• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4340)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3527)

terça-feira, 4 de junho de 2013

2689 - Séries Rufete 2010 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Rufete
Produtor: Real Companhia Velha - Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, S.A
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 134%
Enólogo: Jerry Luper, Gabriela Canossa e Manuel Brites
Notas de Prova: Cor rubi aberta e brilhante, nariz fresco, rico em notas vegetais misturadas com a fruta vermelha e um leve toque floral, na boca é um vinho diferente, com uma estrutura pouco expressiva e uma acidez agradável, conta com um paladar frutado e ligeiramente especiado, além de maioritariamente herbáceo, o final de boca é bastante seco, revela um comprimento médio e uma persistência algo curta.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Setembro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................17
• Data da Revista: Agosto 2016

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16.5
• Data da Revista: Outubro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Outubro 2011

Rótulo: A linha de vinhos Séries na Real Companhia Velha representa a nossa paixão pela inovação e experimentação na procura de vinhos novos e cada vez mais interessantes. Estes vinhos serão sempre ensaios onde procuramos explorar diferentes técnicas, castas ou abordagens que nos ensinem algo passível de vir a ser aplicado na nossa gama de vinhos. No Rufete tentamos simultaneamente, perceber as virtudes desta casta tão presente nas vinhas velhas do Douro e criar um vinho com um estilo diferente do habitual, aromaticamente bastante exótico, de estrutura leve e um perfil muito fresco. Enfim, procurar um novo Douro através de uma casta muito antiga. Dadas as suas características bem diferentes dos clássicos Douros, este vinho da casta Rufete assume-se como um tinto de Verão e por conseguinte recomendamos ser servido frio (10ºC). A baixa temperatura pouco comum num tinto torna-o de sevriço muito versátil e a harmonizar com variadíssimos tipos de pratos salientando-se entradas de carpaccios, sardinhas assadas e peixes escalados.

Etiquetas: , , , , ,