• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4440)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3604)

domingo, 10 de março de 2013

Jantar de Bloggers no Restaurante Tendinha (Fev/2013)


No passado dia 22/02/2013 no Restaurante Tendinha em Mem Martins, teve lugar mais um Jantar onde se juntaram alguns Bloggers de Vinho.

Durante o jantar e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os Bloggers :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Carlos Janeiro (organizador) e Vitor Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Miguel Pereira (Blog Pingamor)
- João Pedro Carvalho (Blog Copo de 3)
- Nuno Ciríaco (Blog Adega dos Leigos)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage)

O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Quinta da Murta Reserva Bruto 2008 (Espumante)

Região: DOC Lisboa
Castas: Arinto
Produtor: Quinta da Murta
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hugo Mendes
Nota de Prova: Cor citrina e nariz marcado pelos aromas tostados e especiados, com um delicado toque citrino a conferir alguma frescura ao conjunto, na boca é um vinho agradável, que alia uma certa secura a alguma doçura, o paladar revela um ligeiro toque de biscoito, muito delicado e envolvido em notas de fruta madura, o final de boca tem um comprimento curto/médio.
Classificação Pessoal: 15
Muxagat Os Xistos Altos Rabigato 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Rabigato
Produtor: Muxagat Vinhos, Lda
Álcool: 12%
Enólogo: Mateus Nicolau de Almeida
Nota de Prova: Cor amarelo pálido e nariz rico em notas minerais e tostadas, agradavelmente secundado pelos aromas de fruta madura e um delicado toque vegetal, na boca é um vinho com uma estrutura interessante, uma agradável acidez e um corpo relativamente volumoso, no paladar destacam-se as notas de fruta madura e a barrica, num conjunto algo seco e harmonioso, o final de boca tem um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
1736 - Pelada 2003 (Tinto)Pelada 2003 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Vinhas Velhas e Tinta Roriz
Produtor: Álvaro Castro
Álcool: 13%
Enólogo: Álvaro Castro
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e um nariz delicado mas ao mesmo tempo fino e elegante, com o perfume das notas florais e da fruta vermelha a envolver-se com delicadas notas de barrica, nomeadamente baunilha e especiarias, num fundo mais mineral e até resinoso, na boca é um vinho elegante, estruturado e muito equilibrado e redondo, o paladar revela-se muito frutado e especiado, terminando de uma forma prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Mouro Touriga Nacional 2003 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Miguel de Orduna Viegas Louro - Quinta do Mouro
Álcool: 14.5%
Enólogo: Miguel Viegas Louro e Luís Duarte
Nota de Prova: Cor granada intensa no centro e uma auréola de tonalidade avermelhada, o nariz revela finas e elegantes notas de fruta negra, flores secas e um delicado toque especiado, num fundo mais mineral e ligeiramente achocolatado, na boca é um vinho estruturado, encorpado e volumoso, com uns taninos ainda bem presentes e a revelarem capacidade de envelhecimento, no paladar destaca-se a fruta preta madura, bem como subtis sugestões de madeira e um delicado toque apimentado, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 17
Aalto 2001 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Bodegas Aalto SA
Álcool: 14%
Enólogo: Mariano Garcia
Nota de Prova: Cor rubi intensa e concentrada no centro, com laivos de tonalidade granada, inicialmente o nariz faz temer o pior devido à sua notória evolução mas aos poucos vai revelando notas resinosas, bem como um delicado toque balsâmico e químico, com a fruta negra a sentir algumas dificuldades em expressar-se, na boca é um vinho encorpado, com uns taninos sólidos e uma estrutura bem presente, embora já evoluído e com falta de garra, no paladar é um vinho seco, com a barrica a dominar um conjunto pouco frutado e demasiado especiado, o final de boca tem um comprimento médio/alto.
Classificação Pessoal: 15.5
Pintia 2004 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Bodegas y Viñedos Pintia
Álcool: 15%
Enólogo: Xavier Ausás López de Castro
Nota de Prova: Cor rubi muito fechada no centro, quase opaca, o nariz revela notas de fruta vermelha muito madura, algum couro e uma certa mineralidade, num fundo mais balsâmico e onde a barrica e as notas químicas revelam uma interessante envolvência, na boca é um vinho encorpado, com um bom volume e uma complexidade generosa, tem um paladar mais especiado que frutado, com as notas de barrica em clara evidência, conta ainda com um subtil toque vegetal seco e breves apontamentos balsâmicos, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16
San Román 2005 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tinta de Toro
Produtor: Bodegas y Viñedos Maurodos, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Mariano García
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada e nariz marcado pela fruta vermelha envolvida em diversas notas de especiarias, um delicado toque vegetal seco e alguma resina, na boca é muito encorpado e ao mesmo tempo cheio de garra, conta com uns taninos poderosos e um paladar rico em notas de barrica e fruta negra, o final de boca é persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Javali Tinto Cão 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Tinto Cão
Produtor: Sociedade Agrícola Quinta do Javali, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Mendes
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e concentrada, com um nariz revelador de elegantes aromas florais e fruta preta, bem como delicadas notas de resina, algum couro e uma mineralidade e diversas especiadas bem presentes, num fundo mais tostado e muito elegante, na boca é um vinho muito encorpado, harmonioso, cheio de garra e com uns taninos robustos, é notória a sua juventude, no paladar destaca-se a fruta preta, as notas de pimenta e um leve toque vegetal seco, formando um conjunto muito complexo e atractivo, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Quinta da Leda Vinha do Pombal 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Álcool: 13.5%
Enólogo: José Maria Soares Franco e Luis Sottomayor
Nota de Prova: Cor rubi intensa com uma delicada auréola de tonalidade granada, o nariz revela uma certa elegância, apresentando aromas tão diferentes quanto, a fruta preta, as notas de café, alguma esteva, um delicado toque especiado e até balsâmico, bem como subtis nuances de couro, na boca é um vinho delicado e harmonioso, já pronto a beber e com uns taninos sedosos, conta com um paladar muito elegante e redondo, onde fruta negra e as notas tostadas e apimentadas dominam o conjunto, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta das Tecedeiras Reserva 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca a Tinta Amarela
Produtor: Quinta das Tecedeiras - Sociedade Vitivinícola, Lda [Dão Sul]
Álcool: 14.5%
Enólogo: Carlos Lucas
Nota de Prova: Cor rubi intensa e um nariz bem preenchido por frescas notas florais, uma agradável dose de fruta vermelha madura e um delicado toque abaunilhado e tostado, na boca é um vinho harmonioso e encorpado, com um volume médio/alto e uns taninos polidos, o paladar revela uma interessante presença de fruta preta e notas apimentadas e especiadas, o final de boca revela um comprimento e uma persistência muito agradáveis.
Classificação Pessoal: 17
1533 - Quinta das Tecedeiras Reserva 2007 (Douro)
Quinta de S. José Reserva 2007 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
Produtor: João Brito e Cunha, Lda
Álcool: 15%
Enólogo: João Brito e Cunha
Nota de Prova: Apresenta um cor rubi muito fechada no centro, com delicados laivos violetas, no nariz, além das evidentes notas de barrica, destacam-se aromas algo químicos, bem como delicadas sugestões de fruta preta, um subtil toque achocolatado e até flores secas, que apesar de tudo não conseguem disfarçar a forte presença do álcool, na boca é um vinho marcado pela solidez dos taninos, apesar de revelar uma agradável estrutura e um corpo relativamente volumoso, parece precisar de mais tempo em garrafa, já o paladar continua dominado pela madeira, que faz com que a fruta preta e delicadas notas vegetais e apimentadas, fiquem em segundo plano, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16
Outeiro 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah e Petit Verdot
Produtor: Terras de Alter, Companhia dos Vinhos, Lda
Álcool: 15%
Enólogo: Peter Bright
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi com alguma intensidade no centro e uma delicada tonalidade avermelhada à volta, o nariz revela-se guloso, rico em notas de fruta vermelha e um leve toque floral, envolvidos em subtis sugestões de chocolate e um ligeiro toque apimentado, na boca é um vinho jovem, de certa maneira alicorado e atractivo, conta com uns taninos polidos e um paladar agradavelmente frutado e especiado, com delicadas notas de barrica a conferirem alguma complexidade ao conjunto, termina com um final de boca de comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
Solertia 2006 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Garnacha, Cariñena, Cabernet Sauvignon e Syrah
Produtor: Vinyes de Manyetes
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rene Barbier e Fernando Zamora
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz revelador de um ligeiro toque químico e mineral, com delicados aromas frutados e notas de esteva, a completarem um conjunto ainda jovem, na boca é um vinho encorpado, com taninos muito firmes e um paladar muito marcado pela madeira e por evidentes notas de couro, sente-se um ligeiro toque vegetal seco e a fruta negra revelam uma presença secundária, o final de boca tem um comprimento e uma persistência médios/longos.
Classificação Pessoal: 16.5
Real Vinicola Garrafeira 1985 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas: -
Produtor: Real Vinícola
Álcool: 12%
Enólogo: -
Nota de Prova: Vinho já passado.
Classificação Pessoal: -
Cave Solar das Francesas Garrafeira 1963 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas: -
Produtor: Cave Solar das Francesas, S.A.R.L.
Álcool: 12%
Enólogo: -
Nota de Prova: Vinho já passado.
Classificação Pessoal: -
Niepoort Vintage 1997 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: Dirk Niepoort
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade e nariz muito marcado pelas notas de verniz e até cola, responsáveis pela fraca presença da fruta preta e um delicado toque achocolatado, na boca melhora ligeiramente mas não disfarça totalmente o seu defeito, termina de uma forma mediana.
Classificação Pessoal: 11
Quinta da Romaneira Vintage 1985 [Magnum] (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Sociedade Agrícola da Romaneira, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Apresenta uma cor acastanhada, infelizmente já turva, o nariz revela-se delicado e elegante, com sugestivas notas de especiarias e esteva, bem como alguma madeira e couro, complementadas com sugestões de frutos secos, na boca é um vinho cremoso, fino e relativamente volumoso, conta com um paladar mais especiado e vegetal que frutado e revela um final de boca com um comprimento e uma persistência medianos mas saborosos.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas: