• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (5012)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3988)

domingo, 17 de março de 2019

E mais uma Prova Vertical do Vinho Tinto Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas no Restaurante Rubro (Jan/2019)


No passado dia 18/01/2019, realizei uma Nova Prova Vertical do Vinho Tinto Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas, do produtor Quinta do Crasto da região do Douro, juntamente com um grupo de amigos no restaurante Rubro, em Lisboa.

Esta prova foi efectuada com a degustação de 4 colheitas: 2009, 2010, 2012 e 2013.


2196 - Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2009 (Tinto)Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2009 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor granada intensa, de forte concentração no centro e com uma delicada auréola de tonalidade avermelhada, o nariz sugere elegantes aromas de frutos pretos e diversas notas especiadas, muito bem envolvidas pela barrica de grande qualidade e complexidade, num fundo a fazer lembrar algum couro e também uma subtil sensação mineral, na boca é um vinho muito encorpado, com taninos sedosos e um volume notável, no paladar merece todo o destaque a perfeita harmonia existente entre a fruta vermelha e preta bem maduras, a barrica e ainda breves nuances de pimenta preta, o final de boca termina com um comprimento longo e uma enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi de média concentração e um delicado rebordo de tonalidade granada, o nariz surpreende com uma elegância e complexidade notáveis, revelando fruta vermelha madura em perfeita harmonia com as notas de barrica e com um ligeiro perfume floral, num fundo mais especiado e delicadamente mineral, na boca é um vinho elegante, estruturado, muito encorpado e envolvente, com o paladar a evidenciar notas de fruta vermelha e preta maduras, bem como um ligeiro toque apimentado e breves nuances de barrica, o final de boca termina com um comprimento bem prolongado e uma persistência duradoura.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2012 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14.5%
Enólogo: Dominic Morris e Manuel Lobo
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e profunda no centro, com laivos brilhantes de tonalidade violeta/avermelhada, no nariz destacam-se os aromas florais, de fruta vermelha e do bosque, agradvelmente envolvidos por sugestivas notas tostadas e de diversas especiarias, num fundo subtilmente mineral, na boca é um vinho elegante, complexo e volumoso, com um paladar cheio de fruta madura e onde a barrica está muito bem integrada no conjunto, o final de boca termina de uma forma prolongada.
Classificação Pessoal: 17
Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2013 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Sociedade Agrícola da Quinta do Crasto
Álcool: 14%
Enólogo: Manuel Lobo
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada no centro e laivos de tonalidade violácea, o nariz apresenta-se muito jovem, com os aromas florais e de frutos silvestres a destacarem-se, além de evidenciar notas especiadas e de barrica muito presentes, na boca é um vinho encorpado e volumoso, com taninos bem presentes mas ao mesmo tempo elegantes, no paladar realce para a dominadora fruta preta madura em conjunto com delicadas notas tostadas, vegetais e também especiadas, o final de boca termina longo.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: