• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (5286) A-M / N-Z
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (4117)

domingo, 12 de maio de 2019

Novo Jantar de vinhos de Bloggers no Restaurante Tendinha (Jan/2019)


No passado dia 18/01/2019 no Restaurante Tendinha em Mem Martins, teve lugar mais um Jantar onde se juntaram alguns Bloggers de Vinho.

Durante o jantar e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os seguintes Bloggers:
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Carlos Janeiro (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage)
e ainda Miguel Pedro.

O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Chateau Sigalas Rabaud Premier Cru Sauternes 2009 (Branco)

Região: França
Castas: Semillon e Sauvignon Blanc
Produtor: Château Sigalas Rabaud
Álcool: 13.5%
Enólogo: Georges Pauli
Nota de Prova: Cor amarela dourada e nariz rico em aromas melados e de frutos secos amparados por delicadas sensações de citrinos bem maduros e alguma fruta cristalizada, na boca evidencia-se a sua doçura equilibrada por uma acidez agradável e por uma subtil sensação de secura, no paladar o destaque vai para a fruta bem madura e para as notas citrinas, bem como algum mel e figos, com o final de boca a terminar com um comprimento médio/longo e uma persistência interessante.
Classificação Pessoal: 16.5
Casa de Santar Vinha dos Amores Encruzado 2014 (Branco)

Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
Álcool: 13.5%
Enólogo: Osvaldo Amado
Nota de Prova: Cor citrina levemente esverdeada e nariz muito elegante e complexo, onde se destacam os aromas de fruta madura envolvidos por sugestivas notas de barrica, mais concretamente tosta, baunilha e muitos fumados, num fundo amparado por frutos secos e por uma leve sensação mineral e até vegetal, na boca é um vinho envolvente, com uma estrutura de grande nível e uma elegância bem presente, o paladar mostra-se tão tostado como frutado e a sua componente mineral confere vivacidade e fineza a um conjunto que termina com um final de boca muito prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Pai Horácio Grande Reserva 2015 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas: Viosinho e Rabigato
Produtor: Vinilourenço Unipessoal
Álcool: 13.5%
Enólogo: Virgílio Loureiro e Manuel Ferreira
Nota de Prova: Cor amarelo pálido com laivos de tonalidade esverdeada, o nariz revela notas florais e de citrinos frescos envolvidos por evidentes aromas de fruta tropical e uma delicada sensação tostada e abaunilhada, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez agradável e uma estrutura interessante, no paladar volta a evidenciar-se a fruta tropical e a tosta, em conjunto com notas mais cítricas, terminando com um final de boca de comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16
Chateau Lafaurie-Peyraguey 1er Grand Cru Sauternes 2009 (Branco)

Região: França
Castas: Semillon, Sauvignon Blanc e Muscadelle
Produtor: Château Lafaurie-Peyraguey S.A.S.
Álcool: 14%
Enólogo: Eric Larramona e Vincent Despujos
Nota de Prova: Cor amarela intensa com laivos de tonalidade dourada, o nariz revela elegantes e exuberantes aromas de frutos secos, notas florais e mel, além de breves apontamentos de citrinos bem maduros e uma delicada sensação de fruta tropical, na boca é um vinho envolvente, harmonioso e volumoso, destacando-se o casamento perfeito entre a acidez e a doçura, no paladar sobressai a fruta madura acompanhada por delicadas notas meladas e de frutos secos, com o final de boca a terminar de uma forma bem prolongada.
Classificação Pessoal: 17
Château de Rayne Vigneau 1er Grand Cru Sauternes 2009 (Branco)

Região: França
Castas: Semillon e Sauvignon Blanc
Produtor: Château de Rayne Vigneau
Álcool: 13.5%
Enólogo: Vincent Labergère e Denis Dubourdieu
Nota de Prova: Cor de ouro e tonalidade dourada, o nariz sugere notas meladas e florais muito bem acompanhadas com delicados apontamentos de marmelada e citrinos, num fundo dominado pelos frutos secos e uma leve sensação torrada, na boca apresenta-se um vinho complexo, volumoso e com uma união perfeita entre a acidez e a doçura apresentadas, no paladar destacam-se os frutos secos e as suas componentes mais meladas e limonadas, com o final de boca a terminar de uma forma bem prolongada.
Classificação Pessoal: 17
Domaine Gramenon La Sagesse Côtes-du-Rhone 2009 (Tinto)

Região: França
Castas: Grenache
Produtor: Domaine Gramenon Aubery-Laurent
Álcool: 14.5%
Enólogo: Michèle Aubèry-Laurent
Nota de Prova: Cor granada de intensidade média/alta, o nariz revela aromas de diversas especiarias e de fruta vermelha e preta, envolvidos por uma delicada sensação vegetal e terrosa, na boca apresenta-se um vinho muito equilibrado, com um corpo e um volume bem interessantes, além de taninos bem presentes, no paladar volta a sobressair a fruta vermelha e a sua componente mais vegetal, acompanhada por breves apontamentos minerais, o final de boca termina de uma forma prolongada.
Classificação Pessoal: 16.5
Aalto 2011 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tinto Fino
Produtor: Bodegas Aalto SA
Álcool: 15%
Enólogo: Mariano Garcia
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi muito concentrada no centro e uma fina auréola de tonalidade granada, o nariz sugere elegantes e complexos aromas especiados muito bem acompanhados por notas de fruta vermelha e preta bem maduras, além de breves sugestões florais, alguma tosta e ainda um subtil toque mentolado e de chocolate, na boca é um vinho muito encorpado e volumoso, com taninos sedosos e uma complexidade muito interessante, no paladar destaca-se a envolvência e harmonia existente entre a fruta negra e a barrica, além de diversas notas apimentadas, algum cacau e também um leve apontamento mineral, o final de boca termina longo e com uma grande persistência.
Classificação Pessoal: 17.5
Noval LBV 1965 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Quinta do Noval - Vinhos, S.A.
Álcool: 20%
Enólogo: António Agrellos
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade, revela um nariz evoluído mas com uma elegância ainda bem presente, onde se destacam os aromas de frutos secos e de fruta em passa, subtilmente combinados com delicadas notas de especiarias e madeira velha, na boca revela alguma complexidade e uma estrutura média, destacando-se um paladar marcado pelas notas licorosas e pela madeira, num fundo mais frutado e ligeiramente balsâmico, o final de boca termina com um comprimento e uma persistência agradáveis.
Classificação Pessoal: 16.5
Croft Vintage 2000 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: Croft
Álcool: 20.5%
Enólogo: David Guimaraens
Nota de Prova: Apresenta uma cor granada de forte intensidade no centro e um rebordo de tonalidade avermelhada, o nariz revela aromas de fruta vermelha madura envolvida por sugestivas notas especiadas e compotadas, num fundo marcado pela madeira e por breves nuances minerais, na boca revela elegância e vivacidade, bem como estrutura e volume, no paladar sobressai a fruta preta em perfeita harmonia com subtis nuances de madeira e um evidente toque achocolatado, o final de boca termina com um comprimento e uma persistência prolongados.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: