• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4340)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3527)

domingo, 31 de maio de 2015

3609 - Fernando Soares Franco 2011 (Tinto)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Syrah, Trincadeira e Tannat
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, S.A.
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14%
Enólogo: Domingos Soares Franco
Notas de Prova: Cor rubi intensa e muito concentrada, o nariz revela frutos silvestres e alguma compota, apoiado em breves notas vegetais e especiadas e num subtil toque mentolado, na boca é um vinho profundo e elegante, com taninos firmes e uma estrutura muito agradável, no paladar destaca-se a fruta vermelha madura e delicadas nuances de tosta, além de finas nuances de barrica, termina com um final de boca prolongado e bem persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Revista: Abril 2015

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Revista: Março 2015

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Outubro 2014 / Dezembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Agosto 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17.5
• Data da Revista: Fevereiro 2014 / Setembro 2014

Rótulo: FSF é uma homenagem ao Senhor meu Pai, Fernando Soares Franco. Enólogo: Domingos Soares Franco. Vinificação: Fermentado em Lagar e Barrica com "battonage". Estágio em barrica: 12 meses. Tipo de Madeira: Carvalho Francês. Castas: Syrah (79%), Trincadeira (17,3%), Tannat (3,7%). Vinha: Vinha Grande de Algeruz.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova dos Vinhos Dory branco 2013 e Dory tinto 2012 (Mar/2015)


No passado dia 02/03/2015, realizei uma Prova dos vinhos branco Dory 2013 e tinto Dory 2012, do produtor Adega Mãe da região de Lisboa.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Dory 2013 (Branco)

Região: Regional Lisboa
Castas:
Arinto, Viognier e Fernão Pires
Produtor: Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Anselmo Mendes e Diogo Lopes
Nota de Prova: Cor amarela delicada e nariz agradavelmente marcado pelos aromas florais e de citrinos, bem como subtis notas minerais e vegetais, na boca é um vinho fresco e algo seco, com uma acidez correcta e um paladar dominado pelas sugestões limonadas e minerais, acompanhadas por alguma fruta madura e por um leve toque vegetal, termina com um comprimento e uma persistência de expressão relativamente curta.
Classificação Pessoal: 15
Dory 2012 (Tinto)

Região: Regional Lisboa
Castas:
Syrah e Aragonez
Produtor: Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Anselmo Mendes e Diogo Lopes
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz agradavelmente preenchido por aromas de fruta preta e delicadas notas de especiarias, envolvidas por um sugestivo toque balsâmico e levemente apimentado, na boca é um vinho equilibrado, guloso até, com uma estutura mediana e taninos com alguma firmeza, no paladar a fruta madura é claramente dominadora e está muito bem apoiada por leves sugestões tostadas e especiadas, o final de boca revela um comprimento e uma persistência agradáveis.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

sábado, 30 de maio de 2015

3608 - Quinta dos Carvalhais Reserva 2010 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado e Verdelho
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14%
Enólogo: Beatriz Cabral de Almeida
Notas de Prova: Cor dourada e nariz muito complexo e elegante, onde as notas meladas e tostadas da barrica se misturam com os frutos secos e tropicais, além de citrinos bem maduros, algumas especiarias e ainda delicados fumados, na boca é um vinho muito agradável, com uma bela acidez e um paladar cheio, onde as notas amanteigadas e a fruta bem madura casam de uma forma muito interessante com a madeira, o final de boca tem um comprimento mediano e uma persistência acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Junho 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Agosto 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............18
• Data da Revista: Julho 2014 / Agosto 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Julho 2014

Rótulo: Quinta dos Carvalhais Reserva é um vinho branco surpreendente, que recupera tradições antigas do Dão como a de engarrafar tardiamente vinhos brancos estagiados em madeira. Destacando a grande qualidade e extraordinário potencial de envelhecimento das castas brancas autóctones da região, apresenta uma uma cor dourada, revelando aromas a frutos tropicais frescos, casca de laranja e especiarias (cravinho). Apresenta ainda uma fresca acidez conjugada com notas amanteigadas, fruto do estágio de cerca de 3 anos em barricas de carvalho, o que reforça a sua complexidade e acentua o seu perfil gastronómico. Deve ser servido à temperatura de 10-12ºC em copos largos de vinho branco.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 29 de maio de 2015

3607 - Fóssil 2012 (Branco)



Região: Regional Lisboa
Castas: Arinto, Gouveio e Fernão Pires
Produtor: Vale da Capucha Agricultura e Turismo Rural, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Pedro Marques
Notas de Prova: Cor amarelo intenso e nariz marcado pela fruta madura e um leve toque citrino já bem maduro, na boca é um vinho delicado, com uma acidez correcta e um paladar ligeiramente pesado, com a fruta misturada com delicadas notas minerais e limonadas, o final de boca é curto de comprimento e mediano na persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Junho 2014

Rótulo: We wanted to make a pristine, pure wine that expressed its sense of place. Planted in limestone soils close to the ocean, and sustainably farmed, we chose the native varieties that best expressed this special terroir. Much careful human intervention in tthe vineyard is balanced by minimum interference in the cellar. We hope you enjoy the result. Grapes: Arinto, Gouveio, Fernão Pires. Pedro Marques Enólogo.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 28 de maio de 2015

3606 - Paulo Laureano Premium Vinhas Velhas 2013 (Branco)



Região: DOC Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto e Fernão Pires
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Laureano
Notas de Prova: Apresenta uma bonita cor amarelo citrina e um nariz onde as notas florais se misturam com alguma fruta tropical e sugestivas nuances minerais, na boca é um vinho delicado e equilibrado, com uma acidez bem agradável e um paladar rico em fruta tropical, além de frescas notas vegetais e florais, o final de boca é relativamente prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2014

Rótulo: Acredito nas nossas castas, nas suas cores, nos seus aromas e sabores, por isso elegi-as como suporte dos meus vinhos. A minha aposta é desenhar vinhos exclusivamente com castas portuguesas, vinhos feitos com o que é nosso, aquilo que todos nos orgulhamos. Paulo Laureano. Selecção das melhores Uvas das Castas Arinto, Antão Vaz e Fernão Pires da Vinha Julieta na Vidigueira. Este vinho é o resultado de uma selecção, expressão de excelência do nosso terroir.

Etiquetas: , , , , , ,

quarta-feira, 27 de maio de 2015

3605 - Esporão Reserva 2013 (Branco)



Região: DOC Alentejo
Castas: Antão Vaz, Arinto, Roupeiro e Semillon
Produtor: Esporão S.A.
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: David Baverstock e Sandra Alves
Notas de Prova: Cor amarelo cítrico e nariz muito fresco, onde os aromas cítricos se misturam com delicadas notas de fruta tropical e subtis nuances tostadas, na boca é um vinho equilibrado e muito fresco, com uma acidez bem presente e um volume médio/alto, no paladar destaca-se a fruta envolvida com as notas limonadas e vegetais, num fundo dominado pela barrica, termina com um final de boca de comprimento e persistência ligeiramente acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Setembro 2015

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Junho 2015

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Maio 2015

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Janeiro 2015 / Fevereiro 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2014

Rótulo: O território da Herdade do Esporão mantêm-se inalterado há mais de 700 anos e beneficia de um clima mediterrânico-continental. Para obtermos melhores, a nossa agricultura segue os princípios da produção integrada. Este vinho respeita a tradição da vitinicultura alentejana, a sua diversidade de castas e técnicas de vinificação. Obra original do rótulo criada por Alberto Carneiro.

Etiquetas: , , , , , , ,

Prova Vertical dos Syrah de Cortes de Cima - Parte I - o vinho Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen (Nov/2014)


No passado dia 07/11/2014 no Centro de Congressos da FIL – Junqueira em Lisboa, tiveram lugar duas Provas Verticais dos vinhos Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen e Cortes de Cima Incógnito, ambos monocasta Syrah do Produtor Cortes de Cima, realizada no âmbito do Evento Encontro com o Vinhos e com os Sabores 2014, organizado pela entidade Revista de Vinhos.

Na 1ª Parte deste Evento teve lugar uma Prova Vertical do vinho Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen.

Prova comentada pelo Enólogo Hamilton Reis.


Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2004 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz dominado pelas notas de couro e madeira usada, num fundo algo balsâmico e resinoso, num fundo delicadamente marcado pela fruta preta muito madura, na boca é um vinho equilibrado, ligeiramente evoluído e onde os taninos já se revelam domados, o paladar sugere alguma fruta negra e subtis notas apimentadas, terminando com um final de boca de comprimento médio/alto.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2007 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi de tonalidade granada e nariz rico em notas vegetais e algum couro, bem como evidentes sugestões de fruta vermelha madura, num fundo mais especiado e bem preenchido pelos aromas de barrica, na boca é um vinho com um agradável volume e estrutura bem presente, conta com uns taninos redondos e um paladar onde a pimenta se destaca entre outras especiarias, além de estar muito bem envolvida com a fruta e a madeira, termina com um final de boca de comprimento médio e uma persistência relativamente elevada.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2007 (Tinto)
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2008 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada e nariz rico em fruta vermelha, especialmente framboesas, envolvidas com sugestivas notas de especiarias e alguma tosta, formando um conjunto elegante e sedutor, na boca é um vinho redondo, guloso e harmonioso, apresenta um volume médio e um paladar claramente dominado pela fruta vermelha e por delicadas notas achocolatadas e apimentadas, termina com um final de boca de comprimento e persistência de expressão média/alta.
Classificação Pessoal: 16.5
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2009 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz rico em fruta vermelha e notas florais, agradavelmente misturadas com subtis nuances vegetais, num fundo mais tostado e até algo balsâmico, na boca apresenta uns taninos redondos e um paladar amplamente dominado pela fruta madura e por atractivas sugestões especiadas, termina de uma forma medianamente expressiva, quer no comprimento, quer na persistência do final de boca.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor intensa de tonalidade granada e um nariz fino, que sugere breves notas alicoradas envolvidas com a fruta vermelha madura e diversas especiarias, num fundo algo tostado e até achocolatado, na boca apresenta-se um vinho sedutor e elegante, com taninos redondos e um paladar muito bem preenchido pela fruta vermelha e por subtis apontamentos vegetais, além de um evidente toque especiado e ainda sugestivas notas de barrica, termina com um final de boca de comprimento relativamente elevado.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

terça-feira, 26 de maio de 2015

3604 - Encostas do Rabaçal Códega do Larinho 2011 (Branco)



Região: DOC Trás-os-Montes
Castas: Códega do Larinho
Produtor: Adega Cooperativa de Valpaços, C.R.L.
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Paulo Aguiar
Notas de Prova: Cor amarelo vivo e nariz medianamente preenchido por aromas citrinos e de fruta madura, aliados a um subtil toque vegetal seco, na boca é um vinho simples, com uma acidez correcta e um paladar fresco e austero, com delicadas notas cítricas e de fruta, o final de boca é curto e pouco expressivo.

Classificação Pessoal: ......................................14
• Data da Prova: Maio 2014

Rótulo: Este vinho varietal é produzido graças à boa vontade de alguns viticultores, que aceitam cumprir as directrizes da adega. É vinificado com maceração pelicular e posterior fermentação com temperatura controlada.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 25 de maio de 2015

3603 - Monte da Ravasqueira Vinha das Romãs 2011 (Tinto)



Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Franca e Syrah
Produtor: Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A.
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e Vasco Rosa Santos
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi muito concentrada e densa no centro e com uma forte tonalidade avermelhada à volta, no nariz destaca-se a sua finura e elegância, com a fruta negra muito bem integrada com diversas notas especiadas, chocolate preto e baunilha, além de uma certa mineralidade, na boca é um vinho cheio, encorpado e com bom volume, revela um paladar muito frutado e tostado, com delicadas notas mentoladas e sugestivas nuances de chocolate a formarem um conjunto harmonioso e ao mesmo tempo complexo, que termina de uma forma prolongada e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Dezembro 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .17
• Data da Revista: Dezembro 2013 / Setembro 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............18
• Data da Revista: Janeiro 2014 / Fevereiro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Novembro 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Agosto 2013

Rótulo: Distintas pela concentração e elegância, as uvas do Vinha das Romãs tornaram-se um ícone do Monte da Ravasqueira, dando origem todos os anos a um blend de Touriga Franca e Syrah, em proporções diferentes. Estagiou 20 meses em barricas novas de Carvalho Francês. Para consumir já ou nos próximos anos.

Etiquetas: , , , , ,

domingo, 24 de maio de 2015

3602 - Conde d'Ervideira Reserva 2012 (Branco)



Região: DOC Alentejo
Castas: Antão Vaz
Produtor: Ribeira da Ervideira, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Nuno Rolo
Notas de Prova: Cor citrina com laivos esverdeados e nariz muito aromático, onde as notas florais e de fruta tropical aparecem muito bem envolvidas com sugestões de barrica e subtis nuances cítricas e vegetais, na boca é um vinho cremoso, untuoso e com uma acidez bem presente, revela um paladar muito frutado, com a madeira bem integrada e agradavelmente suportada por delicados apontamentos especiados e fumados, o final de boca é prolongado.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Março 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Novembro 2013

Rótulo: Este vinho vem retomar uma antiga tradição familiar de constituir uma reserva, obtida exclusivamente a partir de uvas da casta Antão Vaz, provenientes das nossas vinhas do Monte da Ribeira, na região da Vidigueira. Apresenta aromas de frutos tropicais, especiarias e baunilha. É aveludado e untuoso, possui uma acidez equilibrada e taninos suaves e sedosos provenientes das barricas de carvalho, onde fermentou e estagiou.

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho branco Monte da Ravasqueira Alvarinho 2012 (Mar/2015)


No passado dia 01/03/2015, realizei uma Prova do Vinho branco Monte da Ravasqueira Alvarinho 2012 do produtor Monte da Ravasqueira da região do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Monte da Ravasqueira Alvarinho 2012 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Alvarinho
Produtor: Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A.
Álcool: 12%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e Vasco Rosa Santos
Nota de Prova: Apresenta uma cor citrina e um nariz delicado, onde os aromas minerais e cítricos se misturam com alguma fruta e breves sugestões vegetais, na boca é um vinho algo seco, com uma acidez bem presente e um paladar dominado por uma forte componente mineral, agradavelmente apoiada por subtis apontamentos limonados e vegetais, termina com um final de boca saboroso e de comprimento mediano.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

sábado, 23 de maio de 2015

3601 - Diga? 2010 (Branco)



Região: DOC Bairrada
Castas: Viognier
Produtor: Carlos Campolargo Vinhos
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Carlos Campolargo e Raquel Carvalho
Notas de Prova: Cor amarelo dourado e nariz rico em notas de fruta tropical e citrinos envolvidas com sugestivos aromas minerais e um delicado toque fumado e alguma tosta, na boca é um vinho estruturado, com bom volume e uma acidez interessante, conta com um paladar rico em fruta madura enotas cítricas, além de uma evidente componente mineral, o final de boca tem um comprimento e uma persistência acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2014

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 22 de maio de 2015

3600 - Quinta da Touriga-Chã 2010 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: Jorge Rosas - Vinhos Unipessoal, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: João Brito e Cunha e Fernando Lázaro
Notas de Prova: Cor avioletada e nariz cheio de aromas florais e frutos do bosque, bem como um delicado toque vegetal e alguma barrica, na boca é um vinho delicado, com um volume mediano e um corpo frutado e levemente vegetal, com as especiarias e uma certa mineralidade a revelarem uma presença fugaz, o final de boca está marcado por um comprimento e uma persistência de expressão média.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Outubro 2014

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

3599 - Mateus Rosé Aragonês 2013 (Rosé)



Região: Regional Beiras
Castas: Aragonês
Produtor: Sogrape Vinhos de Portugal, SA
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 10.5%
Enólogo: Miguel Pessanha
Notas de Prova: Cor vermelha e nariz agradavelmente preenchido por aroms de fruta vermelha, principalmente morangos e também um leve toque floral, na boca é um vinho correcto, com alguma doçura e uma acidez simples, conta com um paladar cheio de fruta vermelha e delicados apontamentos vegetais e termina com um final de boca de comprimento curto/médio.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Agosto 2014

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Revista Escanção: ........................79*
• Data da Prova: Maio 2014 / Junho 2014
* Classificação de 0-100


Rótulo: Leve e fácil de beber este refrescante vinho Rosé tem um aroma frutado com notas florais e tropicais.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 21 de maio de 2015

3598 - Soalheiro Primeiras Vinhas Alvarinho 2013 (Branco)



Região: DOC Vinhos Verdes
Castas: Alvarinho
Produtor: Quinta de Soalheiro
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 13%
Enólogo: António Luis Cerdeira
Notas de Prova: Cor citrina e nariz muito aromático, rico em notas de maçã e várias frutas tropicais, envolvidas num leve toque tostado e evidentes sugestões minerais e cítricas, na boca é um vinho muito elegante, fresco e com uma excelente acidez, conta com um paladar fortemente marcado pela sua mineralidade, além da fruta madura e subtis notas limonadas, o final de boca é prolongado e de grande persistência.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Novembro 2015

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Janeiro 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Dezembro 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............18
• Data da Revista: Novembro 2014 / Dezembro 2014

Rótulo: Alvarinho produzido a partir das primeiras vinhas - vinhas velhas - da Quinta de Soalheiro onde protegemos o ecossistema vitícola global fomentando a biodiversidade e a sustentabilidade ambiental.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 20 de maio de 2015

3597 - Redoma Reserva 2012 (Branco)



Região: DOC Douro
Castas: Rabigato, Codega, Donzelinho, Arinto e Vinhas Velhas
Produtor: Niepoort Vinhos, S.A.
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 13%
Enólogo: Dirk Niepoort e Luís Seabra
Notas de Prova: Cor amarela brilhante e nariz rico em aromas de citrinos, tosta e uma delicada sensação floral, que estão muito bem integrados com uma evidente componente mais mineral e vegetal, na boca é um vinho harmonioso, redondo e complexo, com uma bela estrutura e um corpo cheio, no paladar destaca-se a fruta madura envolvida por notas mais especiadas e minerais, além de um breve apontamento mais fumado e que faz lembrar frutos secos, o final de boca termina longo e com uma agradável persistência.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Setembro 2016

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17.5
• Data da Revista: Janeiro 2014 / Fevereiro 2014

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , , , ,

Prova do Vinho tinto Dory Reserva 2011 (Mar/2015)


No passado dia 01/03/2015, realizei uma Prova do Vinho tinto Dory Reserva 2011 do produtor Adega Mãe da região de Lisboa.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Dory Reserva 2011 (Tinto)

Região: Regional Lisboa
Castas:
Syrah, Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon
Produtor: Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Anselmo Mendes e Diogo Lopes
Nota de Prova: Cor rubi intensa e muito concentrada, o nariz sugere aromas de fruta preta misturada com delicadas notas florais, terrosas e apimentadas, bem como diversas especiarias e ainda subtis nuances tostadas e até achocolatadas, na boca é um vinho denso, estruturado e encorpado, com os taninos a revelarem solidez e o paladar a apresentar fruta negra e leves apontamentos minerais, bem como evidentes sugestões vegetais e de barrica, o final de boca é relativamente prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

terça-feira, 19 de maio de 2015

3596 - Fulgor 2011 (Branco)



Região: Regional Lisboa
Castas: Arinto e Fernão Pires
Produtor: Sociedade Agricola Quinta da Folgorosa, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 12%
Enólogo: Diogo Pereira e José Melícias
Notas de Prova: Cor amarela de tonalidade citrina e nariz fresco e moderadamente marcado pelos aromas de fruta tropical e citrinos, bem como um leve toque floral, na boca é um vinho delicado, fácil e muito directo, com um paladar pouco frutado e uma acidez pouco expressiva, o final de boca é curto.

Classificação Pessoal: ......................................14
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................13.5
• Data da Revista: Julho 2013

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 18 de maio de 2015

3595 - Dory Reserva 2012 (Branco)



Região: Regional Lisboa
Castas: Viosinho, Chardonnay e Viognier
Produtor: Adega Mãe - Sociedade Agrícola, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 14%
Enólogo: Anselmo Mendes e Diogo Lopes
Notas de Prova: Cor amarela com delicados apontamentos dourados, no nariz sobressai a sua mineralidade envolvida com breves nuances vegetais e citrinas, além de fruta madura e um ligeiro toque fumado, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez bem presente e um paladar mais frutado, fumado e tostado do que citrino e mineral, o final de boca tem um comprimento e uma persistência muito interessantes.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Junho 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Março 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2013

Rótulo: "Este Dory Reserva branco é feito com Viosinho, Chardonnay e Viognier. Fermentou em barricas de 400l de carvalho francês e fez batonnage durante 6 meses. Sirva-se à temperatura de 12ºC." Os Enólogos: Anselmo Mendes e Diogo Lopes.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 17 de maio de 2015

3594 - Huber Terrassen Riesling 2013 (Branco)



Região: Áustria
Castas: Riesling
Produtor: Markus Huber GmbH&Co.KG
Preço: Entre 12.5€ e 15€
Álcool: 12%
Enólogo: Markus Huber
Notas de Prova: Cor amarelo citrino com subtis apontamentos esverdeados, o nariz revela frescos aromas florais envolvidos em notas de fruta tropical madura, citrinos e uma leve sensação de pêssego, além de um leve toque vegetal, na boca é um vinho equilibrado, com um bom volume e uma acidez e secura muito interessantes, conta com um paladar mais limonado e mineral, bem como ligeiramente frutado, o final de boca tem um agradável comprimento.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2014

Rótulo: The Huber family has been connected to viticulture for centuries. Now in it's 10th generation and conscious of such heritage, Markus Huber is devoted to the running of the estate. To producepristine wines with specific character bestowed by it's origin is of paramount importance to the Huber wine estate. The wine estate of Markus Huber is a member of the "Österreichische Traditions weinguter", a widely reputable association of leading winneries in Austria.

Etiquetas: , , , , ,

Prova do Vinho tinto Esporão Reserva 2012 (Fev/2015)


No passado dia 19/02/2015, realizei uma Prova do vinho tinto Esporão Reserva 2012 do produtor alentejano Esporão.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Esporão S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Esporão Reserva 2012 (Tinto)

Região: DOC Alentejo
Castas:
Aragonez, Trincadeira, Cabernet Sauvignon e Alicante Bouschet
Produtor: Esporão S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: David Baverstock e Luís Patrão
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz cheio de frutos silvestres e compota, aliados a evidentes notas de especiarias e sugestivas notas de tosta, na boca é um vinho muito equilibrado, com taninos redondos e um volume acima da média, no paladar destaca-se a envolvência da fruta e das notas especiadas, tudo muito bem integrado com a barrica, termina com um final de boca de comprimento médio/alto.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas:

sábado, 16 de maio de 2015

3593 - Primeira Paixão 2013 (Rosé)



Região: DOC Madeira
Castas: Touriga Nacional, Merlot, Syrah e Tinta Roriz
Produtor: Paixão de Vinhos, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 12%
Enólogo: João Pedro Machado e Carlos Canário
Notas de Prova: Cor avermelhada e rosada intensa e nariz fresco, onde sobressai subtis aromas de fruta vermelha e um delicado toque floral e até mineral, na boca é um vinho leve, com uma acidez mediana e um paladar dominado pela fruta vermelha madura e alguma tropicalidade, o final de boca é curto, quer no comprimento, quer na persistência.

Classificação Pessoal: ......................................14
• Data da Prova: Julho 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16
• Data da Revista: Abril 2015 / Junho 2015

Rótulo: Este vinho tem padrinho, o Sr. Manuel Espírito Santo, viticultor que organizou a venda da maior parte das uvas que compõem este vibrante rosé das castas Touriga Nacional Complexa, Merlot, Syrah e Tinta Roriz. Filho do Seixal, Madeira, irmão de 9, emigra antes de completar 18 anos e de ser chamado para o serviço militar. Chegado a Lisboa vê-se envolvido num conjunto de vicissitudes que o obrigam a desbravar caminho para Norte com destino à fronteira Hispano-Francesa, escapando assim do perigo via Burgos e San Sebastian. O destino leva-o a Bordéus, em vez de Paris, a iluminada cidade dos seus sonhos e é ali que começa a sua paixão pelo vinho... Que melhor lugar para se inspirar e ser inspirado? Decide assim voltar a casa para poda e vindima, fazendo crescer vinhas na sua terra madeirense, um terroir que tão bem conhece. A mesma terra que o viu nascer, Seixal, vê agora crescer os frutos desta paixão. Sua Primeira? Consumir de preferência a uma temperatura 16 a 18ºC.

Etiquetas: , , , , , , ,

3592 - Primeira Paixão Merlot 2012 (Tinto)



Região: DOC Madeira
Castas: Merlot
Produtor: Paixão de Vinhos, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13%
Enólogo: Francisco Albuquerque
Notas de Prova: Cor rubi de agradável intensidade, o nariz revela aromas de fruta vermelha bem madura, alguma compota até, misturadas com evidentes sugestões apimentadas e especiadas, na boca é um vinho equilibrado, com taninos polidos e uma certa complexidade, revela um paladar frutado, marcado por algum pimento e subtis notas florais e vegetais, com a barrica a revelar-se bem integrada, termina com um final de boca de comprimento e persistência acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16.8
• Data da Revista: Abril 2015 / Junho 2015

Rótulo: Numa encosta soalheira situada no Caniçal, quase no extremo Sudeste da Ilha da Madeira à mercê de um singular microclima, estão implantadas as vinhas das castas Merlot e de alguma Touriga Nacional que permitiram a obtenção deste vinho tinto, a nossa "Primeira Paixão" madeirense... Vinificado com as técnicas mais modernas na adega de São Vicente (Madeira), estagiou 9 meses antes de ser engarrafado. Delicado, de cor vermelho ruby, apresenta-se frutado, intenso e com notas de especiarias. Incontornável para acompanhar todo o tipo de carnes vermelhas e pratos delicados. Consumir de preferência a uma temperatura 16 a 18ºC.

Etiquetas: , , , , ,

sexta-feira, 15 de maio de 2015

3591 - Adega de Pegões Colheita Seleccionada 2013 (Branco)



Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Arinto, Verdelho, Chardonnay e Antão Vaz
Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, CRL
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13%
Enólogo: Jaime Quendera
Notas de Prova: Cor amarelo pálido com subtis reflexos esverdeados, o nariz revela aromas de fruta madura e alguma tosta, envolvidos com delicadas notas florais e de citrinos, na boca é um vinho equilibrado, muito fresco e com uma acidez agradável, no paladar sobressai a fruta e as notas mais cítricas e vegetais, num fundo ligeiramente abaunilhado, termina com um final de boca de comprimento médio.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Maio 2015

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16
• Data da Revista: Outubro 2014 / Dezembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Julho 2014

Rótulo: Localizadas a sul do Tejo, as vinhas que originam os afamados vinhos, produzidos e engarrafados pela Adega de Pegões, devem a sua alta qualidade às condições edafoclimáticas, caracterizadas por solos arenosos de relevo plano. Este vinho foi produzido a partir de quatro variedades de uvas: o "Arinto" e "Verdelho" que lhe confere boa frescura e aromas cítricos, o "Chardonnay" e o "Antão Vaz" que lhe dão estrutura e os aromas tropicais. Fermentou e estagiou 3 meses em carvalho Americano e Francês. Envelhece bem durante 5 anos. Deverá ser servido entre 12-14º.

Etiquetas: , , , , , , ,

quinta-feira, 14 de maio de 2015

3590 - João Portugal Ramos Loureiro 2013 (Branco)



Região: DOC Vinhos Verdes
Castas: Loureiro
Produtor: João Portugal Ramos - Vinhos, SA
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 12%
Enólogo: João Portugal Ramos
Notas de Prova: Cor citrina com uma evidente tonalidade esverdeada, o nariz revela uma frescura sedutora, onde os aromas minerais e vegetais, herbáceos até, confundem-se com dominantes notas cítricas e delicadas sugestões florais, na boca é um vinho muito seco, com uma agradável acidez e um paladar dominado pelas notas limonadas e por uma forte componente mineral e vegetal, termina com um final de boca de comprimento médio.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............15
• Data da Revista: Julho 2014 / Agosto 2014

Classificação Revista Escanção: ........................84*
• Data da Prova: Julho 2014 / Agosto 2014
* Classificação de 0-100


Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Junho 2014

Rótulo: Aroma fresco e elegante, onde sobressaem notas cítricas e florais, associadas a uma notável mineralidade. Intenso e longo final de boca.

Etiquetas: , , , , ,

3589 - Pedro & Inês 2007 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Baga e Alfrocheiro
Produtor: Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Carlos Lucas e Carlos Moura
Notas de Prova: Cor rubi e nariz rico em aromas de fruta madura, nomeadamente cerejas, combinadas com delicadas notas vegetais e diversas especiarias, além de tosta e um subtil toque mineral, tudo muito complexo, harmonioso e muito elegante, na boca é um vinho profundo, com taninos firmes e ao mesmo tempo ainda muito jovem, no paladar destaca-se a qualidade e a frescura da fruta, envolvidas por finas notas de especiarias e alguma barrica, num fundo mais mentolado e abaunilhado, o final de boca é prolongado e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Março 2010

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Janeiro 2010

Rótulo: Com a índole forte, por vezes rude, mas de inigualável majestade da casta Baga e com a brandura, exuberância aromática e carácter sedutor da casta Alfrocheiro, produzimos este vinho onde se conjugam na perfeição a personalidade de duas grandes castas portuguesas. Foi com este par ideal que fizémos o vinho "Pedro & Inês", cuja harmonia, elegância e notável complexidade constituem a nossa homenagem ao amor mais belo, mas também mais trágico, da nossa História, que foi vivido em Coimbra na Quinta das Lágrimas. A nossa homenagem a um amor puro que irá durar até ao fim do mundo.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 13 de maio de 2015

3588 - Paço dos Cunhas de Santar Vinha do Contador 2011 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado, Malvasia Fina e Cerceal
Produtor: Paço de Santar - Vinhos do Dão, S.A.
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Carlos Lucas
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela de tonalidade dourada e um nariz muito elegante, onde os aromas de fruta madura e tosta combinam na perfeição com a baunilha e um ligeiro toque floral e mineral, na boca é um vinho estruturado, volumoso e untuoso, com o paladar a evidenciar um certo amanteigado acompanhado pela fruta tropical e breves apontamentos de barrica, o final de boca termina longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Fevereiro 2016

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Abril 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Março 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Maio 2013

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Janeiro 2013

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .18
• Data da Revista: Novembro 2012 / Dezembro 2012

Rótulo: Terroir distinto na região do Dão, onde as castas Encruzado, Malvasia-Fina e Cerceal-Branco atingem com regularidade excelentes maturações. Rigoroso controlo fitossanitário e uma vinificação criteriosa originaram um vinho elegante, envolvente e com longa persistência, ideal para pratos mais elaborados. Deve ser consumido a 10ºC. D. Pedro da Cunha foi escudeiro de seu pai, senhor do Paço de Santar e donatário dos concelhos do Barreiro, Senhorim e Óvoa. O brasão dos Cunhas de oiro com nove cunhas de azul, cada um carregado com cinco besantes de prata, timbre um grife saínte de oiro semeado de cunhas de azul, com asas de um no outro.

Etiquetas: , , , , , ,

Prova do Vinho tinto Monte da Ravasqueira Vinha das Romãs 2012 (Fev/2015)


No passado dia 26/02/2015, realizei uma Prova do Vinho tinto Monte da Ravasqueira Vinha das Romãs 2012 do produtor Monte da Ravasqueira da região do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao produtor Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A. pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Monte da Ravasqueira Vinha das Romãs 2012 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Syrah e Touriga Franca
Produtor: Sociedade Agrícola D. Diniz, S.A.
Álcool: 13%
Enólogo: Pedro Pereira Gonçalves e Vasco Rosa Santos
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e auréola de tonalidade violeta, o nariz sugere aromas de frutos silvestres e vermelhos agradavelmente misturados com diversas notas de especiarias e um delicado toque tostado e até mineral, na boca é um vinho muito equilibrado e jovem, com uma interessante complexidade, taninos redondos e um volume acima da média, no paladar a fruta madura está bem presente e muito bem integrada com a madeira, além de evidenciar delicados apontamentos especiados e fumados, termina com um final de boca de comprimento e persistência de expressão média/alta.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas:

terça-feira, 12 de maio de 2015

3587 - Pedra Cancela Touriga Nacional 2011 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Pedra Cancela - João Gouveia
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 14.5%
Enólogo: João Paulo Gouveia
Notas de Prova: Apresenta uma bonita cor rubi muito concentrada no centro e de tonalidade violeta à volta, no nariz realce para os frescos aromas de notas florais, especialmente violetas, agradavelmente combinadas com delicadas notas de frutos silvestres maduros e algumas especiarias, bem como sugestivas nuances de barrica, na boca é um vinho encorpado, volumoso e muito elegante, com taninos aveludados e um paladar rico em fruta madura e notas de madeira e especiarias, envolvidas num delicado toque vegetal e floral, termina com um final de boca longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Maio 2014

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .18
• Data da Revista: Dezembro 2013 / Setembro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Maio 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17.5
• Data da Revista: Agosto 2013

Classificação Paixão pelo Vinho - Wine Passion: .16
• Data da Revista: Junho 2013 / Julho 2013

Rótulo: É uma parcela da Quinta do Vale do Dão localizada em Oliveira de Barreiros, onde a excelência das condições edafo-climáticas propiciam o esplendor e complexidade da Touriga-Nacional.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 11 de maio de 2015

3586 - Monte Meão Touriga Nacional 2011 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Francisco Olazabal & Filhos, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14%
Enólogo: Francisco Olazabal
Notas de Prova: Cor rubi de forte tonalidade violeta, o nariz revela imensos aromas florais e vegetais, misturados com fruta preta e subtis nuances minerais, na boca é um vinho elegante, com um volume médio/alto e uma estrutura sólida, revela um paladar muito frutado, onde a barrica confere uma bela complexidade e harmonia ao conjunto, destaca-se a firmeza dos taninos, como que a pedir guarda em garrafa, o final de boca é longo e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Setembro 2014

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17
• Data da Revista: Janeiro 2015 / Fevereiro 2015

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Maio 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Novembro 2013

Rótulo: Contornada por um vasto meandro do Rio Douro a Quinta do Vale Meão tem uma diversidade de solos e de castas que lhe permitem produzir vinhos com diferentes características. O vinho Meandro 2000, composto de 50% de Touriga Nacional, 30% de Tinta Roriz, 10% de Touriga Franca e 10% de Tinta Barroca, foi engarrafado em Junho de 2002. Não tendo sido submetido a qualquer tratamento de estabilização. Poderá apresentar algum depósito.

Etiquetas: , , , ,

domingo, 10 de maio de 2015

3585 - Quinta Vale D. Maria 2011 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas, Touriga Franca, Tinta Roriz, Sousão, Rufete, Tinta Amarela, Tinta Francisca e outras
Produtor: Lemos & Van Zeller, Lda
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 15%
Enólogo: Cristiano van Zeller, Sandra Tavares da Silva e Joana Pinhão
Notas de Prova: Cor rubi de forte concentração e intensidade, o nariz apresenta elegantes e vivos aromas de fruta madura, nomeadamente cerejas, misturadas com delicadas notas florais, frutos silvestres, tosta e ainda alguma mineralidade, na boca é um vinho muito encorpado e harmonioso, além de estuturado e jovem, conta com um paladar amplamente dominado pela fruta vermelha e por finas notas de especiarias e barrica, o final de boca é longo e muito persistente.

Classificação Pessoal: ......................................17.5
• Data da Prova: Outubro 2013

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............17.5
• Data da Revista: Janeiro 2014 / Fevereiro 2014

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Novembro 2013

Rótulo: Engarrafado em Agosto 2013.

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Alguns Bloggers fecham 2014 com mais um jantar no Restaurante Tendinha (Dez/2014)


No passado dia 29/12/2014 no Restaurante Tendinha em Mem Martins, teve lugar mais um Jantar onde se juntaram alguns Bloggers de Vinho e não só...

Durante o jantar e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os Bloggers :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Carlos Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Miguel Pereira (Blog Pingamor), bem como um curioso Vitor Janeiro.

O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Belondrade y Lurton 2013 (Branco)

Região: Espanha
Castas: Verdelho
Produtor: Bodega Belondrade S.L.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Marta Baquerizo
Nota de Prova: Cor amarela brilhante e nariz muito elegante, onde a fruta e as flores combinam de uma forma muito interessante com a madeira e alguma tosta, na boca é um vinho muito fresco, com uma agradável acidez e um paladar cheio de fruta, agradavelmente envolvida com notas tostadas e um leve toque mineral, termina de uma forma prolongada e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Quinta dos Roques Encruzado 2007 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: Quinta dos Roques - Vitivinicultura e Agropecuária, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Virgílio Loureiro
Nota de Prova: Apresenta uma cor dourada e um nariz fumado e ligeiramente tostado, com breves notas frutadas e limonadas a formarem um nariz delicadamente evoluído, na boca é um vinho agradável, algo cremoso e untuoso, com a fruta bem presente e misturada com um ligeiro toque fumado e de madeira, nota-se a sua evolução mas ainda revela uma interessante complexidade, termina de uma forma elegante e relativamente persistente.
Classificação Pessoal: 16
Quinta dos Roques Encruzado 2007 (Branco)
Quinta da Bica 2000 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz, Jaen e Rufete
Produtor: Quinta da Bica Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Vines & Wines
Nota de Prova: Cor granada aberta e nariz marcado pelas notas vegetais, bem como alguma fruta vermelha envolvida por delicadas notas de couro e alguma madeira, na boca é um vinho agradável, com uma certa estrutura e taninos redondos, no paladar sente-se alguma evolução mas também imensas notas especiadas e couro, bem como alguma fruta preta, terminando de uma forma mediana, em termos de comprimento e persistência.
Classificação Pessoal: 16
Herdade das Servas Touriga Nacional 2006 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Herdade das Servas - Serrano Mira, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Tiago Garcia
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz elegante, onde a fruta vermelha madura aparece muito bem integrada com diversas notas especiadas e um ligeiro toque floral e fumado, num fundo dominado pela tosta, na boca é um vinho com estrutura e taninos firmes, marcado por uma secura bem presente, conta com um paladar rico em notas de fruta madura, couro e evidentes nuances especiadas, terminando de uma forma agradavelmente expressiva.
Classificação Pessoal: 16
Herdade das Servas Touriga Nacional 2006 (Tinto)
Domaine Jamet Côte-Rôtie 2006 (Tinto)

Região: França
Castas: Syrah
Produtor: Domaine Jamet
Álcool: 13%
Enólogo: Jean-Paul Jamet
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz rico em fruta preta e delicadas notas de flores secas muito bem envolvidas por um elegante toque balsâmico, num fundo mais apimentado e especiado, na boca é um vinho fino, complexo, envolvente e muito elegante e harmonioso, com taninos firmes e um paladar muito especiado, onde a fruta madura revela uma agradável presença, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Domaine de Villemajou Corbières Boutenac 2005 (Tinto)

Região: França
Castas: Cariñena, Syrah e Garnacha
Produtor: Gérard Bertrand
Álcool: 14%
Enólogo: Gérard Bertrand
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz rico em fruta vermelha madura, alguma compota e delicadas notas vegetais e especiadas, num fundo mais apimentado e até balsâmico, na boca é um vinho agradável, com uma estrutura mediana e taninos polidos, revela um paladar rico em notas de pimento e pimenta, fruta preta e subtis nuances vegetais, terminando de uma forma medianamente expressiva.
Classificação Pessoal: 15.5
Wolf Blass Gold Label Shiraz 2010 (Tinto)

Região: Austrália
Castas: Shiraz
Produtor: Wolf Blass Wines
Álcool: 14.5%
Enólogo: Matt O'Leary
Nota de Prova: Cor rubi praticamente opaca e nariz muito especiado e vegetal, com delicados aromas de fruta negra e um leve toque balsâmico a conferirem uma bela complexidade ao conjunto, na boca revela um corpo cheio e um volume imenso, com um paladar a denotar um perfil mais vegetal e especiado, sugerindo ainda delicadas notas de café e fruta madura, termina de uma forma prolongada e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17
Paisajes La Pasada 2011 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo
Produtor: Paisajes y Viñedos
Álcool: 14.5%
Enólogo: Miguel Ángel de Gregorio
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi muito concentrada no centro, praticamente opaca e um rebordo de leve tonalidade violácea, no nariz a elegância da fruta preta envolvida por evidentes mas sedutoras notas de barrica e diversas especiarias, formam um conjunto muito complexo, atractivo e harmonioso, muito bem apoiado por delicadas notas especiadas e balsâmicas, na boca é um vinho denso, encorpado e volumoso, com taninos sólidos, fruto da sua juventude, a aparecerem muito bem integrados num paladar rico em fruta negra madura, especiarias e barrica, bem como subtis nuances minerais e de tosta, termina com um final de boca longo e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18
Real Companhia Velha 10 Anos (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Real Companhia Velha - Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, S.A
Álcool: 20%
Enólogo: Jerry Luper, Gabriela Canossa e Manuel Brites
Nota de Prova: Cor atijolada e nariz agradavelmente preenchido por aromas de frutos secos e alguma baunilha, bem como sugestivas notas compotadas, na boca é um vinho agradável, com uma acidez interessante e um paladar dominado pela fruta madura e por notas especiadas, além de breves nuances de madeira, termina com um final de boca elegante e fresco.
Classificação Pessoal: 16

Etiquetas: