• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (5012)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3988)

domingo, 24 de março de 2019

Apresentação dos Vinhos Pinhal da Torre no Restaurante Tendinha (Jan/2019)


No passado dia 24/01/2019 teve lugar a Apresentação dos vinhos do Produtor Pinhal da Torre da região do Tejo, no Restaurante Tendinha em Mem Martins, através da organização e convite de Carlos Janeiro, responsável pelo Blog Comer, Beber e Lazer.
O Produtor teve a oportunidade de realizar uma Prova de vários dos vinhos do seu Portfolio.

Prova comentada pelo Produtor Paulo Saturnino Cunha.



Pinhal da Torre 2 Worlds 2015 (Branco)

Região: DOC Tejo
Castas: Chardonnay, Arinto e Fernão Pires
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 12.5%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor amarela de média intensidade e nariz algo complexo e sem grande exuberância, com a fruta madura e os citrinos também maduros a revelarem-se mais presentes face a delicadas notas de barrica e um ligeiro toque floral, na boca revela alguma untuosidade, uma agradável acidez e uma estrutura interessante, evidenciando ainda uma leve secura e um delicado toque amanteigado, no paladar apresenta-se bem mais frutado e muito bem apoiado por notas tostadas e uma delicada sensação cítrica, o final de boca termina com uma agradável persistência.
Classificação Pessoal: 16
Pinhal da Torre 2 Worlds 2012 (Tinto)

Região: DOC Tejo
Castas: Syrah, Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e granada à volta, no nariz revela fruta vermelha madura envolvida por breves nuances vegetais e ligeiras sugestões apimentadas, na boca é um vinho equilibrado, com uma estrutura média e taninos bem redondos, no paladar destaca-se a fruta vermelha acompanhada por delicadas notas especiadas e uma sensação vegetal bem presente, o final de boca termina com um comprimento médio.
Classificação Pessoal: 15.5
Pinhal da Torre Resoluto 2015 (Tinto)

Região: DOC Tejo
Castas: Touriga Franca, Alicante Bouschet e Trincadeira
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz cheio de fruta vermelha fresca muito bem acompanhada por breves notas florais e de especiarias, num fundo ligeiramente marcado pela madeira e por uma delicada sensação mentolada, na boca apresenta-se estruturado, com uma agradável complexidade e uma juventude bem presente, principalmente nos taninos, no paladar volta a dominar a fruta vermelha envolvida por delicadas notas vegetais e breves apontamentos especiados, terminando com um final de boca de comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
Pinhal da Torre The Syrah 2013 (Tinto)

Região: DOC Tejo
Castas: Syrah
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada no centro e uma fina auréola de tonalidade violeta, o nariz revela intensas notas vegetais e de fruta vermelha e preta bem frescas, envolvidas por uma delicada sensação balsâmica, num fundo marcado por elegantes notas fumadas e tostadas, na boca é um vinho encorpado, ligeiramente seco e com uma complexidade bem presente, no paladar realce para a harmonia existente entre a fruta vermelha e a barrica, num fundo mais vegetal e especiado, com o final de boca a terminar de uma forma bem prolongada.
Classificação Pessoal: 17
Pinhal da Torre Antagonista 2013 (Tinto)

Região: DOC Tejo
Castas: Syrah e Garnacha
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz de grande elegância e complexidade, onde a fruta vermelha e silvestre bem maduras combinam na perfeição com breves notas mentoladas, diversas especiarias e uma leve sensação resinosa, num fundo marcado pela elegância da barrica e por um ligeiro toque fumado, na boca é um vinho encorpado e volumoso, envolvente, harmonioso e com taninos finos, no paladar é a fruta vermelha que domina o conjunto, estando muito bem secundada por breves nuances especiadas e apimentadas, o final de boca termina longo e com grande persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
Pinhal da Torre Protagonista 2013 (Tinto)

Região: DOC Tejo
Castas: Touriga Franca, Alicante Bouschet e Syrah
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor rubi de intensidade alta e nariz muito bem preenchido por diversas frutas pretas, alguma compota e breves nuances de cacau, num fundo mais especiado, tostado e até mentolado, na boca é um vinho elegante, estruturado, muito encorpado e com taninos finos, no paladar voltam a dominar os frutos negros, muito bem acompanhados pela barrica e por sugestivas notas minerais, com o final de boca a terminar de uma forma bem prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Pinhal da Torre Resiliente 2013 (Tinto)

Região: DOC Tejo
Castas: Touriga Nacional, Syrah, Touriga Franca, Tinta Roriz, Alicante Bouschet, Sousão e Tinta Francisca
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 14%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi de forte intensidade no centro e uma fina auréola de tonalidade violeta brilhante, o nariz sugere elegantes e complexos aromas de fruta vermelha e preta, misturadas com sugestivas notas florais e barrica de grande qualidade, num fundo mais especiado e delicadamente balsâmico, na boca é um vinho volumoso, encorpado e com taninos vigorosos mas ao mesmo tempo finos, já o paladar revela uma mineralidade encantadora, além de subtis nuances de pimenta preta, tosta e fruta negra, que se revela dominadora, o final de boca termina longo e com uma enorme persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
Pinhal da Torre Tardio Late Harvest 2010 (Branco)

Região: DOC Tejo
Castas: Fernão Pires
Produtor: Pinhal da Torre
Álcool: 11%
Enólogo: Mário Andrade
Nota de Prova: Cor amarela intensa com laivos dourados, o nariz sugere aromas melados e florais envolvidos por uma delicada sensação de frutos secos, na boca mostra-se um vinho untuoso e harmonioso, onde revela um agradável equilíbrio entre a doçura e frescura apresentadas, no paladar volta a evidenciar-se o mel em conjunto com diversos frutos secos e uma delicada sensação citrina, terminando com um final de boca de comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas: