• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4340)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3527)

terça-feira, 30 de junho de 2015

3643 - Olo 2012 (Branco)



Região: Regional Vinhos Verdes
Castas: Alvarinho, Avesso, Azal, Pedernã e Trajadura
Produtor: Quinta de Val-Bôa
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 11%
Enólogo: Dirk Niepoort
Notas de Prova: Cor citrina levemente esverdeada e nariz muito floral e mineral, apoiado em breves notas limonadas, na boca é um vinho fresco, com uma acidez agradável e um paladar mais citrino e mineral do que floral e vegetal, o final de boca é relativamente seco e conta com um comprimento e persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Agosto 2014

Rótulo: "Nada mais fácil do que sonhar" mas com a ajuda do Dirk e da sua equipa, o vinho começa a tornar-se realidade. Muito obrigado. Jorge Albuquerque da Quinta (Betterlucro, Lda).

Etiquetas: , , , , , , , ,

3642 - Herdade do Rocim 2011 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah
Produtor: Herdade do Rocim
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: António Ventura e Catarina Vieira
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade no centro e auréola de tonalidade violeta, o nariz revela aromas de fruta madura misturados com delicadas notas apimentadas e subtis sugestões de especiarias e tosta, na boca é um vinho equilibrado, com taninos presentes e um volume interessante, conta com um paladar muito frutado, além de evidenciar complexas notas especiadas, o final de boca denota um comprimento e uma persistência ligeiramente acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17
• Data da Revista: Julho 2015 / Setembro 2015

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Maio 2015 / Junho 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Abril 2015

Rótulo: Entre a Vidigueira e Cuba, no interior alentejano, onde a cultura da vinha encontra características de excepção, fica a Herdade do Rocim. É aqui, com 70 hectares de vinha e com adega própria, que se produz este vinho, onde se cruzam o saber e a paixão de gerações que tiveram sempre pela terra o maior respeito e ternura. Produzido a partir das castas Aragonez, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah.

Etiquetas: , , , , , , ,

segunda-feira, 29 de junho de 2015

3641 - Quinta de Lemos Touriga Nacional 2007 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Quinta de Lemos - Produção e Comercialização de Vinhos, S.A.
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Hugo Chaves
Notas de Prova: Cor rubi profunda e concentrada, o nariz revela elegantes aromas de fruta vermelha e especiarias, misturados com delicadas sugestões fumadas e balsâmicas, além de breves notas florais e de tosta, na boca é um vinho estruturado e complexo, com taninos polidos e um paladar cremoso, onde a fruta madura e subtis notas vegetais e especiadas, formam um conjutno sedutor e vigoroso, o final de boca é longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Novembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Outubro 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Abril 2010

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Março 2010

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 28 de junho de 2015

3640 - Quinta das Hidrângeas 2013 (Branco)



Região: DOC Douro
Castas: Gouveio, Códega do Larinho e Rabigato
Produtor: Henrique Tiago Pinto & Filhas, Lda - Quinta das Hidrângeas
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Ricardo Guerra
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarelo citrino e um nariz muito fresco, onde os aromas cítricos e vegetais se misturam com evidentes notas minerais, na boca destaca-se a sua acidez e uma secura sempre presente, com um paladar dominado por sugestões limonadas e minerais, num fundo agradavelmente preenchido por alguma fruta madura, o final de boca termina seco e subtilmente persistente.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Fevereiro 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2014

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

Mini Prova Vertical do Vinho Tinto Munda no Restaurante Rubro (Mar/2015)


No passado dia 25/03/2015, realizei uma Mini Prova Vertical do Vinho Tinto Munda, do produtor Fontes da Cunha - C.E.G S.A. da região do Dão, juntamente com um grupo de amigos no restaurante Rubro, em Lisboa.

Esta prova foi efectuada com a degustação de 3 colheitas: 2006, 2008 e 2009.


Munda 2006 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Fontes da Cunha - C.E.G S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Francisco Olazabal e Joana Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi profunda no centro e uma leve auréola de tonalidade avermelhada, o nariz revela elegância e profundidade, onde claramente se destacam os aromas florais aliados a frescas notas de fruta vermelha e preta, num fundo subtilmente marcado por nuances de especiarias e sugestivas notas de barrica, na boca é um vinho vivo, fresco, estruturado e muito encorpado, conta com um paladar cheio de fruta, alguma barrica e finos mas sólidos taninos, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Munda Touriga Nacional 2008 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Fontes da Cunha - C.E.G S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Francisco Olazabal e Joana Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor carregada de tonalidade avemelhada e granada, no nariz destacam-se os aromas de frutos do bosque e as notas florais, muito bem envolvidas por sugestivas nuances de especiarias e alguma baunilha e barrica, na boca é um vinho equilibrado, algo seco e com uma estrutura agradável, taninos redondos e paladar muito frutado e especiado, além de delicadamente vegetal e até mineral, terminando com um final de boca de comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
Munda Touriga Nacional 2009 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Fontes da Cunha - C.E.G S.A.
Álcool: 14%
Enólogo: Francisco Olazabal e Joana Cunha
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e rebordo de tonalidade violácea e avermelhada, o nariz apresenta-se algo complexo, com a fruta vermelha madura a surgir aos poucos, bem como frescas notas florais e breves apontamentos de barrica, na boca é um vinho fino, elegante e cheio de carácter, com uma estrutura imensa e um volume bem interessante, além de evidenciar taninos sólidos, revela um paladar cheio de fruta e especiarias, muito bem integradas com a madeira, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas:

sábado, 27 de junho de 2015

3639 - .Beb 2012 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Encruzado, Verdelho e Viognier
Produtor: Tiago Mateus Cabaço e Cabaço
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Tiago Cabaço e Susana Esteban
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela ligeiramente pálida e um nariz rico em aromas de fruta tropical e notas minerais, muito bem envolvidas com sugestivos apontamentos vegetais e florais, num fundo subtilmente marcado por alguma barrica, na boca é um vinho untuoso e equilibrado, com uma acidez bem presente e um paladar fresco, onde a fruta madura e suaves nuances de baunilha se misturam com elegantes notas minerais, o final de boca é relativamente prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2014

Rótulo: Associámos a estrutura e complexidade do Encruzado, a frescura do Verdelho e a exuberância do Viognier com um estágio parcial de seis meses em carvalho francês, o que nos permitiu apresentar este .beb branco de espírito vivo e ânimo forte. É um vinho frutado mas muito sério, aromático, enérgico e profundo… sem nunca perder a frescura e elegância que o qualificam.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 26 de junho de 2015

3638 - Quinta da Romaneira Touriga Nacional & Syrah 2010 (Tinto)



Região: Regional Douro
Castas: Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Sociedade Agrícola da Romaneira, S.A.
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 13%
Enólogo: António Agrellos
Notas de Prova: Cor intensa, onde o vermelho é perfeitamente notório, no nariz o destaque vai para a qualidade da fruta envolvida por delicadas notas tostadas e florais, além de sugestivas notas de chocolate e até um ligeiro toque balsâmico, na boca é um vinho encorpado e harmonioso, com taninos bem polidos e um paladar rico em fruta madura, onde a madeira está muito bem integrada, o final de boca termina com um comprimento relativamente prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Setembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Abril 2013 / Maio 2013

Rótulo: As vinhas da histórica Quinta da Romaneira observam o majestoso rio Douro, num amplo anfiteatro natural esculpido no xisto, que é a base do "terroir" único da propriedade. Este vinho resulta da combinação de duas castas: a nobre e clássica Touriga Nacional e Syrah, cujo berço espiritual se acredita ser a região de Rhône e que se adaptou notavelmente às nuances do "terroir" e clima do Douro. O resultado é um blend harmonioso com uma extraordinária concentração, em que sobressai a pureza da fruta aliada à elegância e à delicada qualidade aromática da Touriga Nacional.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 25 de junho de 2015

3637 - Duas Quintas Reserva 2012 (Branco)



Região: DOC Douro
Castas: Rabigato, Arinto, Viosinho e Folgasão
Produtor: Ramos Pinto
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 13%
Enólogo: João Nicolau de Almeida
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela pálida e um nariz elegante e vibrante, onde os aromas florais se envolvem com a fruta e com delicadas notas citrinas, na boca é um vinho fresco, com uma agradável estrutura e uma acidez muito interessante, no paladar destaca-se a fruta madura aliada a subtis nuances de barrica, o final de boca é relativamente prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.8
• Data da Revista: Outubro 2014 / Dezembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Setembro 2014

Classificação Revista Escanção: ........................90*
• Data da Prova: Julho 2014 / Agosto 2014
* Classificação de 0-100


Rótulo: A casa Ramos Pinto, fundada em 1880, mantém ainda hoje a firme determinação do seu fundador, Adriano Ramos Pinto, de produzir e seleccionar as melhores uvas da Região Demarcada do Douro para a elaboração dos seus vinhos. Nascido a partir de uma meticulosa selecção das uvas provenientes de duas Quintas, Ervamoira e Bons Ares, este vinho foi elaborado com Rabigato (70%), Folgazão (10%), Viozinho (20%) e Arinto (10%).

Etiquetas: , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de junho de 2015

3636 - Quinta da Falorca Garrafeira Old Vines 2004 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: Quinta Vale das Escadinhas - Sociedade Agrícola de Silgueiros, S.A.
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Vines & Wines
Notas de Prova: Cor opaca e nariz rico em fruta vermelha madura, notas florais e um leve mas complexo toque especiado, num fundo mais mineral e ligeiramente tostado, na boca é um vinho profundo, muito encorpado, com taninos sólidos e um paladar rico em fruta negra, muito bem acompanhada por leves sugestões de chocolate e um subtil apontamento de couro, termina com um comprimento longo e uma persistência notável.

Classificação Pessoal: ......................................18
• Data da Prova: Novembro 2014

Classificação Pessoal: ......................................18
• Data da Prova: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Fevereiro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2009

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Dezembro 2009

Rótulo: Created with celebrated grapes from the one of mos famous grapes producing region of the world - Silgueiros - this blend combines all the superior characteristics you would expect from a traditional Dão's wine. Exciting the taste buds with its brisk and stimulating flavour, our richly, fruity wine is the ideal drink with or without food, particularly recommended with full flavoured dishes. At Quinta Vale das Escadinhas we are dedicated to quality and excellence. For advice or any additional info about our wine, please qve@qve.pt. To preserve its quality, the wine was not cold stabilized and therefore throws a deposit with time in bottled. Craftsman: Carlos Figueiredo. Oenologist: Vines & Wines. Beste served (16ºc - 18ºc). We are a family business, based in Silgueiros - Viseu, and have over one hundred year's experience in the art of producing and blend rarest wines. Nº 0091/3.663.

Etiquetas: , , , ,

Prova do Vinho tinto Adega Mãe Merlot 2012 (Mar/2015)


No passado dia 23/03/2015, realizei uma Prova do Vinho tinto Adega Mãe Merlot 2012 do produtor Adega Mãe da região de Lisboa.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Adega Mãe Merlot 2012 (Tinto)

Região: Regional Lisboa
Castas:
Merlot
Produtor: Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 15.5%
Enólogo: Anselmo Mendes e Diogo Lopes
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz rico em fruta vermelha madura e notas de chocolate, bem como delicados aromas apimentados e de tosta, na boca é um vinho vigoroso, encorpado e com taninos firmes, revela um paladar elegante, claramente dominado pela fruta negra e por notas vegetais e algum pimento, num fundo mais especiado e bem preenchido pelas notas de barrica, o final de boca é algo seco e relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

terça-feira, 23 de junho de 2015

3635 - Parus 2010 (Branco)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Antão Vaz
Produtor: Herdade da Comporta, S.A.
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Francisco Pimenta
Notas de Prova: Cor amarela e nariz agradavemente marcado pelo aromas tostados e abaunilhados, em cojunto com sugestivas notas florais e de fruta tropical madura, na boca é um vinho interessante, com uma acidez bem presente e um paladar frutado e mineral, com uma subtil barrica a conferir alguma complexidade, o final de boca tem um comprimento médio.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2014

Rótulo: Este vinho, obtido exclusivamente da casta Antão Vaz, apresenta uma cor citrina cristalina, com um aroma onde se conjugam as sensações de fruta tropical com alguma mineralidade próprias da casta. Ao sabor, revela um acidulo persistente e um fim de boca fresco, onde a fruta volta a estar presente. A influência marítima e as condições particulares da Herdade da Comporta contribuem, de forma indelével, para o carácter único deste vinho. Deste vinho produzidas 6.784 garrafas numeradas. A sua é a nº 4671.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 22 de junho de 2015

3634 - Margarida 2010 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Encruzado e Verdelho
Produtor: Margarida Cabaço Unipessoal, Lda
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Susana Esteban
Notas de Prova: Cor amarelo de média intensidade e nariz algo complexo, onde as notas minerais se fundem com os aromas citrinos e alguma fruta madura, na boca é um vinho com estrutura, uma acidez bem interessante e um paladar vivo, muito frutado, ligeiramente especiado e onde as sugestões florais e minerais se envolvem com evidentes nuances cítricas, terminando com um final de boca acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2014

Rótulo: Em 2010 elegi a casta Encruzado como base para este vinho. As uvas foram vinificadas em pequena cuba e fizeram um estágio parcial em barricas de carvalho francês

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 21 de junho de 2015

3633 - Dona Maria Reserva 2008 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Petit Verdot e Syrah
Produtor: Júlio Tassara de Bastos
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 14%
Enólogo: Luís Duarte e Sandra Gonçalves
Notas de Prova: Apresenta uma cor intensa e de forte tonalidade rubi, o nariz sugere elegância e fineza, num estilo clássico alentejano, com a fruta vermelha madura e as diversas notas de especiarias a envolverem-se com leves nuances vegetais, além de um subtil toque apimentado e balsâmico até, num fundo amparado pela discreta barrica, na boca é um vinho volumoso, além de encorpado e harmonioso, mostrando-se um vinho de taninos finos e revelador de um paladar cheio de fruta e delicados apontamentos apimentados e tostados, termina com um final de boca prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Abril 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Novembro 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............18
• Data da Revista: Janeiro 2013 / Fevereiro 2013

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.9
• Data da Revista: Janeiro 2013 / Fevereiro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Outubro 2012

Rótulo: Este vinho produzido a partir de uvas seleccionadas de vinhas velhas das castas Alicante Bouschet (50%), Petit Verdot e Syrah, fermentadas em lagares de mármore e estagiado em barricas novas de carvalho francês durante um ano, apresenta uma cor rubi retinta e um aroma limpo rico em frutos silvestres com ligações a menta e especiarias. O sabor é intenso e redondo, com taninos aveludados e final persistente.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho tinto Monte da Ravasqueira Touriga Franca 2012 (Mar/2015)


No passado dia 25/03/2015, realizei uma Prova do Vinho tinto Monte da Ravasqueira Touriga Franca 2012 do produtor Monte da Ravasqueira da região do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Monte da Ravasqueira Touriga Franca 2012 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Touriga Franca
Produtor: Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A.
Álcool: 13%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e Vasco Rosa Santos
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e muito concentrada, com um nariz rico em fruta preta e vermelha madura, além de evidentes notas minerais e fumadas, pimenta e também baunilha, num fundo agradavelmente especiado, na boca é um vinho equilibrado, com taninos firmes e um paladar marcado pela fruta madura e breves notas vegetais e até minerais, terminando com um final de boca de comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

sábado, 20 de junho de 2015

3632 - Quinta do Quetzal Reserva 2009 (Tinto)



Região: DOC Alentejo
Castas: Syrah, Trincadeira e Alicante Bouschet
Produtor: Quinta do Quetzal - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Rui Reguinga e José Portela
Notas de Prova: Cor rubi de forte intensidade no centro e auréola de tonalidade violeta, o nariz apresenta-se rico em aromas de fruta madura, notas especiadas e de baunilha, além de breves sugestões de compota e até subtis nuances minerais, na boca é um vinho encorpado, com volume, taninos finos e uma certa complexidade, conta com um paladar muito frutado e especiado, além de serem evidentes as notas de barrica e chocolate, o final de boca é prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Dezembro 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Março 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Junho 2012

Rótulo: Elaborado de parcelas de solos de xisto, na original encosta de Vila de Frades, a partir das castas Syrah, Trincadeira e Alicante Bouschet, com vinificação em balseiros de carvalho francês, maturação prolongada de 12 meses em barrica e estágio em garrafas durante 8 meses. Ao nariz mostra uma grande intensidade, expressa em frutos negros, envolvidos por uma cremosa tosta de madeira, muito longa e persistente. Servir a 16ºC, com carnes e peixes de longa confecção. Consumir ou guardar até 2016.

Etiquetas: , , , , , ,

sexta-feira, 19 de junho de 2015

3631 - Fiúza Três Castas 2013 (Branco)



Região: Regional Tejo
Castas: Chardonnay, Arinto e Vital
Produtor: Fiúza & Bright - Sociedade Vinícola, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Peter Bright
Notas de Prova: Cor citrina e nariz levemente floral e frutado com subtis notas vegetais, na boca é um vinho simples, com uma delicada frescura e uma acidez correcta, o paladar revela alguma fruta fresca e evidentes nuances cítricas, o final de boca tem um comprimento curto/médio.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Junho 2014

Rótulo: Composição: Chardonnay, Arinto e Vital. Estágio: Fermentação controlada a 14º em cubas de inox. Características: Cor amarelo claro. Aroma frutado com notas florais. Paladar fresco com uma excelente estrutura. Boa textura na boca com um corpo delicado e um agradável final. Temperatura ideal para consumo: 11ºC - 13ºC. Gastronomia: Excelente como aperitivo e recomendado para acompanhar peixe grelhado, marisco e refeições leves.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 18 de junho de 2015

3630 - Quinta do Ameal Loureiro 2013 (Branco)



Região: DOC Vinhos Verdes
Castas: Loureiro
Produtor: Quinta do Ameal - Sociedade Agrícola, S.A.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 11%
Enólogo: Anselmo Mendes
Notas de Prova: Cor citrina pálida e nariz muito mineral, com sugestivas notas limonadas e florais a formarem um conjunto muito fresco e apelativo, na boca é um vinho equilibrado, com uma bela acidez e uma secura bem presente, conta com um paladar mais frutado e citrino do que mineral e termina com um final de boca seco e prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Junho 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Março 2015 / Abril 2015

Rótulo: Os vinhedos do Ameal, são já referidos no Tombo velho do cartório do convento de Refóios do Lima, que foi elaborado em 1710. A Quinta do Ameal situa-se numa das mais antigas freguesias de Portugal, anterior à Nacionalidade (1143). O vinho da Quinta do Ameal é produzido nesta sub-região de Lima, onde a casta loureiro atinge maior expressão aromática e gustativa, caracterizando-se pela frescura e juventude, com realce para o seu perfume floral e frutado. Servir frio.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 17 de junho de 2015

3629 - Cabriz Encruzado 2013 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Osvaldo Amado
Notas de Prova: Cor amarelo pálido e nariz bem preenchido por aromas de citrinos e fruta madura, misturados com delicadas sugestões minerais e florais, num fundo subtilmente marcado por algumas especiarias, na boca é um vinho jovem e fresco, com uma bela acidez e um paladar harmonioso, com a fruta e as notas cítricas e minerais, a formarem um conjunto atractivo final de boca tem um comprimento médio/alto.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Outubro 2015

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Janeiro 2015 / Março 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Fevereiro 2015

Rótulo: A casta Encruzado encontra no Dão o seu terroir de excelência, pelo carácter e originalidade que imprime aos vinhos. Para enaltecer as suas características sensoriais, parte do vinho fermentou em barricas novas e fez bâtonnage. Frutado, elegante, harmonioso, a sua frescura final confere-lhe boa aptidão gastronómica.

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho branco Adega Mãe Viosinho 2012 (Mar/2015)


No passado dia 04/03/2015, realizei uma Prova do Vinho branco Adega Mãe Viosinho 2012 do produtor Adega Mãe da região de Lisboa.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Adega Mãe Viosinho 2012 (Branco)

Região: Regional Lisboa
Castas:
Viosinho
Produtor: Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Anselmo Mendes e Diogo Lopes
Nota de Prova: Cor amarela e nariz muito aromático e cheio de fruta, onde sobressaem os aromas de pêra e pêssegos, bem como alguma tropicalidade, na boca é um vinho agradável, muito fresco e com uma acidez interessante, conta com um paladar muito frutado e mineral e termina com um final de boca saboroso e de comprimento médio/alto.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

terça-feira, 16 de junho de 2015

3628 - Adega de Borba Reserva 2011 (Tinto)



Região: DOC Alentejo
Castas: Aragonez, Trincadeira, Castelão e Alicante Bouschet
Produtor: Adega Cooperativa de Borba, C.R.L.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Óscar Gato
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de média intensidade e um nariz onde sobressai a fruta vermelha madura aliada a delicadas notas vegetais e breves apontamentos minerais, na boca é um vinho equilibrado, com uma agradável estrutura e um corpo de volume ligeiramente acima da média, conta com um paladar frutado, onde diversas especiarias casam de uma forma correcta com a madeira, o final de boca tem um comprimento e uma persistência relativamente prolongados.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Novembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Junho 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Dezembro 2013

Classificação Revista Escanção: ........................85*
• Data da Prova: Julho 2013 / Agosto 2013
* Classificação de 0-100


Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Junho 2013 / Julho 2013

Rótulo: Este vinho tinto Reserva foi vinificado com as castas tradicionais da região - "Aragonez", "Trincadeira", "Castelão" e "Alicante Bouschet", - estagiou em madeira de carvalho francês, tonéis de madeira exótica, e mais tarde na própria garrafa. Vinho com carácter nobre do Alentejo, de cor rubi com nuance acastanhada, com aroma fino e elegante a frutos em passa, compota e chocolate branco. Ao sabor é um vinho macio, com ligeira adstringência, equilibrado, de taninos suaves mas estruturados, com carácter frutado, notas de café e especiarias, que se prolongam no final de prova.

Etiquetas: , , , , , , ,

3627 - Quinta da Lagoalva 2012 (Rosé)



Região: Regional Tejo
Castas: Syrah e Touriga Nacional
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta da Lagoalva de Cima, S.A.
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Diogo Campilho e Pedro Pinhão
Notas de Prova: Cor vermelha intensa e nariz agradavelmente fresco, onde os aromas de frutos vermelhos, morangos e framboesas, se envolvem com um delicado toque floral, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez correcta e um paladar muito frutado, termina com um comprimento mediano.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Julho 2013

Rótulo: Produzido a partir das castas Syrah e Touriga Nacional, cultivadas nos solos da Quinta da Lagoalva de Cima, a 100km NE de Lisboa. A Quinta da Lagoalva de Cima ganhou notoriedade no século XIX com a produção de vinho, azeite, cortiça e a criação de cavalos lusitanos. Este vinho com cor vermelho morango, tem um intenso aroma a frutos vermelhos sendo na boca fresco e delicado. Sugerimos o consumo a 12ºC como aperitivo, ou acompanhado pratos leves. Enólogos: Diogo Campilho - Pedro Pinhão.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 15 de junho de 2015

3626 - Rubrica 2013 (Branco)



Região: Regional Alentejo
Castas: Antão Vaz, Verdelho e Viognier
Produtor: Luís Duarte Vinhos, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Luís Duarte
Notas de Prova: Cor amarela com uma certa tonalidade dourada, o nariz revela aromas frutados e delicadas mas frescas notas florais, na boca é um vinho suave, com uma agradável acidez e um paladar bem preenchido por notas de fruta madura e por um leve toque vegetal, terminando com um final de boca de comprimento e persistência de expressão média.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Julho 2015

Rótulo: Castas: Antão Vaz, Verdelho, Viognier. Enólogo: Luís Duarte.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 14 de junho de 2015

3625 - Adega de Borba Premium 2013 (Branco)



Região: DOC Alentejo
Castas: Arinto, Antão Vaz, Verdelho e Alvarinho
Produtor: Adega Cooperativa de Borba, C.R.L.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Óscar Gato
Notas de Prova: Cor amarela e nariz pouco expressivo, com simples aromas de fruta madura misturados com delicadas notas cítricas, na boca é um vinho correcto, com uma acidez mediana e um paladar frutado e delicadamente citrino, termina com um final de boca curto, quer no comprimento, quer na persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Junho 2015

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Março 2015 / Abril 2015

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.5
• Data da Revista: Outubro 2014 / Dezembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Setembro 2014

Rótulo: Este vinho foi elaborado a partir das castas Arinto, Antão Vaz, Verdelho e Alvarinho. Apresenta uma cor citrina e o aroma é jovem e intenso com notas de frutos cítricos e flor de laranjeira. O sabor é muito fresco, untuoso e possui uma harmonia entre a acidez de maçã verde, a mineralidade e os frutos tropicais persistentes. O acompanhamento ideal para peixes, mariscos, sushi, massas e pizzas.

Etiquetas: , , , , , , ,

Lançamento da nova marca Pouca Roupa de João Portugal Ramos no Restaurante Le Jardin (Mar/2015)


No passado dia 12/03/2015 fui convidado pelo Produtor João Portugal Ramos para o lançamento da marca de vinhos Pouca Roupa, no Restaurante Le Jardin em Lisboa, além da apresentação da novidade Duorum LBV 2010.

Pouca Roupa 2014 (Rosé)

Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez, Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 13%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor salmão e nariz agradavelmente floral, apoiado em delicadas notas de fruta vermelha, na boca revela uma acidez correcta e uma leve secura, num paladar dominado pela fruta vermelha, termina com um comprimento de expressão curta/média.
Classificação Pessoal: 14.5
Pouca Roupa 2014 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Verdelho, Sauvignon Blanc e Viosinho
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 12.5%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor amarelo citrino e nariz dominado pelos aromas vegetais e florais envolvidos por frescas notas de fruta tropical, na boca é um vinho agradável, com uma acidez bem presente e uma secura evidente, no paladar as notas limonadas e vegetais envolvem-se com a fruta madura e o final de boca termina com um comprimento mediano.
Classificação Pessoal: 15
Pouca Roupa 2014 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Alfrocheiro
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Álcool: 14%
Enólogo: João Portugal Ramos
Nota de Prova: Cor rubi de média intensidade, o nariz revela aromas de fruta vermelha aliados a delicadas notas vegetais e um subtil toque de especiaria, na boca é um vinho correcto, com taninos redondos e um paladar pouco mais do que frutado, o final de boca termina com um comprimento algo curto.
Classificação Pessoal: 14.5
Duorum LBV 2010 (Porto)

Região: Douro
Castas: Vinhas Velhas, Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão e Sousão
Produtor: Duorum Vinhos, SA
Álcool: 20%
Enólogo: José Maria Soares Franco
Nota de Prova: Apresenta uma cor vermelha muito carregada apoiada por breves tons violáceos, o nariz revela-se complexo e muito jovem, com a fruta preta bem presente, amoras e ameixa, além de sugestivas sugestões resinosas e até balsâmicas, na boca revela uma acidez interessante e uma complexidade típica dos portos, conta com um paladar frutado e ligeiramente especiado, terminando com um final de boca relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

sábado, 13 de junho de 2015

3624 - Valle Pradinhos 2012 (Rosé)



Região: DOC Trás-os-Montes
Castas: Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: Casal de Valle Pradinhos
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Rui Cunha
Notas de Prova: Cor vermelha intensa e nariz pouco exuberante, onde os aromas de fruta vermelha se misturam com delicadas notas florais e vegetais, na boca é um vinho fresco, com alguma estrutura e uma certa austeridade, num perfil pouco usual em rosés, o paladar continua frutado, especialmente a fazer lembrar morangos e framboesas e o final de boca tem um comprimento médio.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Julho 2015

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Outubro 2013 / Dezembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Outubro 2013

Rótulo: Com este vinho feito ao gosto clássico, estou a dar continuidade a uma tradição familiar que vem sendo acarinhada desde 1913, quando meu bisavô, Manoel Pinto de Azevedo comprou esta propriedade. Aqui plantou as castas Tinta Roriz e Touriga Nacional, a partir das quais se faz agora este vinho elegante e único. Creio que ele traduz o espírito romântico e aventureiro de meu bisavô e seu gosto pelas reuniões de família, ocasiões ideais para bem o apreciar. Espero que, tal como nós, também encontrem esses momentos de prazer. Winemaker: Rui Cunha.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 12 de junho de 2015

3623 - Casa Ermelinda Freitas Sauvignon Blanc & Verdelho 2012 (Branco)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Sauvignon Blanc e Verdelho
Produtor: Casa Ermelinda Freitas
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Jaime Quendera
Notas de Prova: Cor amarela e nariz rico em aromas de fruta tropical madura e sugestivas notas de tosta e limão, na boca é um vinho equilibrado e atractivo, com uma certa complexidade e uma frescura bem interessante, o paladar revela fruta madura e delicadas nuances de baunilha e também uma ligeira componente cítrica, o final de boca tem um comprimento médio/alto.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Outubro 2013

Rótulo: Para nós a procura de novos paladares e aromas é uma constante na medida em que pretendemos levar até si sempre novas sensações que lhe permitam envolver-se ainda mais com este fascinante mundo do vinho. Temos por isso mesmo, nas nossas vinhas, pequenas plantações de diversas castas que de quando em vez nos proporcionam a produção de vinhos que consideramos de grande qualidade. Este vinho feito das castas Sauvignon Blanc e Verdelho, é disso mesmo um óptimo exemplo. Deverá ser servido a 12-14ºC. Guardar por um período máximo de 5 anos. Leonor Freitas Proprietária.

Etiquetas: , , , , ,

3622 - CARM Touriga Nacional 2013 (Rosé)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional
Produtor: CARM - Casa Agrícola Roboredo Madeira, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: João Garrido
Notas de Prova: Cor vermelha brilhante e nariz medianamente composto por frescos aromas de fruta vermelha e delicadas notas florais e vegetais, na boca é um vinho correcto e suave, com um corpo médio e um paladar frutado, o final de boca revela um comprimento curto/médio.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Agosto 2014

Rótulo: Sobre este vinho: Produzido na nossa Adega, em Almendra, no Douro Superior, a partir de uma selecção de uvas das nossas vinhas para obtermos este vinho rosado de aptidão marcadamente "gourmet". Nota de Prova: Aroma fresco de frutos vermelhos com notas florais e sabor prolongado, fresco e rico. Acompanha: Carnes e vegetais grelhados, cozinha mediterrânica e oriental. Servir: Fresco 10º / 11ºC.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 11 de junho de 2015

3621 - Quinta da Calçada Exuberant 2012 (Branco)



Região: Regional Vinhos Verdes
Castas: Loureiro, Alvarinho e Azal
Produtor: Adega do Salvador - Agrimota, Sociedade Agrícola e Florestal, S.A.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 11%
Enólogo: João Cabral Almeida
Notas de Prova: Cor citrina e nariz fortemente marcado por um perfume mineral, cítrico e até vegetal, apoiado por sugestivas notas de fruta tropical, na boca é um vinho fresco, equilibrado e com uma acidez bem presente, revela um paladar cítrico e mineral, com alguma fruta a conferir alguma estrutura, termina com um comprimento e persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Setembro 2013

Rótulo: A Quinta da Calçada produz vinhos em Amarante desde 1927. Esta edição Exuberant, elaborada com as castas Loureiro, Alvarinho e Azal expressa a intensidade aromática das diferentes castas um bouquet fresco e equilibrado. Temperatura ideal de consumo 10-12ºC.

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 10 de junho de 2015

3620 - Monte da Ravasqueira 2013 (Rosé)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional e Syrah
Produtor: Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 12.5%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e Vasco Rosa Santos
Notas de Prova: Apresenta uma bonita cor vermelha de tonalidade rosada, o nariz revela sugestivos aromas de frutos vermelhos e groselha aliados a frescas notas florais, na boca é um vinho fresco, com um doçura ligeira e um paladar acima de tudo frutado, com subtis sugestões de flores e até citrinas, o final de boca é mediano, ligeiramente seco mas bem agradável.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Junho 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............14
• Data da Revista: Julho 2014 / Agosto 2014

Classificação Revista Escanção: ........................79*
• Data da Prova: Maio 2014 / Junho 2014
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................14.5
• Data da Revista: Abril 2014

Rótulo: Genuinamente alentejano, o Monte da Ravasqueira perpetua a experiência da cultura herdada; um ritmo de vida tranquilo, o gosto pelo convívio, a paixão pela gastronomia tradicional e a arte do vinho. Um fantástico ano 2013 e um perfeito equilíbrio das vinhas MR permitiram a estas 2 castas Touriga Nacional (68%) e Syrah (32%) a total expressão das suas características. Cheio de intensidade de notas morango e pétalas de rosa, estilo seco, com um equilíbrio e frescura bem presentes. Acompanha bem saladas, mariscos ou sozinho.

Etiquetas: , , , , ,

Prova Vertical dos Syrah de Cortes de Cima - Parte II - o vinho Cortes de Cima Incógnito (Nov/2014)


No passado dia 07/11/2014 no Centro de Congressos da FIL – Junqueira em Lisboa, tiveram lugar duas Provas Verticais dos vinhos Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen e Cortes de Cima Incógnito, ambos monocasta Syrah do Produtor Cortes de Cima, realizada no âmbito do Evento Encontro com o Vinhos e com os Sabores 2014, organizado pela entidade Revista de Vinhos.

Na 2ª Parte deste Evento teve lugar uma Prova Vertical do vinho Cortes de Cima Incógnito.

Prova comentada pelo Enólogo Hamilton Loureiro.


Cortes de Cima Incógnito 1999 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 15%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade e um nariz rico em aromas de pimenta preta e algum couro, bem como delicadas sugestivos aromas compotados e delicadas notas de madeira e fumo, na boca conta já com uns taninos muito polidos e uma estrutura mediana, embora denote elegância e estrutura, no paladar destacam-se as notas de especiarias e a madeira velha, num fundo agradavelmente preenchido por alguma fruta bem madura, termina com um final de boca relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Cortes de Cima Incógnito 2002 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 15%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada de média concentração e um nariz mais especiado e apimentado que frutado e terroso, num fundo delicadamente marcado pelas notas de cacau e algum vegetal, na boca é um vinho com taninos bem presentes, muito complexo e vegetal, revela um paladar dominado pelo couro e por finas sugestões de especiarias, onde a madeira denota uma belíssima integração, termina com um comprimento e uma persistência expressivos.
Classificação Pessoal: 17
Cortes de Cima Incógnito 2004 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor concentrada de tonalidade granada e avermelhada, o nariz revela fruta vermelha madura e notas de especiarias e pimenta, muito bem acompanhadas por algum vegetal seco, na boca é um vinho encorpado, muito fino, complexo e volumoso, com taninos firmes e um paladar cheio, onde a fruta preta e leves notas de chocolate combinam muito bem com as especiarias e a madeira, o final de boca é longo e muitíssimo elegante.
Classificação Pessoal: 17.5
Cortes de Cima Incógnito 2005 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada de concentração acima da média, o nariz revela aromas vegetais, de fruta preta e algum chocolate, envolvidos por algum couro, delicadas sugestões de pimenta e notas de barrica, na boca é um vinho atractivo, com estrutura e uma certa cremosidade, evidenciando uma acidez bem presente e taninos sólidos, o paladar revela notas de fruta negra e especiarias, bem como um ligeiro toque terroso e apimentado, termina com um final de boca de comprimento e persistência expressivos.
Classificação Pessoal: 18
Cortes de Cima Incógnito 2005 (Tinto)
Cortes de Cima Incógnito 2008 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e laivos de tonalidade violeta, o nariz revela uma excelente dose de fruta vermelha envolvida por notas vegetais e apimentadas, num perfil elegante e sedutor, na boca destaca-se a sua juventude e complexidade, bem como a fineza dos taninos, o paladar apresenta-se rico em fruta madura, com elegantes notas de barrica muito bem integradas com diversas especiarias e subtis nuances vegetais, termina longo e com uma persistência notável.
Classificação Pessoal: 18
Cortes de Cima Incógnito 2009 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e um nariz fino e elegante, onde as notas de fruta madura e compota se misturam com delicadas sugestões vegetais e de pimenta preta, bem como algum floral e suaves nuances fumadas e de barrica, na boca é um vinho muito redondo e frutado, além de se revelar especiado e onde a barrica está muito bem integrada, termina com um final de boca de comprimento e persistência de expressão média/alta.
Classificação Pessoal: 17
Cortes de Cima Incógnito 2011 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz muito elegante e fino, com ricos, complexos e sedutores aromas frutados e especiados, num fundo delicadamente vegetal que se apresenta apoiado num subtil toque achocolatado, na boca é um vinho poderoso, envolvente e muito encorpado e volumoso, revela um paladar amplamente dominado por uma bela dose de fruta, silvestre e vermelha madura, excepcionalmente envolvidas com a barrica, embora esta ainda se apresente muito presente, termina com um final de boca enorme no comprimento e na persistência.
Classificação Pessoal: 17.5

Etiquetas: