em passa misturada com delicadas notas de especiarias, couro e alguma madeira, na boca é um vinho suvae, ligeiramente evoluído mas ainda com alguma estrutura, o paladar está dominado pelas notas especiadas, muita pimenta e um ligeiro toque de barrica, termina mediano mas saboroso.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Dezembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Fevereiro 2003

Rótulo: O primeiro encepamento foi feito em 1987 com as castas Trincadeira, Aragonez, Alicante Bouschet e Moreto. O vinhedo está implantado em solos graníticos de encostas suaves, com intensa exposição solar. Vinificou-se segundo processos tradicionais e estagiou em madeira de carvalho. Desta colheita foram produzidas 19 500 garrafas numeradas. Elegante, masculino e musculado cheio de personalidade e raça, este "vinho é aquele cordial simples medicado pela natureza para alegrar o coração humano". (Pde. António Vieira). Nº 01027.

Etiquetas: , , , , , , ,

sábado, 18 de Agosto de 2012

2315 - Pascal Jolivet Grande Cuvée Sancerre 2001 (Branco)



Região: França
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Domaine Pascal Jolivet
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Pascal Jolivet
Notas de Prova: Apresenta uma cor dourada e um nariz francamente evoluído, onde as notas de frutos secos se misturam com algum limão já muito maduro, na boca é um vinho com pouca garra e um trsite volume, terminando algo seco e de comprimento e persistência pouco expressivos.


Classificação Pessoal: ......................................12.5
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

Prova de Vinhos Niepoort (Jul/12)


No passado dia 16/07/2012, realizei uma Prova de alguns vinhos do produtor Niepoort da região do Douro.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 6 vinhos, 3 brancos, 1 rosé e 2 tintos.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Niepoort Vinhos, S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Dócil Loureiro 2011 (Branco)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Loureiro
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 11%
Enólogo: Luis Cerdeira e Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor citrina e nariz bem preenchido por notas de tangerina, delicadas notas cítricas e um certo floral, tudo muito equilibrado e fresco, num fundo mais mineral, na boca revela uma acidez interessante, uma agradável dose de fruta madura e ainda um leve toque limonado, o final de boca é ligeiramente seco e deoce, contando com um final de boca de comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15.5
Niepoort Projectos Moscatel Dócil 2010 (Branco)

Região: Mesa Douro
Castas:
Moscatel
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 8%
Enólogo: Luis Seabra e Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor pálida e nariz muito floral misturado com evidentes notas de fruta tropical, na boca é um vinho fresco, elegante e com um volume médio, conta com um paladar muito frutado, onde a doçura apresentada não pesa no conjunto, o final de boca é mediano, quer em termos de comprimento, que na persistência.
Classificação Pessoal: 15.5
Diálogo 2011 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Rabigato, Códega do Larinho, Gouveio, Dona Branca, Viosinho, Bical e outras
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Luis Seabra e Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor citrina e leves apontamentos esverdeados, o nariz revela imensas notas vegetais e minerais, num fundo mais citrino, relativamente ao paladar é um vinho equilibrado, onde a fruta madura apoiada em delicadas nuances minerais, dominam o conjunto, o final de boca tem um comprimento e persistência medianos.
Classificação Pessoal: 15
Redoma 2011 (Rosé)

Região: DOC Douro
Castas:
Tinta Amarela, Touriga Franca e outras
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 12%
Enólogo: Luis Seabra e Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor rosa intensa com apontamentos avermelhados, o nariz revela frescura, uma agradável dose de fruta vermelha e ainda um delicado toque floral e até fumado, na boca é um vinho de volume agradável, com alguma estrutura e um paladar preenchido por notas de fruta vermelha madura e ainda um leve toque vegetal, termina com um comprimento curto/médio e uma persistência mediana.
Classificação Pessoal: 15.5
Diálogo 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e outras
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 13%
Enólogo: Luis Seabra e Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor rubi de média intensidade e concentração, o nariz está marcado pelas notas florais, fruta vermelha madura e ainda por breves apontamentos vegetais, na boca é um vinho de corpo médio e acidez equilibrada, conta com uns taninos redondos e um paladar frutado, o final de boca tem um comprimento e persistência curto/médios.
Classificação Pessoal: 15
Diálogo Guimarães 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e outras
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 13%
Enólogo: Luis Seabra e Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor rubi abertae nariz marcado pela fruta vermelha, acompanhada por delicadas sugestões de especiarias, na boca é um vinho equilibrado, de volume médio e estrutura correcta, conta com uns taninos polidos e um paladar frutado e ligeiramente especiado, o final de boca tem um comprimento curto/médio e uma persistência relativamente expressiva.
Classificação Pessoal: 15

Etiquetas:

sexta-feira, 17 de Agosto de 2012

2314 - Preguiça Reserva 2008 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional
Produtor: António Augusto Teixeira Fraga
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: v
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de tonalidade violeta e o nariz revela exuberantes e perfumados aromas de frutos silvestres, notas florais e ainda uma sensação tostada muito evidente, na boca é um vinho equilibrado e redondo, onde o paladar denota muita fruta e as notas de tosta marcam claramente o conjunto, além de guloso é um vinho fácil e sem rodeios, termina com um comprimento e uma persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Dezembro 2011

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Maio 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Janeiro 2012 / Fevereiro 2012

Rótulo: Vinho Tinto produzido e engarrafado na Região Demarcada do Douro junto à nascente do Rio Cêra, Paradela de Guiães, entre a Régua, Pinhão e Sabrosa. Foi elaborado das castas Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional, que encontram nas nossas vinhas condições ideais para potenciar as suas qualidades. Foi estagiado em barricas de Carvalho Francês durante seis meses. Obteve-se um vinho com aroma intenso, frutado e complexo.

Etiquetas: , , , , , ,