• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

segunda-feira, 31 de Dezembro de 2012

2471 - Herdade do Pinheiro Reserva 2010 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Arinto e Perrum
Produtor: Sociedade Agrícola Silvestre Ferreira, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12%
Enólogo: José António Fonseca e Luis Morgado Leão
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela carregada e um nariz marcado pelos aromas de fruta muito madura, até mesmo fruta cozida, alguma tosta e um ligeiro toque torrado e fumado, na boca é um vinho equilibrado, frutado e especiado, revela um volume e estrutura pouco expressivos e o final de boca conta com um comprimento e persistência muito medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Maio 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .15.5
• Data da Revista: Novembro 2012 / Dezembro 2012

Rótulo: Vindima: Manual em caixas de 15kg. Castas: Arinto e Perrum. Vinificação: Decantação estática durante 48 horas, fermentação em madeira nova de carvalho Francês e Americano durante 22 dias seguidos de batonage. Vinho branco de cor citrina, de aroma muito frutado e levemente abaunilhado, com toque mineral e fruta tropical. Na boca é fresco e complexo com notas levemente tostadas. Deve ser consumido a uma temperatura entre os 10 e os 12ºC.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 30 de Dezembro de 2012

2470 - Quinta de Foz de Arouce Vinhas Velhas de Santa Maria 2003 (Tinto)



Região: Regional Beiras
Castas: Baga e Vinhas Velhas
Produtor: Quinta de Foz de Arouce, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Portugal Ramos e João Perry Vidal
Notas de Prova: Apresenta uma cor concentrada, de tonalidade granada e um nariz sedutor e atractivo, onde as notas de fruta vermelha revelam uma excelente integração com as delicadas notas de couro, algum cacau e também um ligeiro toque de flores secas, num fundo mais balsâmico e vegetal, na boca é um vinho que prima pela elegância e suavidade, que é capaz de impressionar pela sua textura aveludada e pelo seu paladar frutado, muito especiado e ligeiramente apimentado, num final de boca longo e prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Novembro 2012

Classificação Blue Wine: ...................................17.5
• Data da Revista: Outubro 2006

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18
• Data da Revista: Junho 2006

Rótulo: A casta Baga, proveniente de vinhas muito velhas plantadas em solo xistoso e vinificada em lagares com posterior estágio em barricas novas, resulta um vinho único, com excepcional aptidão de envelhecimento. Este vinho não foi filtrado, podendo apresentar depósito. "Nossa Senhora fez vinho, Com uvas de Foz de Arouce. Pô-lo numa cantarinha, E a cantarinha quebrou-se. Ficou triste a nossa Mãe, E chorou bem de mansinho, Mas Jesus por lhe querer bem, Do seu pranto fez mais vinho. Comeu o Pão a Senhora, E bebeu da cantarinha, E a partir daquela hora, Do Pão e Vinho é Rainha." Maria Isabel José de Mello Osório, Condessa de Foz de Arouce.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho tinto Marquês de Borba 2011 (Set/2012)


No passado dia 16/09/2012, realizei uma Prova do vinho tinto Marquês de Borba 2011 do produtor João Portugal Ramos do Alentejo

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor João Portugal Ramos - Vinhos, SA pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Marquês de Borba 2011 (Tinto)

Região: DOC Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Aragonez, Touriga Nacional, Syrah e Cabernet Sauvignon
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi/avioletada e um nariz rico em notas de fruta vermelha misturadas com delicadas sugestões florais, especiarias e ainda um ligeiro toque apimentado, na boca é um vinho redondo, muito equilibrado e com uma acidez e um volume bem interessantes, no paladar destaca-se a fruta, em conjunto com delicadas notas especiadas e um leve toque vegetal, terminando de forma mediana e saborosa.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

sábado, 29 de Dezembro de 2012

2469 - Casa de Santar Touriga Nacional 2006 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro de Vasconcellos e Souza
Notas de Prova: Apresenta uma cor de tonalidade granada e um nariz agradavelmente prenchido por notas de frutos vermelhos e delicadas sugestões florais e especiadas, num fundo mais tostado, fumado e algo balsâmico até, na boca é um vinho com estrutura, taninos redondos e um volume bem interessante, revela um paladar frutado e especiado, terminando de uma forma prolongada e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Dezembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Março 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Setembro 2009

Classificação Blue Wine: ...................................17
• Data da Revista: Novembro 2008

Rótulo: A Casa de Santar, fundada em 1790, orgulha-se de proporcionar aos seus apreciadores a descoberta da Touriga-Nacional, o qual é descrito na enciclopédia de vinhos de Portugal como o "ex-libris" da viticultura portuguesa. Assim, após uma vindima no seu amadurecimento correcto, encontramos um vinho de cor retinta, no aroma muito concentrado em frutos vermelhos e violetas, na boca prima pelo seu porte, o equilíbrio é aqui a nota dominante, apresentando-se envolvente na boca, taninos muito finos e um final aveludado. Elegância e equilíbrio são a assinatura dos nossos vinhos.

Etiquetas: , , , , ,

2468 - Herdade do Pinheiro Reserva 2006 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Touriga Franca
Produtor: Sociedade Agrícola Silvestre Ferreira, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: José António Fonseca e Luis Morgado Leão
Notas de Prova: Cor rubi concentrada e nariz marcado pela fruta vermelha e preta aliadas a frescas notas florais e uma leve sensação de tosta e baunilha, na boca é um vinho equilibrado, de volume médio e estrutura e acidez bem presentes, o paladar revela-se muito frutado e especiado e o final de boca tem um comprimento e persistência relativamente prolongados.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2012

Classificação Revista Escanção: ........................77*
• Data da Prova: Julho 2013 / Agosto 2013
* Classificação de 0-100


Rótulo: Vindima: Manual em caixas de 15kg. Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Touriga Franca. Vinificação: Desengace total, fermentação com temperatura controlada de 28ºC, seguida de uma maceração pós-fermentativa. Estágio: 12 meses em madeira nova de Carvalho Francês, 6 meses em garrafa. Na boca é potente, muito volumoso com fruta bem ligada a taninos presentes mas suaves. O final é longo e persistente com notas de excelente barrica. Deverá ser consumido a uma temperatura de 18ºC a 20ºC.

Etiquetas: , , , , , ,

sexta-feira, 28 de Dezembro de 2012

2467 - Framingham Sauvignon Blanc 2011 (Branco)



Região: Nova Zelândia
Castas: Sauvignon Blanc
Produtor: Framingham Wines Limited / Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 13%
Enólogo: Andrew Hedley
Notas de Prova: Apresenta uma cor citrina pálida com delicados reflexos esverdeados, o nariz revela uma fresca componente de fruta tropical, bem marcada pelas notas de maracujá, aliadas a evidentes sugestões limonadas e ainda um certo floral, num fundo mais mineral, na boca é um vinho estruturado, com boa acidez e uma certa cremosidade, o paladar revela-se muito frutado e cítrico, tal como levemente fumado e tostado, termina com um comprimento médio/longo e uma persistência muito interessante, além de contar com uma atractiva secura.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2012

Rótulo: At our boutique winery in the Wairau Valley, we craft expressive, individual small batch wines with new world purity and old world complexity. This 2011 Sauvignon Blanc delivers punchy flavours of passionfruit, grapefruit and redcurrant. Texture is enhanced by some barrel ferment and our signature mineral finish is retained.

Etiquetas: , , , , ,

2466 - Papa Figos 2010 (Tinto)


2466 - Papa Figos 2010 (Tinto)
Região: DOC Douro
Castas: Touriga Franca, Tinta Roriz, Touriga Nacional e Tinta Barroca
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Luis Sottomayor
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de média concentração no centro e uma auréola de tonalidade violeta, o nariz revela exuberantes notas de frutos vermelhos, acompanhados por suaves toques florais e delicadas sugestões de barrica e também um ligeiro cacau, na boca é um vinho equilibrado, de volume médio e taninos redondos, no paladar destaca-se novamente a fruta, face às delicadas notas de especiarias e o final de boca tem um comprimento e persistência médios e agradáveis.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Abril 2013 / Maio 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2012

Rótulo: De todas as aves do Douro, o Papa Figos é uma das mais raras.

Etiquetas: , , , , , , ,

quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

2465 - Paulo Laureano Premium Escolha 2009 (Tinto)



Região: DOC Alentejo
Castas: Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de boa intensidade e concentração, o nariz revela sugestivas notas de fruta preta misturadas com alguma compota e sugestões de madeira exótica, na boca é um vinho robusto, frutado e especiado, demonstrando uma estrutura interessante e um volume acima da média, o final de boca é prolongado e de persistência mediana.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2011

Rótulo: Acredito nas nossas castas, nas suas cores, nos seus aromas e sabores, por isso elegi-as como suporte dos meus vinhos. A minha aposta é desenhar vinhos exclusivamente com castas portuguesas, vinhos feitos com o que é nosso, aquilo que todos nos orgulhamos. Paulo Laureano Premium Escolha. Selecção das melhores Uvas das Castas Trincadeira, Aragonez e Alicante Bouschet da região da Vidigueira. Este vinho é o resultado de uma selecção, expressão de excelência do terroir. Este lote, resultou de uma escolha ainda mais restritiva efectuada na vindima de 2009. Não está destinado a integrar os circuitos normais de comercialização, embora procure conhecedores de excelência.

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 26 de Dezembro de 2012

2464 - Zambujeiro 2002 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonês e Cabernet Sauvignon
Produtor: Adega Quinta do Zambujeiro
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 15%
Enólogo: Alain Bramaz, Nuno Malta e Luis Lourinho
Notas de Prova: Apresenta uma cor vermelha intensa no centro e uma auréola de tonalidade granada, o nariz revela uma enorme elegância de aromas, desde as notas florais, passando pela fruta madura, por um ligeiro toque apimentado e ainda por subtis sugestões de barrica e até cacau, tudo muito bem integrado e complexo, na boca é um vinho encorpado, estruturado e profundo, além de volumoso e com taninos firmes mas não pesados, quase não se notam os seus 10 anos, o paladar é composto por fruta preta, especiarias, tosta e um leve toque vegetal e apimentado, terminado de forma prolongada e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Junho 2014

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2005

Rótulo: Um dos melhores vinhos de Portugal, produzido na Quinta do Zambujeiro na Região Alentejo/Borba. Castas rigorosamente seleccionadas de Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonês e Cabernet Sauvignon, plantadas num solo argiloso e xistoso, originaram este prodigioso vinho tinto. A vinificação combina tradição e métodos modernos. Após um estágio de 2 anos em barricas de carvalho francês foi engarrafado sem qualquer filtração.

Etiquetas: , , , , , , ,

Blogger's Day na Quinta do Crasto - Parte II (Set/2012)


No passado dia 29/09/2012 teve um lugar um Evento que reuniu alguns Wine Bloggers na Quinta do Crasto, em Sabrosa. Este Evento, organizado pela Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto, teve como objectivo apresentar as novas colheitas dos seus vinhos.

Marcaram presença os seguinte Bloguistas :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art Meets Bacchus)
- Nuno Oliveira Garcia (Blog Saca a Rolha)
- André Peres (Blog Wine & Life Report)
- Francisco Barão da Cunha (Blog Enófilo Militante)
- Carlos Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Nuno Ciríaco (Blog Adega dos Leigos)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage) e ainda Abílio Neto que escreve sobre vinhos.


Na 2ª parte deste Evento, durante o almoço, foram degustados 8 vinhos, 1 vinho branco, 4 vinhos tintos e 3 vinhos do porto.


Crasto 2011 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Gouveio, Roupeiro e Rabigato
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 12%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor citrina e nariz rico em notas mineralais, bem como alguma fruta tropical e um delicado toque limonado, na boca é um vinho equilibrado, muito redondo e fresco, conta com um paladar frutado e ligeiramente mineral e vegetal, com uma acidez muito atractiva e um final de boca de comprimento e persistência médios/longos.
Classificação Pessoal: 16
Crasto Superior 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Sousão e Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 13.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz marcado pelas notas tostadas e abaunilhadas, num fundo mais delicado e frutado, na boca revela-se um vinho guloso, com taninos redondos e um corpo mediano, no paladar realce para a fruta do bosque aliada a um certo esqeciado e delicadas notas de barrica, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência relativamente prolongada.
Classificação Pessoal: 16
1827 - Crasto Superior 2007 (Tinto)
454 - Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2004 (Tinto)Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Apresenta uma cor carregada no centro e uma auréola de tonalidade rubi, o nariz revela fineza e elegância, com a fruta preta muito bem envolvida por delicadas sugestões de diversas especiarias e um certo balsâmico, bem como um delicado toque de barrica e uma atractiva mineralidade, na boca é um vinho harmonioso, volumoso e encorpado, conta com uns taninos já redondos e uma complexidade fantástica, o paladar continua marcado pela fruta preta madura, algumas especiarias e um delicado toque mineral, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Quinta do Crasto Tinta Roriz 2009 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor de tonalidade rubi no centro e auréola violácea, o nariz revela exuberantes aromas de notas florais e frutos silvestres misturados com sugestivas e elegantes nuances de barrica e um delicado toque vegetal, na boca é um vinho encorpado, volumoso e estruturado, conta com um paladar elegante, frutado e especiado, onde as notas de barrica se encontram agradavelmente integradas e casadas com a fruta, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
997 - Quinta do Crasto Vinha da Ponte 2004 (Tinto)Quinta do Crasto Vinha da Ponte 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14.5%
Enólogo: Dominic Morris e Susana Esteban
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de forte intensidade e concentração, no nariz destaca-se toda a sua elegância e vivacidade, através de um conjunto de aromas, dominados pela fruta preta, aliada a invejáveis sugestões de barrica e ainda a suaves especiarias e uma certa mineralidade, na boca é um vinho encorpado, complexo e ao mesmo tempo envolvente, cativante e aveludado, conta com um paladar cheio de fruta e deliciosas especiarias, combinadas com breves sugestões achocolatadas e notas de barrica, de uma enorme elegância, termina com um comprimento e persistência simplesmente notáveis.
Classificação Pessoal: 18
Quinta do Crasto Finest Reserve (Porto)

Região: Porto
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 20%
Enólogo: Manuel Lobo e Tomás Roquette
Nota de Prova: Cor rubi de agradável intensidade e nariz rico em notas de fruta vermelha madura, muito frescas, na boca é um vinho equilibrado, atractivo e de prova fácil, conta com um paladar frutado e um final de boca médio/longo.
Classificação Pessoal: 15.5
Quinta do Crasto LBV 2007 (Porto)

Região: Porto
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 19.5%
Enólogo: Manuel Lobo e Tomás Roquette
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz cheio de cereja e outras frutas do bosque, misturadas com um delicado toque floral e breves sugestões de frutos secos, na boca é um vinho denso, muito jovem e cheio de fruta, tornando-se guloso e cativante, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 16
Crasto Vintage 1987 (Porto)

Região: Porto
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 20%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade no centro e rebordo de tonalidade avermelhada e acastanhada, o nariz revela delicadas notas de fruta madura apoiadas em sugestivos aromas de café, bem como suaves sugestões de couro e envolventes especiarias, na boca é um vinho delicado, com alguma complexidade e onde a fruta preta está bem presente, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012

2463 - Pousio 2010 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Roupeiro e Arinto.
Produtor: Casa Agrícola Herdade do Monte da Ribeira, S.A.
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13%
Enólogo: luís Duarte e Nuno Elias
Notas de Prova: Cor amarela brilhantes e nariz marcado por frescos aromas de fruta tropical madura e delicados apontamentos vegetais e citrinos, na boca é um vinho de fácil prova, equilibrado e correcto, o paladar relvela fruta e notas citrinas e o final de boca tem um comprimento curto/médio e uma persistência pouco expressiva.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Revista Escanção: ........................86*
• Data da Prova: Março 2012 / Abril 2012
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Julho 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Maio 2011

Rótulo: Crepúsculo em pinceladas douradas. É a hora do silêncio e da tranquilidade. Um suspiro deixa sair o dia que passou. E convida a entrar o gosto a frutos tropicais. Tudo é fresco, na alma e na boca. Olho a paisagem e não preciso de muito para interpretá-la. Porque é expressiva, contudo simples. Equilíbrio: é o que o momento me traz. Pousio Branco. Só te pede que relaxes. Porque os bons alentejanos dão sempre mais do que pedem. Herdade do Monte da Ribeira. Vinha 43ha - solos franco-argilosos. Antão Vaz - Roupeiro - Arinto.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 23 de Dezembro de 2012

2462 - Blog 2009 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional, Syrah e Alicante Bouschet
Produtor: Tiago Mateus Cabaço e Cabaço
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Tiago Cabaço
Notas de Prova: ainda está na Garrafeira






Classificação Pessoal: ......................................-


Classificação Wine - Essência do Vinho: .............18
• Data da Revista: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................18
• Data da Revista: Dezembro 2011

Rótulo: Uvas das castas Touriga Nacional, Syrah e Alicante Bouschet, plantadas em solos franco-argilosos de Estremoz, originaram em lagar de inox com pisa a pé, o vinho que estagiou doze meses em barricas de carvalho francês de primeira e segunda utilização. Vinho opaco na cor, aroma poderoso a frutos pretos maduros, com tosta especiada. Macieza alentejana ao sabor, com equilíbrio, estrutura, compota de frutos maduros, pimenta preta e ligeiro cacau. Vinho cheio, com elegância, de grande longevidade. Outubro 2011 / O Escanção Mor / Oscar M. Morgado Gato. Garrafa nº 0231 de 6600 Gf.

Etiquetas: , , , , , ,

Blogger's Day na Quinta do Crasto - Parte I (Set/2012)


No passado dia 29/09/2012 teve um lugar um Evento que reuniu alguns Wine Bloggers na Quinta do Crasto, em Sabrosa. Este Evento, organizado pela Quinta do Crasto, teve como objectivo apresentar as novas colheitas dos seus vinhos.

Marcaram presença os seguinte Bloguistas :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art Meets Bacchus)
- Nuno Oliveira Garcia (Blog Saca a Rolha)
- André Peres (Blog Wine & Life Report)
- Francisco Barão da Cunha (Blog Enófilo Militante)
- Carlos Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Nuno Ciríaco (Blog Adega dos Leigos)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage) e ainda Abílio Neto que escreve sobre vinhos.


Na 1ª parte deste Evento foi realizada uma Prova de Vinhos, com algumas raridades e as mais recentes colheitas, esta prova foi efectuada com a degustação de 8 vinhos, 1 branco e 7 tintos.


Crasto 2007 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Gouveio, Roupeiro, Cercial e Rabigato
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 12.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor amarela delicada e nariz fino e atractivo, onde predominam as notas minerais acompanhadas por uma ligeira especiaria e tosta, num fundo mais citrino e que faz lembrar alguns frutos secos, na boca é um vinho equilibrado, que demonstra uma evolução não muito pronunciada e um paladar limonado e seco, com um final de boca de comprimento e persistência relativamente prolongados.
Classificação Pessoal: 16
Quinta do Crasto 1998 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 12.5%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade no centro e uma auréola de tonalidade atijolada, o nariz está dominado pelas notas de couro, alguma especiaria e ainda um ligeiro toque terroso, na boca é um vinho delicado, já evoluído e com um paladar marcado pela fruta em passa, pelas especiarias e mais uma vez por um delicato toque terroso que marca o conjunto, o final de boca tem um comprimento e persistência de expressão já relativamente medianos.
Classificação Pessoal: 15
Quinta do Crasto Reserva 1994 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 13%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Cor granada, de média intensidade e nariz preenchido por notas de madeira velha, algum couro e uma delicada nota terrosa, na boca é um vinho suave, já evoluído e com a madeira e o couro bem presentes, num paladar delicado e com taninos suaves, o final de boca revela alguma secura e uma persistência curta.
Classificação Pessoal: 15.5
Quinta do Crasto Touriga Nacional 1996 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 12%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Apresenta uma bonita cor granada, com uma intensidade e concentração que fascina, face à idade do vinho, o nariz está agradavelmente preenchido por aromas apimentados, folhas secas e delicados apontamentos de couro e um certo especiado, na boca é um vinho equilibrado, com uma agradável estrutura e acidez e uma envolvência muito atractiva, já o paladar mostra-se elegante, onde as notas de couro e a madeira velha se integram de uma forma sedosa e sugestiva, com a fruta em passa e com um ligeiro toque vegetal seco, o final de boca é prolongado e relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Crasto Tinta Roriz 1997 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: David Baverstock
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade e nariz fino e harmonioso, rico em notas de couro e inicialmente marcado por um leve toque animal que aos poucos se vai dissipando e transformando em delicadas notas terrosas, subtis especiarias e ainda num breve apontamento apimentado, na boca é um vinho seco, além de frutado, algo rústico e muito especiado e apimentado, revela uma estrutura interessante e um corpo volumoso, o final de boca tem um comprimento médio/alto e uma agradável persistência.
Classificação Pessoal: 17
Crasto 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 13.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi de intensidade média e nariz agradavelmente preenchido por aromas de fruta vermelha e do bosque, acompanhados por um ligeiro toque floral, na boca é um vinho equilibrado, muito redondo e com um volume médio, o paladar está marcado pelas notas florais e frutos silvestres, terminando com um comprimento e persistência medianos.
Classificação Pessoal: 15
Crasto Superior 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Sousão
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi relativamente carregada no centro e de tonalidade avioletada à volta, revela um nariz dominado pela fruta vermelha aliada a diversas notas florais e uma barrica subtilmente presente, na boca é um vinho muito jovem, com uma frescura e acidez bem presentes, conta com uns taninos relativamente firmes e um paladar muito frutado, com a madeira bem integrada, o final de boca tem um comprimento e persistência médios/longos.
Classificação Pessoal: 16
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: Manuel Lobo
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de tonalidade avioletada, o nariz revela diversos frutos silvestres, acompanhados por delicadas notas florais e ainda delicadas sugestões de barrica, agradavelmente envolvidas com elegantes nuances de especiarias e uma certa mineralidade, na boca é um vinho harmonioso, com boa estrutura e volume com impacto, apesar de ainda ser muito jovem, é já capaz de mostrar uma elegância atractiva, no paladar destaca-se a fruta negra envolvida num toque especiado e vegetal e ainda em sugestivas notas de barrica, o final de boca é persistente e prolongado.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas:

sábado, 22 de Dezembro de 2012

2461 - Vila Santa Reserva 2010 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto e Verdelho
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Cor dourada e nariz marcado pela fruta madura e um leve toque cítrico, ambos agradavelmente apoiados em subtis notas tostadas, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez interessante e um paladar frutado, delicadamente preenchido por sugestões minerais, citrinas e tostadas, termina com um comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Outubro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Fevereiro 2012

Rótulo: Este vinho com origem nas castas Antão Vaz, Arinto e Verdelho é parcialmente fermentado em barricas de carvalho francês. Aroma citrino, frutos exóticos e elegantes notas de especiarias. Sabor complexo, onde a estrutura se combina na perfeição com uma frescura mineral de grande elegância.

Etiquetas: , , , , , ,

2460 - Muros Antigos Alvarinho 2010 (Branco)



Região: DOC Vinhos Verdes
Castas: Alvarinho
Produtor: Anselmo Mendes Vinhos, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Anselmo Mendes
Notas de Prova: Cor amarela de brilho mediano e nariz marcado pelos aromas de fruta tropical madura, acompanhados por alguma mineralidade e um toque cítrico e vegetal intenso, na boca é um vinho de volume médio, acidez vibrante e estrutura equilibrada, no paladar, a fruta madura continua bem casada com os citrinos e com leves especiarias, enquanto que o final de boca tem um comprimento e persistência médio/longo.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Agosto 2011

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.3
• Data da Revista: Julho 2011 / Agosto 2011

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.3
• Data da Revista: Maio 2011 / Junho 2011

Rótulo: A casta Alvarinho faz parte das mais distintas castas em todo o Mundo. Este vinho é criado em adega tradicional, fermenta e estagio em pequenos depósitos de inox.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012

2459 - CARM Reserva 2010 (Branco)



Região: DOC Douro
Castas: Códega, Rabigato e Viosinho
Produtor: CARM - Casa Agrícola Roboredo Madeira, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Madeira
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela citrina e um nariz dominado por notas fumadas, fruta tropical e um certo mineral, num fundo mais tostado, na boca é um vinho equilibrado e agradável, com boa frescura e uma acidez bem interessante, o paladar revela alguma estrutura, onde a fruta madura e um leve toque limonado combinam perfeitamente com as notas tostadas, o final de boca tem um comprimento e persistência médios/altos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2011

Rótulo: Uvas de castas tradicionais plantadas em vinhas velhas situadas no Douro Superior, deram origem a este vinho. A fermentação ocorreu a temperatura controlada, seguida de um estágio com "batonnage" em barricas de carvalho francês durante 8 meses. Aroma mineral, fresco e frutado onde predominam as notas cítricas bem casadas com notas do estágio em madeira. Na boca mostra-se volumoso, com carácter mineral e com um final longo e persistente.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012

2458 - Adega de Vila Real Grande Reserva 2007 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Adega de Vila Real
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Madeira e Luís Cortinhas
Notas de Prova: Cor rubi de tonalidade violeta e um nariz perfumado por notas florais muito bem acompanhadas por nuances de frutos vermelhos e delicadas notas de baunilha, na boca é um vinho fresco e muito equilibrado, com taninos polidos e estrutura agradável, o paladar reforça a fruta existente no nariz, desta feita envolvida com delicadas notas de especiarias, termina com um comprimento e persistência medianas.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............15
• Data da Revista: Março 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Novembro 2011 / Dezembro 2011

Rótulo: Este vinho reflecte a paixão com que cuidamos as nossas vinhas nas encostas do Douro. Os bons momentos da vida devem ser desfrutados na melhor companhia e com bons vinhos, como fazemos no Douro e que gostaríamos de partilhar consigo. Envie-nos a sua mensagem para: taste@adegavilareal.com. Beba moderadamente, mas aprecie intensamente. Este vinho foi produzido com uvas das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz e ainda uvas seleccionadas em vinhas velhas de altitude viradas a Norte. Servir à temperatura de 15ºC. Enologia: Rui Madeira, Luís Cortinhas

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012

2457 - Vinha Grande 2010 (Branco)



Região: DOC Douro
Castas: Viosinho, Códega, Arinto e Gouveio
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Luis Sottomayor
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela citrina e um nariz agradavelmente preenchido por aromas florais, minerais, fruta e ainda uma leve sensação de especiarias, na boca é um vinho interessante, onde revela uma agradável cremosidade e uma estrutura e volume medianos, o paladar continua frutado e mineral e termina com um comprimento e persistência médios.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Outubro 2011

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .15.5
• Data da Revista: Setembro 2011 / Outubro 2011

Rótulo: Elegância e tradição unem-se numa história que se descobre e saboreia em cada vinho da Casa Ferreirinha. Clássico e intenso, Vinha Grande Branco revela aromas intensos dominados por flores (rosa), frutos tropicais (manga) e outros frutos maduros (pêssego e alperce). A utilização da madeira deixa transparecer notas de melão e outros aromas muito discretos como baunilha, pimenta e canela, conferindo-lhe assim complexidade e elegância. A plena qualidade deste vinho mantém-se durante os seis anos seguintes à sua colheita desde que conservado na posição horinzotal e a temperaturas entre os 12ºC e os 15ºC. Servir a 12-13ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

Prova dos Vinhos Mãos no El Corte Inglés (Out/2012)


No passado dia 18/10/2012 no Supermercado El Corte Inglés em Lisboa, teve lugar a Apresentação dos vinhos Mãos do produtor R4 Vinhos do Douro.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 2 vinhos, 1 branco e 1 tinto.


Mãos 2010 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Viosinho, Gouveio e Rabigato
Produtor: R4 Vinhos
Álcool: 13%
Enólogo: Joana Maçanita
Nota de Prova: Cor citrina e nariz muito fresco e agradável, onde as notas florais combinam agradavelmente com um delicado toque cítrico e suaves sugestões de fruta madura, na boca é um vinho que surpreende pela acidez que apresenta, com uma relativa complexidade e uma estrutura mediana, o paladar revela notas de fruta aliadas a subtis nuances vegetais e citrinas, termina de uma forma saborosa, com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15.5
Mãos 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: R4 Vinhos
Álcool: 14.5%
Enólogo: Joana Maçanita
Nota de Prova: Cor rubi de tonalidade violeta, o nariz revela frescas notas florais misturadas com evidentes frutos silvestres e um delicado toque de vegetal seco, na boca é um vinho equilibrado, de estrutura média e taninos redondos, conta com um paladar fresco e cheio de fruta, bem como suaves notas florais e especiadas, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência interessante.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

terça-feira, 18 de Dezembro de 2012

2456 - Muros Antigos Escolha Loureiro 2010 (Branco)



Região: DOC Vinhos Verdes
Castas: Loureiro
Produtor: Anselmo Mendes Vinhos, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Anselmo Mendes
Notas de Prova: Cor citrina e nariz agradavelmente rico em notas florais, nuances cítricas e alguma fruta madura acompanhada por breves especiarias, na boca é um vinho volumoso, muito fresco e com excelente acidez, o paladar continua frutado e citrino e o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência prolongada.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Setembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Junho 2011

Rótulo: A grande intensidade aromática, frutado e floral, combinada com a acidez franca são as características que tornam o Loureiro entre os mais originais vinhos do Mundo.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 17 de Dezembro de 2012

2455 - Herdade do Peso Colheita 2009 (Tinto)



Região: DOC Alentejo
Castas: Aragonez, Alfrocheiro, Alicante Bouschet
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Miguel Pessanha
Notas de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola de tonalidade violeta, o nariz revela notas de fruta madura aliadas a evidentes sugestões de especiarias e também um certo floral e fumado, na boca é um vinho correcto, que apresenta um volume e uma estrutura medianos, o paladar continua muito frutado e especiado, bem como ligeiramente tostado, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Março 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Março 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Janeiro 2012

Rótulo: Cor rubi com notas violeta. Aroma muito intenso a frutos vermelhos e pretos e a especiarias. Suave, com bom volume e taninos macios e densos. Evolui bem por 2-4 anos. Engarrafado sem tratamento pelo frio para conservar a sua qualidade. Pode formar ligeiro depósito. Deve de ser decantado. Carne, queijos suaves. Aragonez, Alfrocheiro, Alicante Bouschet. Beber a 16ºC-18ºC. Barricas de carvalho (12 meses) e garrafa (6 meses). A riqueza e complexidade dos vinhos da Herdade do Peso traduzem um carácter único e a verdadeira essência da terra onde nasceram - o que de mais profundo existe no Alentejo.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 16 de Dezembro de 2012

2454 - Quinta de Cidrô Touriga Nacional 2009 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Real Companhia Velha - Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, S.A
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Jerry Luper, Gabriela Canossa e Manuel Brites
Notas de Prova: Cor rubi intensa e concentrada, o nariz revela evidentes notas florais e frutos do bosque, aliados a um ligeiro toque fumado e achocolatado, na boca é um vinho com bom volume, taninos redondos e estrutura firme, o paladar volta a destacar a fruta negra e delicadas notas minerais e especiadas, num fundo mais virado para o vegetal seco e algum balsâmico, o final de boca é prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Dezembro 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17.5
• Data da Revista: Fevereiro 2012

Rótulo: Este Touriga Nacional é um vinho complexo com grande carácter varietal, aromas de frutos vermelhos e acentuadas notas florais. Embora potente e expressivo, revela-se um vinho fresco e elegante, que dá imensa satisfação enquanto jovem e vibrante, sem contudo deixar de surpreender quem opte por aguardar a evolução em garrafa.

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho tinto Ninfa Touriga Nacional & Syrah 2010 no El Corte Inglés (Out/2012)


No passado dia 24/10/2012, no Supermercado El Corte Inglés em Lisboa, tive a oportunidade de provar o vinho tinto Ninfa Touriga Nacional & Syrah 2010 do produtor João Teodósio Matos Barbosa, da região do Tejo.

Ninfa Touriga Nacional & Syrah 2010 (Tinto)

Região: Regional Tejo
Castas: Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Sociedade Agrícola João Teodósio Matos Barbosa & Filhos, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e João Barbosa
Nota de Prova: Cor rubi de média concentração e nariz delicadamente floral, envolvido em evidentes notas de fruta vermelha madura, na boca é um vinho equilibrado, correcto e com uma agradável dose de fruta no paladar, termina com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15

Etiquetas:

sábado, 15 de Dezembro de 2012

2453 - Quinta do Quetzal Reserva 2010 (Branco)


2453 - Quinta do Quetzal Reserva 2010 (Branco)
Região: DOC Alentejo
Castas: Antão Vaz
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Rui Reguinga e José Portela
Notas de Prova: Cor amarela brilhante com reflexos dourados, o nariz revela notas cítricas e alguma fruta madura perfeitamente integradas num tostado e abaunilhado dominadores, na boca é um vinho estruturado, ligeiramente amanteigado e onde o paladar revela um tostado vibrante, acompanhado por alguma fruta, o final de boca conta com um comprimento e uma persistência médio/longos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Setembro 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Julho 2012 / Agosto 2012

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Maio 2012 / Junho 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Maio 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2012

Rótulo: Produzido a partir da casta autóctone Antão Vaz, típica desta região da Vidigueira, Guadalupe Selection é um vinho de cor citrina, aromas com notas de fruta fresca e muita mineralidade. Na boca é cheio e equilibrado, com um final fresco e mineral. Ideal para acompanhar caldeiradas, peixe assado no forno e carnes brancas. Sirva a 16ºC. Beber desde já ou guardar.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012

2452 - Guadalupe Selection 2010 (Branco)


2452 - Guadalupe Selection 2010 (Branco)
Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Reguinga e José Portela
Notas de Prova: Cor pálida com subtis reflexos esverdeados, o nariz revela agradáveis e frescas notas citrinas misturadas com leves sugestões de fruta e uma evidente mineralidade, na boca é um vinho equilibrado, correcto, fresco e com boa dose de fruta, amparada por notas cítricas e minerais, o final de boca tem um comprimento e uma persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Abril 2012

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............15
• Data da Revista: Junho 2012 / Julho 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Julho 2011

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............15
• Data da Revista: Julho 2011

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .15.9
• Data da Revista: Maio 2012 / Junho 2012

Rótulo: Produzido a partir da casta autóctone Antão Vaz, típica desta região da Vidigueira, Guadalupe Selection é um vinho de cor citrina, aromas com notas de fruta fresca e muita mineralidade. Na boca é cheio e equilibrado, com um final fresco e mineral. Ideal para acompanhar caldeiradas, peixe assado no forno e carnes brancas. Sirva a 16ºC. Beber desde já ou guardar.

Etiquetas: , , , , ,

2451 - Guadalupe 2011 (Branco)


2451 - Guadalupe 2011 (Branco)
Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Roupeiro e Arinto
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Reguinga e José Portela
Notas de Prova: Cor pálida e nariz marcado pelos frescos aromas florais aliados a delicadas notas minerais e breves apontamentos de fruta tropical, na boca é um vinho correcto, muito equilibrado e sensato, o paladar continua frutado e citrino e o final de boca tem um comprimento e uma persistência agradáveis.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Abril 2012