• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (5143)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (4050)

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

732 - Vinha da Tapada Coelheiros 2004 (Tinto)


732 - Vinha da Tapada Coelheiros 2004 (Tinto)
Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonês, Trincadeira, Castelão e Cabernet Sauvignon
Produtor: Sociedade Agrícola da Herdade dos Coelheiros, S.A.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: António Saramago
Notas de Prova: Aromas frutados, realce para a fruta vermelha e ligeiro balsâmico, o paladar está macio e a boca medianamente preenchida, a fruta melhora no evoluir da prova, taninos polidos e final bem agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Junho 2007

Classificação Blue Wine: ...................................14.5
• Data da Revista: Junho 2006

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15
• Data da Revista: Maio 2006

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , , ,

Nº de Comentários: 3

  • Anonymous Kroniketas comentou na data de quinta-feira, 17 janeiro, 2008:

    Caríssimo, vi agora a nota de prova do Casa de Alegrete. Sabes dizer-me onde se pode encontrar à venda?

  • Blogger Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos) comentou na data de quinta-feira, 17 janeiro, 2008:

    Viva!

    Eu provei o vinho em causa num restaurante de Portalegre, de modo que não sei onde está disponível para venda.

  • Anonymous Kroniketas comentou na data de quinta-feira, 17 janeiro, 2008:

    Pois, é que eu estou a trabalhar precisamente em Portalegre até ao fim deste mês e já o bebi 3 vezes, foi uma revelação. Queria comprar umas garrafas para levar. Sei que há uma garrafeira que o vende, mas... a 11 euros... Não sei se pelos lados da capital o conseguirei arranjar, pelo que terei de ver se o levo de cá.

Inserir Novo Comentário