• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

quarta-feira, 31 de Outubro de 2012

2400 - Toques et Clochers Limoux Océanique 2009 (Branco)



Região: França
Castas: Chardonnay
Produtor: Caves du Sieur d'Arques
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Laurent Mingaud
Notas de Prova: Cor amarela brilhante e nariz perfumado por notas minerais e citrinas misturadas com delicadas sugestões de fruta madura e um subtil fumado, na boca é um vinho equilibrado, com agradável acidez e frescura bem presente, o paladar revela notas cítricas e minerais apoiadas por finas notas de barrica, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência agradável.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Março 2012

Rótulo: Situées à l'ouest de l'Applellation, les Chardonnay sélectionnésen terroir Océanique se situent en altitude (300m) sur des parcelles où le climat plus frais entraine une maturité plus tardive. Le sol y est graveleux. Vinifié et élevé en barriques, ce vin est de couleur jaune assez clair; un bouquet très fin marqué par les agrumes se développe, laissant la place àune bouche fruitée aux notes iodées. La finale, élégante et équilibrée, est très persistante. Servir à 13º-14ºC. S'apprécie également après plusieurs années de garde (4 à 5 ans).

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho tinto .Com 2010 (Out/2012)


No passado dia 03/10/2012, realizei uma Prova do vinho tinto .Com 2010 do produtor Tiago Cabaço do Alentejo

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento à Distribuidora ViniParra pelo interesse demonstrado em divulgar este vinho no Blog Os Vinhos.

.Com 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Trincadeira e Aragonês
Produtor: Tiago Mateus Cabaço e Cabaço
Álcool: 14%
Enólogo: Susana Esteban
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz muito aromático, onde se destacam os frutos silvestres, um delicado floral e um subtil toque especiado, na boca é um vinho equilibrado e guloso além de jovem, conta com um volume médio/alto e um paladar muito frutado e ligeiramente apimentado, termina com um comprimento mediano e uma persistência interessante.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

terça-feira, 30 de Outubro de 2012

2399 - Fabre Montmayou Gran Reserva Malbec & Touriga Nacional 2009 (Tinto)



Região: Argentina
Castas: Malbec e Touriga Nacional
Produtor: Fabre Montmayou Wines
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rui Reguinga e Hervé Fabre
Notas de Prova: Cor intensa de tonalidade rubi/avioletada, o nariz revela frescas e atractivas notas de frutos silvestres misturadas com evidentes sugestões florais e um saboroso toque especiado, tostado e achocolatado, na boca é um vinho com bom volume e estrutura, um paladar muito frutado e ligeiramente vegetal, num fundo onde dominam as elegantes notas de barrica e um suave toque de chocolate, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Abril 2014

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Outubro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Janeiro 2013

Rótulo: Edad del Viñedo: más de 50 años. Partida limitada de 10.900 botellas. Este vinho resulta de uma parceria com o enólogo Hervé Fabre, com quem tive o prazer de iniciar uma colaboração técnica em 2004, na Argentina. Sendo um dos enólogos mais dinâmicos, foi com ele que descobri uma vinha de Touriga Nacional plantada a mais de 1000 metros no sopé dos Andes. Decidimos fazer um lote com a casta Malbec a mais emblemática na Argentina. O vinho estagiou 12 meses em barricas de carvalho francês, e o resultado final do qual nos orgulhamos, representa o melhor de dois mundos. Rui Reguinga Winemaker.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 29 de Outubro de 2012

2398 - Fiúza Sauvignon 2011 (Branco)


2398 - Fiúza Sauvignon 2011 (Branco)
Região: Regional Tejo
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Fiúza & Bright - Sociedade Vinícola, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Peter Bright
Notas de Prova: Cor amarelo palha e nariz fresco e rico em notas de fruta tropical, um certo floral e ainda delicadas sugestões citrinas, na boca revela-se mais vegetal e herbáceo, sendo naturalmente secundado por notas cítricas e de fruta tropical madura, conta com uma acidez equilibrada e um final de boca curto/médio, em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14
• Data da Revista: Maio 2011

Rótulo: Composição: 100% Sauvignon Blanc. Estágio: Fermentação controlada a 14º em cubas de inox. Características: Cor amarelo citrino. Aroma com notas florais e frutas tropicais. Paladar fresco a maracujá com uma excelente estrutura. Boa textura na boca com uma acidez limpa e um agradável final. Temperatura ideal de consumo: 11ºC-13ºC. Gastronomia: Excelente como aperitivo e recomendado para acompanhar peixe grelhado, mariscos e refeições leves.

Etiquetas: , , , , ,

2397 - Fiúza Três Castas 2011 (Branco)


2397 - Fiúza Três Castas 2011 (Branco)
Região: Regional Tejo
Castas: Chardonnay, Arinto e Vital
Produtor: Fiúza & Bright - Sociedade Vinícola, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Peter Bright
Notas de Prova: Cor amarela citrina e nariz marcado pelas notas de fruta madura, nomeadamente pêra, bem como delicadas sugestões florais e minerais, na boca é um vinho fresco e equilibrado, de prova fácil e paladar bem frutado, termina com um comprimento médio e uma persistência relativamente curta.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Março 2011

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............13.5
• Data da Revista: Junho 2012 / Julho 2012

Rótulo: Composição: Chardonnay, Arinto e Vital. Estágio: Fermentação controlada a 14º em cubas de inox. Características: Cor amarelo claro. Aroma frutado com notas florais. Paladar fresco com uma excelente estrutura. Boa textura na boca com um corpo delicado e um agradável final. Temperatura ideal para consumo: 11ºC - 13ºC. Gastronomia: Excelente como aperitivo e recomendado para acompanhar peixe grelhado, marisco e refeições leves.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 28 de Outubro de 2012

2396 - Laurus Gigondas 2008 (Tinto)



Região: França
Castas: Grenache e Syrah
Produtor: Maison Gabriel Meffre
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: Denis Dubourdieu
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa no centro e uma auréola de tonalidade granada, o nariz revela aromas de fruta vermelha madura apoiadas em diversas especiarias e ainda um leve toque apimentado, na boca é um vinho correcto, de fácil prova e com uma estrutura mediana, o paladar continua frutado e especiado, bem como ligeiramente vegetal, conta com uns taninos sólidos e um final de boca de comprimento curto/médio e persistência não muito expressiva.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho branco Ninfa Sauvignon Blanc 2011 (Jul/2012)


No passado dia 28/07/2012, realizei uma Prova do vinho branco Ninfa Sauvignon Blanc 2011 do produtor Sociedade Agrícola João Teodósio Matos Barbosa & Filhos, Lda da região do Tejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor João Teodósio Matos Barbosa pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Ninfa Sauvignon Blanc 2011 (Branco)

Região: Regional Tejo
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Sociedade Agrícola João Teodósio Matos Barbosa & Filhos, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e João Barbosa
Nota de Prova: Cor pálida e nariz rico em notas limonadas e citrinas, misturadas com breves apontamentos de fruta tropical e um delicado toque mineral, na boca é um vinho fresco, equilibrado e com boa acidez, o paladar continua focado nos citrinos e também em delicadas sugestões vegetais, termina com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

sábado, 27 de Outubro de 2012

2395 - La Poussie Sancerre 2009 (Branco)



Região: França
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Domaine de La Poussie
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Patrick de Ladoucette
Notas de Prova: Cor amarela brilhante e nariz bem preenchido por aromas cítricos, vegetais e minerais, apoiados em delicadas sugestões de fruta madura, na boca é um vinho fresco e muito equilibrado, onde se destaca a secura apresentada, bem como a sua acidez, no paladar realce para as vibrantes notas minerais e citrinas, o final de boca tem um comprimento prolongado e uma interessante persistência.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

2394 - Muxagat Tinta Barroca 2010 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Tinta Barroca
Produtor: Muxagat Vinhos, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Mateus Nicolau de Almeida
Notas de Prova: Cor rubi de média concentração e auréola de tonalidade avermelhada, o nariz revela frescas notas de fruta madura acompanhadas por um subtil toque terroso e uma especiaria muito fina, na boca é um vinho fácil mas ao mesmo tempo com uma interessante estrutura, conta com um volume médio e uns taninos redondos, no paladar destaca-se a fruta e a sua suavidade, termina com um comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Dezembro 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16
• Data da Revista: Maio 2012 / Junho 2012

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 26 de Outubro de 2012

2393 - Symmetria Best 2006 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira, Alfrocheiro e Alicante Bouschet
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Cor carregada no centro e laivos brilhantes de tonalidade avermelhada, o nariz revela interessantes notas de fruta preta aliadas a delicadas sugestões de especiarias, chocolate e até um breve toque fumado, na boca é um vinho encorpado, estruturado e volumoso, conta com uns taninos firmes e um paladar frutado e especiado, que também faz lembrar alguma tosta e um suave toque resinoso, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Dezembro 2012

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Fevereiro 2009

Rótulo: Acredito nas nossas castas, nas suas cores, nos seus aromas e sabores, por isso elegi-as como suporte dos meus vinhos. A minha aposta é desenhar vinhos exclusivamente com castas portuguesas, vinhos feitos com o que é nosso, aquilo que todos nos orgulhamos. Paulo Laureano. Desenhado a partir de Trincadeira, Alfrocheiro e Alicante Bouschet, este é um best do melhor que desenhamos em 2006. 15/16ºC.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 25 de Outubro de 2012

2392 - Symmetria 2008 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira, Tinta Grossa, Aragonez e Alicante Bouschet
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Apresenta uma cor granada intensa e um nariz marcado pelos aromas de frutos vermelhos e compotas, razoavelmente bem integrados com diversas notas de especiarias e alguma barrica, na boca é um vinho redondo, com garra e estrutura, a fruta preta e as notas de pimenta dominam o paladar, apoiadas em suaves sugestões de café e novamente a barrica, revela ainda uma leve sensação alcoólica, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência interessante.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Rótulo: Acredito nas nossas castas, nas suas cores, nos seus aromas e sabores, por isso elegi-as como suporte dos meus vinhos. A minha aposta é desenhar vinhos exclusivamente com castas portuguesas, vinhos feitos com o que é nosso, aquilo que todos nos orgulhamos. Paulo Laureano. Trincadeira, Tinta Grossa, Aragonez e Alicante Bouschet, cujo desenho e paixão ocorreu entre lagares, barricas novas de carvalho francês e uma cuidada selecção nos nossos melhores talhões da Vinea Romeu et Julieta. 15/16ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de Outubro de 2012

2391 - Borges Dão Reserva 2007 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: Sociedade dos Vinhos Borges, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Hélder Cunha
Notas de Prova: Cor amarela pálida e nariz dominado pelos aromas tostados e fumados, apoiados em delicadas notas de lima/limão muito maduras e uma certa mineralidade, na boca é um vinho equilibrado, de acidez média e uma secura bem evidente, o paladar revela-se mais mineral e fumado do que frutado e cítrico, enquanto que o final de boca tem um comprimento e persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2013

Classificação Wine Passion: ..............................16.6
• Data da Revista: Julho 2008

Rótulo: Este vinho produzido pela Borges, apresenta-se límpido e de cor citrina, aroma mineral e elegante, com notas de lima, casca de laranja e diospiros. Na boca é elegante e equilibrado, com uma acidez fina e notas minerais integradas num perfil limonado que prolonga o sabor refrescante. Excelente para acompanhar pratos de peixe, carnes frias e assados de aves pouco condimentados.

Etiquetas: , , , , ,

Prova de Vinhos Os Últimos 2 Séculos de Vintage Ramos Pinto (Out/2011)


No passado dia 28/10/2011 no Centro de Congressos da FIL – Junqueira em Lisboa, teve lugar uma Prova de Vinhos do Porto Vintage, da prestigiada marca Ramos Pinto, realizada no âmbito do Evento Encontro com o Vinhos e com os Sabores 2011, organizado pela entidade Revista de Vinhos.

Prova comentada pelo Enólogo João Nicolau de Almeida.


Ramos Pinto Vintage 2007 (Porto)Ramos Pinto Vintage 2007 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Franca e Tinta Roriz
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 20%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor carregada no centro com laivos de tonalidade violácea/rubi, no nariz destacam-se os aromas de frutos do bosque, bem como delicadas notas florais, compota e ainda um leve toque químico, tudo muito bem apoiado por suaves sugestões especiadas e terrosas, na boca apresenta um volume intenso e uma estrutura vibrante, o paladar revela fruta preta, um leve toque mentolado e ainda delicadas notas de diversas especiarias e algum vegetal seco, termina relativamente seco mas muito bem prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Ramos Pinto Quinta da Ervamoira Vintage 2007 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 20%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor carregada e concentrada no centro, com uma auréola de tonalidade violácea brilhate, o nariz revela-se muito elegante, rico em notas florais, frutos do bosque e também alguma barrica, num fundo ligeiramente mais vegetal, na boca é um vinho intenso, volumoso, macio e com taninos mais delicados, o paladar apresenta-se muito atractivo, beneficiando da envolvência das notas achocolatadas com a fruta preta, com diversas especiarias e também breves apontamentos de fruta vermelha madura, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Ramos Pinto Quinta da Ervamoira Vintage 2007 (Porto)
Ramos Pinto Vintage 2003 (Porto)Ramos Pinto Vintage 2003 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Franca e Tinta Roriz
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 20%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada no centro e rebordo de tonalidade granada, revelando uma subtil evolução, no nariz, destaca-se a fruta vermelha madura equilibrada com diversas notas quentes e profundas, muito especiadas, bem como um ligeiro toque de café e cacau, na boca é um vinho volumoso, muito estruturado, com taninos bem presentes e um paladar frutado e algo vegetal, onde são marcantes as notas de barrica, apresenta ainda uma bela juventude e termina longo, persistente e seco.
Classificação Pessoal: 17.5
Ramos Pinto Vintage 1997 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Barroca e Tinta Roriz
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 20%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa, muito concentrada no centro e com laivos acastanhados, no nariz destacam-se uns atractivos aromas alicorados, bem como um certo caramelo, frutos secos e delicadas notas de fruta vermelha madura e alguma barrica, na boca é um vinho elegante, com uma textura sedosa e uma complexidade agradável, revela uma paladar cheio de fruta madura, diversas especiarias e delicadas notas terrosas e de madeira velha, o final de boca é prolongado e com uma bela persistência.
Classificação Pessoal: 17
Ramos Pinto Vintage 1997 (Porto)
Ramos Pinto Vintage 1994 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 20%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de concentração média/alta no centro e uma aréola de tonalidade acastanhada, o nariz revela uma bela dose de fruta vermelha, bem como um delicado toque de flores secas, apoiados em suaves nuances de caramelo e algum químico, na boca é um vinho aveludado, complexo e volumoso, com um paladar marcado pelos frutos secos, por um certo fumado e ainda fruta em passa, dando já alguns sinais de evolução, destaca-se ainda a sua grande secura, num final de boca de comprimento médio/alto e persistência interessante.
Classificação Pessoal: 17
Ramos Pinto Vintage 1983 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Tinta Barroca, Vinhas Velhas e Touriga Nacional
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: 20%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor rubi de tonalidade acastanhada e uma concentração mediana no centro, o nariz é composto por diversos aromas de frutos secos, finas especiarias e um delicado toque de caramelo torrrado e folhas secas, tudo muito bem integrado e elegante, com as notas fumadas a aparecem durante a prova, na boca é um vinho imenso, cheio, profundo e muito elegante, revela um tostado e torrado que se complementam de uma forma brilhante, ambos apoiados em delicadas notas de frutos secos, formando um conjunto poderoso e sedutor, o final de boca é prolongado e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18.5
Ramos Pinto Vintage 1983 (Porto)
Ramos Pinto Vintage Touriga Nacional 1983 [não comercializado] (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Nacional
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: -%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor de tonalidade acastanhada e atijolada de média concentração, o nariz revela-se pouco exuberante, apenas exibindo delicadas notas de couro, flores secas e um leve toque de fruta em passa, na boca é um vinho de volume médio, já muito redondo e com uma evolução evidente, o paladar revela frutos secos e um leve toque torrado, terminando com um comprimento médio/longo e uma persistência relativamente expressiva.
Classificação Pessoal: 16
Ramos Pinto Vintage Touriga Franca 1983 [não comercializado] (Porto)

Região: Douro
Castas:
Touriga Franca
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: -%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de concentração relativamente intensa no centro e laivos de tonalidade acastanhada, o nariz revela alguma complexidade, onde as notas caramelizadas acompanhadas por delicados frutos secos e por um certo fumado, formam um conjunto delicado mas elegante, na boca é um vinho volumoso, denso e estruturado, que é capaz de conferir um paladar fresco, dominado pelos frutos secos e por alguma barrica, bem como por suaves especiarias e ainda um leve toque vegetal seco, o final de boca tem um comprimento e uma persistência muito interessantes.
Classificação Pessoal: 17
Ramos Pinto Vintage 1970 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: -%
Enólogo: José Ramos Pinto Rosas
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada com relativa intensidade e tonalidade acastanhada, no nariz sobressai uma elegância, uma fineza de aromas e uma sedutora complexidade, capazes de nos prender ao copo durante largos minutos, os aromas de cereja madura, algum marmelo, tudo muito fresco e agradavelmente apoiado em delicadas especiarias e notas fumadas, num leve toque vegetal seco, bem como café, frutos secos e ainda uma surpreendente componente de fruta preta, na boca é um vinho aveludado, com uma textura de seda e uma estrutura ímpar, revela-se encorpado e complexo, untuoso e volumoso, na boca dominam os frutos secos e as notas de caramelo muito bem integradas com a fruta vermelha madura, com finas especiarias e uma acidez inacreditável para a sua idade, o final de boca é longo, muito longo e de persistência enormíssima.
Classificação Pessoal: 19
Ramos Pinto Vintage 1931 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: -%
Enólogo: Rui Brito e Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor âmbar no centro e laivos de tonalidade aloirada e acastanhada, o nariz revela um delicado vinagrinho, apoiado em notas de diversos frutos secos, como avelãs, ameixa seca e ainda elegantes notas especiadas e fumadas, bem como caramelo e canela, tudo muito elegante, fino, complexo e sedutor, na boca é um vinho imenso, que até parece jovem face à idade que ostenta, revela uma estrutura imponente, uma delicadeza e elegância notáveis e uma envolvência e harmonia inacreditáveis, o paladar confirmas as notas de frutos secos, bem como um certo fumado, um delicado achocolatado e ainda vibrantes notas especiadas, tudo cheio de força e garra, o final de boca é incrivelmente longo e de uma persistência espectacular.
Classificação Pessoal: 19
Ramos Pinto Vintage 1924 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: Ramos Pinto
Álcool: -%
Enólogo: Spratley
Nota de Prova: Cor âmbar de tonalidade aloirada/acastanhada, o nariz revela-se muito elegante, com um ligeiro vinagrinho a conferir complexidade a um conjunto dominado pelas notas de frutos secos, caramelo, ameixa seca, um certo balsâmico apoiado em alguma madeira velha, delicadas notas de caixa de charutos e também diversas mas requintadas especiarias, na boca é um vinho sedoso, fino, aveludado e incrivelmente fresco, no paladar dominam as notas torradas, os frutos secos, um leve toque de cacau e ainda um evidente toque de couro, termina com um comprimento enorme e uma persistência imensa.
Classificação Pessoal: 18.5

Etiquetas:

terça-feira, 23 de Outubro de 2012

2390 - Château Sainte-Marie Vieilles Vignes 2007 (Branco)



Região: França
Castas: Semillon, Muscadelle, Sauvignon Blanc e Vinhas Velhas
Produtor: Château Sainte Marie
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Stéphane Dupuch
Notas de Prova: Cor dourada e nariz revelador de aromas de fruta e citrinos bem maduros, bem como ligeiras notas de frutos secos, denotando já uma evolução evidente, na boca é um vinho equilibrado mas já sem o fulgor de outros tempos, o paladar revela delicadas sugestões de fruta e um leve toque de vegetal, terminando curto em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Rótulo: Ce vin du Château Sainte-Marie est issu des coteaux argilo-calcaires où les cépages Sauvignon, Sémillon et Muscadelle s'épanouissent pleinement. Tri manuel, vendanges à parfaite maturité donnent à ce millésime puissance, finesse et élégance qui feront votre bonheur.

Etiquetas: , , , , , , ,

segunda-feira, 22 de Outubro de 2012

2389 - Quinta do Cardo Selecção do Enólogo 2009 (Tinto)


2389 - Quinta do Cardo Selecção do Enólogo 2009 (Tinto)
Região: DOC Beiras
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Quinta do Cardo - Companhia das Quintas
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Corrêa e Nuno do Ó
Notas de Prova: Cor rubi de tonalidade violácea, nariz perfumado por aromas florais, fruta vermelha madura e uma leve sensação de madeira, bem como algum fumo, na boca é um vinho frutado, especiado e ligeiramente vegetal e abaunilhado, conta com uma estrutura média e uns taninos polidos, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Rótulo: Da vinha mais alta de Portugal, plantada a 700 m de altitude, nascem vinhos de características únicas. A Touriga Nacional, a Touriga Franca e a Tinta Roriz, produzidas em regime ecológico, combinam-se com perfeição, originando um vinho complexo e profundo. Recomendado para acompanhar pratos de carne, peixes gordos e queijos curados. Deve servir-se à temperatura de 18ºC. O vinho é natural, estando sujeito a criar depósito.

Etiquetas: , , , , , ,

2388 - Herdade da Farizoa Selecção do Enólogo 2009 (Tinto)


2388 - Herdade da Farizoa Selecção do Enólogo 2009 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Alfrocheiro, Touriga Nacional, Aragonez e Syrah
Produtor: Herdade da Farizoa - Companhia das Quintas
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14%
Enólogo: João Corrêa e Nuno do Ó
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz muito floral, envolvido em notas de fruta vermelha madura e um leve toque de chocolate, tudo bem apoiado em suaves especiarias, na boca é um vinho equilibrado, de volume e estrutura médios e taninos polidos, o paladar revela-se muito frutado, subtilmente marcado pelas notas de barrica e novamente por um evidente achocolatado, termina de forma mediana, em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Rótulo: Este vinho surge de um lote das castas Alfrocheiro, Touriga Nacional, Aragonez e Syrah. Depois de estagiado durante 18 meses em carvalho Francês, apresenta um carácter complexo, encorpado e bastante gastronómico. Servir a 16ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

domingo, 21 de Outubro de 2012

2387 - Quinta de Pancas Selecção do Enólogo 2008 (Tinto)


2387 - Quinta de Pancas Selecção do Enólogo 2008 (Tinto)
Região: Regional Lisboa
Castas: Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet
Produtor: Quinta de Pancas - Companhia das Quintas
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: João Corrêa e Nuno do Ó
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi e um nariz onde se evidenciam as notas florais, vegetais e também alguma fruta vermelha, bem como uma suave nuance de tosta e pimento, na boca é um vinho delicado, correcto e com uns taninos firmes, o paladar revela fruta madura e notas apimentadas relevantes e o final de boca conta com um comprimento curto e uma persistência muito mediana.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Abril 2012

Rótulo: Desde 1998 que o majestoso Solar da Quinta de Pancas e um "terroir" de excepção, conferem a esta emblemática propriedade, características únicas. Da combinação das castas Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet, nasce este vinho de aroma finamente fumado com notas de compota, menta e especiarias vindas da elegante madeira de carvalho francês onde estagiou durante 9 meses. Na boca mostra-se suave, volumoso e estruturado, com um final longo. Recomendado para acompanhar carnes e massas. Deve servir-se à temperatura de 18ºC.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho branco Quinta da Ponte Pedrinha 2011 (Ago/2012)


No passado dia 24/08/2012, realizei uma Prova do Vinho branco Quinta da Ponte Pedrinha 2011 do produtor Quinta da Ponte Pedrinha da região do Dão.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Maria de Lourdes Mendes Oliva Nunes Osório - Quinta da Ponte Pedrinha pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Quinta da Ponte Pedrinha 2011 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas: Encruzado e Vinhas Velhas
Produtor: Maria de Lourdes Mendes Oliva Nunes Osório - Quinta da Ponte Pedrinha
Álcool: 13.5%
Enólogo: Catarina Simões
Nota de Prova: Cor pálida e nariz algo complexo, onde as notas de maçã verde se misturam com alguma mineralidade e um ligeiro toque de erva, na boca é um vinho equilibrado, seco e com uma estrutura relativa, o paladar está marcado pelos citrinos, pela fruta madura e por um delicado amargo que marca, talvez um pouco em demasia o conjunto, o final de boca tem um comprimento e persistência correctos.
Classificação Pessoal: 15

Etiquetas:

sábado, 20 de Outubro de 2012

2386 - Solar dos Lobos Reserva 2007 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon, Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Lobo da Silveira
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Silveira e Susana Esteban
Notas de Prova: Cor rubi de agradável intensidade e nariz marcado pelos aromas de fruta vermelha madura combinados com notas apimentadas e algumas especiarias, na boca é um vinho equilibrado, bem estruturado e com taninos redondos, o paladar apresenta fruta preta e delicadas notas de barrica e o final de boca revela um comprimento e persistência médio/longos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2009

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Outubro 2009

Rótulo: Este vinho é o resultado de uma tripla selecção de cachos, vindimados manualmente, das castas Alicante Bouschet (35%), Cabernet Sauvignon (35%), Touriga Nacional (15%) e Syrah (15%), provenientes de vinhas próprias, situadas no concelho de Arraiolos. Foi vinificado em lagares com controlo de temperatura e estagiou em barricas de carvalho Francês durante 18 meses, resultando um vinho carregado de cor, aroma intenso a fruta madura com notas de madeira bem integradas. Na boca é longo e persistente, com taninos macios e equilibrados. Para melhorar a sua qualidade deverá ser aberto e decantado algum tempo antes de ser servido.

Etiquetas: , , , , , , ,

sexta-feira, 19 de Outubro de 2012

2285 - Quinta da Cabaça 2007 (Tinto)



Região: DOC Alentejo
Castas: Trincadeira, Alicante Bouschet, Aragonez e Cinsault
Produtor: Adega Cooperativa de Portalegre
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Vieira
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de média intensidade e concentração, o nariz revela notas de fruta preta misturadas com leves apontamentos de couro, especiarias e ainda um leve toque vegetal seco, num estilo clássico, na boca é um vinho equilibrado, com um volume e estrutura médios e taninos firmes, o paladar revela fruta e delicadas notas especiadas bem integradas com uma leve sensação de madeira, o final de boca é ligeiramente seco e conta com um comprimento e persistência médios/longos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2012

Classificação Revista Escanção: ........................85*
• Data da Prova: Janeiro 2013 / Fevereiro 2013
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Outubro 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Janeiro 2012 / Fevereiro 2012

Classificação Revista Escanção: ........................82*
• Data da Prova: Janeiro 2012 / Fevereiro 2012
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Janeiro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Setembro 2011

Classificação Revista Escanção: ........................83*
• Data da Prova: Maio 2011 / Junho 2011
* Classificação de 0-100


Classificação Revista Escanção: ........................83*
• Data da Prova: Março 2011 / Abril 2011
* Classificação de 0-100


Rótulo: A Quinta da Cabaça, propriedade da Adega Cooperativa de Portalegre, localiza-se no sopé da Serra de S. Mamede, no Reguengo, onde nascem os históricos e prestigiados vinhos da Adega de Portalegre. O vinho Quinta da Cabaça resulta da selecção das melhores uvas das castas Trincadeira, Alicante Bouschet, Aragonez e Cinsault, provenientes da vinha da Quinta da Cabaça. A cuidada vinificação e o estágio em barricas de carvalho resultam num vinho irreverente, guloso, com personalidade forte e que acompanha singularmente pratos de caça, carne de Bravo e porco Alentejano. Temperatura ideal de consumo: 18ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

quinta-feira, 18 de Outubro de 2012

2384 - Marquês dos Vales Grace Touriga Nacional 2008 (Tinto)



Região: Regional Algarve
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Quinta dos Vales
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Dorina Lindemann e Paulo Laureano
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz marcado pelos aromas de fruta preta acompanhados por alguma tosta e até um certo cacau, num fundo mais especiado e até balsâmico, na boca é um vinho encorpado, estruturado e de volume médio, os taninos revelam-se firmes e o paladar apresenta fruta madura aliada a notas de chocolate e alguma barrica, o final de bca tem um comprimento e uma persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Outubro 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Julho 2010

Rótulo: O nosso Touriga Nacoional 2008 é um vinho perfeitamente equilibrado, com aromas intensos de frutas maduras como amora, framboesa e cassis. Este mono-casta foi selectivamente colhido e cuidadosamente tratado na adega 14 meses. Após fermentação em cubas de inox teve quase 12 meses de maturação em barricas novas de carvalho francês. O resultado é um vinho suave e elegante, bons taninos, acidez fresca e geral impressão de suavidade, delicadeza e complexidade.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 17 de Outubro de 2012

2383 - Vale da Mata 2008 (Tinto)



Região: Regional Lisboa
Castas: Syrah, Touriga Nacional e Aragonez
Produtor: Herdade do Rocim
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: António Ventura e Catarina Vieira
Notas de Prova: Cor rubi intensa e nariz marcado pela fruta preta aliada a delicadas nuances vegetais e de especiarias, num fundo ligeiramente achocolatado, na boca é um vinho equilibrado, suave e com taninos redondos, o paladar revela-se frutado, ligeiramente especiado e apoiado em suaves notas de cacau, terminando com um comprimento médio e uma persistência bem interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Janeiro 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Setembro 2011 / Outubro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Setembro 2011

Rótulo: Vale da Mata era o nome de uma pequena vinha do avô paterno da Catarina Vieira, situada na encosta da Serra de Aire, nas Cortes. Foi ele que escolheu o nome para designar este vinho que assinala o "regresso" dos premiados vinhos desta terra peculiar, agora concebidos pela mão generosa, dedicada e já sabedora da neta, sob o olhar afectuoso, ainda que mais distante e vago, do avô Manuel. Este projecto é uma benção. Quase um sonho. Queremos que o vinho o seja também. O vinho Vale da Mata foi produzido a partir das castas Syrah, Touriga Nacional e Aragonez, da vindima de 2008.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho branco Olho do Mocho Reserva 2011 (Set/2012)


No passado dia 02/09/2012, realizei uma Prova do vinho branco Olho do Mocho Reserva 2011 do produtor Herdade do Rocim do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Herdade do Rocim pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Olho do Mocho Reserva 2011 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz
Produtor: Herdade do Rocim
Álcool: 13%
Enólogo: António Ventura e Catarina Vieira
Nota de Prova: Apresenta uma cor citrina e um nariz marcado pelas notas de fruta madura misturadas com alguma tosta e baunilha e ainda com uma delicada mineralidade, na boca é um vinho equilibrado, fresco e com uma acidez atractiva, revela um paladar fino, cheio de fruta e citrinos, que revelam uma agradável integração com as notas de barrica, o final de boca tem um comprimento e uma persistência médios.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

terça-feira, 16 de Outubro de 2012

2382 - Cova da Ursa Chardonnay 2010 (Branco)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Chardonnay
Produtor: Bacalhôa Vinhos de Portugal, S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Filipa Tomaz da Costa e Vasco Penha Garcia
Notas de Prova: Apresenta uma cor de tonalidade amarela e suaves reflexos esverdeados, no nariz destacam-se as frescas notas de fruta tropical e polpa branca com delicadas sugestões tostadas, abaunilhadas e uma leve sensação citrina, na boca é um vinho muito equilibrado, com boa acidez e uma estrutura bem interessante, o paladar revela uma agradável dose de fruta muito bem casada com as notas de barrica e um certo amanteigado, termina longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Maio 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2011

Classificação Revista Escanção: ........................86*
• Data da Prova: Maio 2011 / Junho 2011
* Classificação de 0-100


Rótulo: Produzido com uvas da casta Chardonnay da nossa vinha "Cova da Ursa", situada nas encostas da Serra da Arrábida. O seu solo pedregoso argilo-calcário e o meso-clima da zona da Arrábida, permitem que as uvas desta casta amadureçam lentamente atingindo uma elevada qualidade. Da cuidadosa tecnologia de vinificação realçamos a fermentação e maturação integral em barricas novas de carvalho francês. O vinho apresenta uma cor dourada com reflexos esverdeados, um sabor rico em notas aromáticas e gustativas da casta Chardonnay, combinadas com nuances tostadas e abaunilhadas, provenientes do contacto em madeira.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 15 de Outubro de 2012

2381 - Domingos Touriga Nacional & Syrah 2009 (Tinto)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Touriga Nacional e Syrah
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Domingos Soares Franco
Notas de Prova: Cor rubi de brilhante tonalidade violácea, o nariz revela evidentes notas florais, fruta vermelha e preta e uma delicada sensação vegetal e de barrica, na boca é um vinho guloso, muito frutado e onde o paladar também revela delicadas especiarias, conta com um volume médio e uns taninos macios, o final de boca tem um comprimento curto/médio e uma persistência interessante.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Revista: Agosto 2012

Rótulo: Enólogo: Domingos Soares Franco. Vinificação: com curtimenta a 28ºC. Estágio em madeira: 12 meses. Tipo de madeira: Carvalho novo francês. Castas: Touriga Nacional 59%, Syrah 41%. Vinha: vinha grande de Algeruz (solo arenoso). Engarrafado: Jun. 2011.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 14 de Outubro de 2012

2380 - Etchart Privado Torrontés 2010 (Branco)



Região: Argentina
Castas: Torrontés
Produtor: Bodegas Etchart
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Juan Carlos Mosca e Ignacio Lopez
Notas de Prova: Cor amarelo pálido com delicados reflexos esverdeados, revela um nariz exuberante de notas florais, líchias e fruta tropical, bem como frescas sugestões cítricas e ainda um leve toque mineral, formando um conjunto atractivo e perfumado, na boca é um vinho fácil, equilibrado e correcto, conta com uma acidez mediana e um perfil ligeiramente seco, o paladar continua frutado e floral e termina com um comprimento relativamente curto e uma persistência média.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Fevereiro 2012

Rótulo: Envuelto por increíbles cerros y el aire mas puro, a 1750 mts, sobre el nível del mar, nace un lugar de ensueño. Y protegida por él, nuestra bodega. El cielo azul, las escasas lluvias y los viñedos que desafían al desierto, dan lugar a un vino sereno, expresivo y noble que conserva la identidad de su tierra. En Cafayate, el Torrontés encontró su mejor habitad para desarrollar una expresión única. De color amarillo verdoso con reflejos acerados, resalta por sus aromas intensos de flores y frutos como rosas, jazmín, azares con durazno, manzana, ananá y citrus. De suave paladar, en boca es redondo, equilibrado y fresco, destacándose el sabor del fruto que le da origen. Temperatura de Consumo: 8ºC - 10ºC. Edad del viñedo: 25 años. Tiempo de guarda: -.

Etiquetas: , , , , ,

Prova de Vinhos 200 Anos de Blandy's Madeira (Out/2011)


No passado dia 29/10/2011 no Centro de Congressos da FIL – Junqueira em Lisboa, teve lugar uma Prova de Vinhos da Madeira da prestigiada marca Blandy's, realizada no âmbito do Evento Encontro com o Vinhos e com os Sabores 2011, organizado pela entidade Revista de Vinhos.

Prova comentada pelo Director Executivo da Blandy’s Madeira Wine Company, Chris Blandy.


Blandy's Bual 1993 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Bual
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 19%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Nota de Prova: Cor topázio brilhante e nariz fino e exuberante, onde se destacam os aromas de flor de laranjeira, frutos secos e um leve toque abaunilhado, na boca é um vinho muito equilibrado, jovem e com uma boa acidez, o paladar está muito harmonioso, revela mais uma vez os frutos secos, bem como um leve toque de chocolate e uma frescura vibrante, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma bela persistência.
Classificação Pessoal: 17
Blandy's Malmsey 1994 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Malmsey
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 19%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Nota de Prova: Apresenta uma cor âmbar com uma boa concentração e delicados reflexos aloirados, no nariz destaca-se a sua frescura e intensidade, onde os frutos secos aliados a notas de caramelo e a um leve toque de baunilha e madeira, formam um conjunto agradavelmente complexo, na boca é um vinho volumoso, envolvente e cremoso, conta com um paladar especiado, agradavelmente apoiado por diversos frutos secos e por um subtil achocolatado, termina de forma prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Blandy's Verdelho 1984 (Madeira)Blandy's Verdelho 1984 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Verdelho
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 20%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Nota de Prova: Cor topázio no centro e leve tonalidade acastanhada, no nariz sobressai um certo caramelizado, bem como exuberantes notas de frutos secos, algum tabaco e ainda uma delicada sugestão de casca de laranja e algum iodo, na boca é um vinho expressivo, com uma bela acidez e um corpo cheio e vibrante, revela um paladar especiado, muito elegante e fino, onde as notas da madeira estão muito bem integradas com diversos frutos secos, nomeadamente figos, termina longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Blandy's Bual 1980 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Bual
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 20%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Nota de Prova: Apresenta uma cor topázio com um delicado rebordo esverdeado, o nariz revela fineza e elegância, graças à envolvência das notas de flor de laranjeira misturadas com a fruta cristalizada, com um delicado toque fumado e delicadamente caramelizado, na boca é um vinho volumoso, untuoso e encorpado, conta com um paladar profundo, rico em frutos secos, mais uma vez os figos em destaque, e ainda um leve toque especiado e também alguma madeira, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Blandy's Bual 1980 (Madeira)
Blandy's Terrantez 1976 (Madeira)Blandy's Terrantez 1976 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Terrantez
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 20%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Nota de Prova: Cor topázio brilhante, nariz muito elegante e vivo, onde as notas de frutos secos e caramelo se misturam com os aromas especiados, de café e também alguma madeira, na boca é um vinho cremoso, encorpado e muito volumoso mas ao mesmo tempo sedutor e delicadamente seco, o paladar apresenta evidentes notas de especiarias, frutos secos e um delicado toque resinoso, capaz de conferir uma complexidade única ao conjunto, o final de boca é longo, muito longo e de uma enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18.5
Blandy's Verdelho 1968 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Verdelho
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 21%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Nota de Prova: Cor castanho claro com delicados reflexos dourados e esverdeados, o nariz revela notas especiadas misturadas com um delicado toque fumado e também notas de tabaco, bem como um suave vinagrinho e alguma baunilha e chocolate, na boca é um vinho cheio, muito complexo e harmonioso, revela uma elegância ímpar e uma acidez vibrante, no paladar destacam-se os frutos secos, bem como um ligeiro toque de madeira velha e também diversas especiarias, termina de uma forma muito prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 18
Blandy's Verdelho 1968 (Madeira)
Blandy's Sercial 1966 (Madeira)

Região: Madeira
Castas:
Sercial
Produtor: Blandy's Madeira Wine Company
Álcool: 20%
Enólogo: Francisco Albuque