• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4440)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3604)

terça-feira, 22 de maio de 2012

2217 - Casa de Santar Touriga Nacional 2000 (Tinto)



Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional
Produtor: Dão Sul - Sociedade Vitinícola, SA
Preço: Entre 15€ e 20€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Pedro de Vasconcellos e Souza
Notas de Prova: Cor granada de muito boa intensidade, o nariz revela finas notas de couro aliadas à fruta bem madura, bem como a um ligeiro toque de especiarias e ainda alguma madeira velha, num fundo ligeiramente balsâmico, na boca é um vinho envolvente, de volume médio/alto e estrutura e acidez que impressionam face aos seus 11 anos, o paladar revela fruta preta, ligeiro couro e diversas notas de especiarias e vegetal seco, terminando de forma prolongada e persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Setembro 2012

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Dezembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Maio 2005

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2004

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Dezembro 2003

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Janeiro 2003

Rótulo: A Casa de Santar, fundada em 1790, orgulha-se de proporcionar aos seus apreciadores a descoberta da Touriga-Nacional, o qual é descrito na enciclopédia de vinhos de Portugal como o "ex-libris" da viticultura portuguesa. Assim, após uma vindima no seu amadurecimento correcto, encontramos um vinho de cor retinta, no aroma muito concentrado em frutos vermelhos e violetas, na boca prima pelo seu porte, o equilíbrio é aqui a nota dominante, apresentando-se envolvente na boca, taninos muito finos e um final aveludado.

Etiquetas: , , , , ,