• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4340)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3527)

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Prova de Vinhos Monte Cascas no Restaurante Avenue (Mar/2013)


No passado dia 21/03/2013 no Restaurante Avenue em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns vinhos do produtor Monte Cascas, presente em várias regiões portuguesas, bem como o Pré-Lançamento dos Single Vineyard das regiões da Bairrada e do Dão.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 10 vinhos, 3 brancos e 7 tintos.


Prova comentada pelos Enólogos Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha.

Monte Cascas Colheita Douro 2012 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Códega de Larinho, Gouveio e Rabigato
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 12.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor citrina pálida com delicados apontamentos esverdeados, o nariz revela um toque cítrico e vegetal bem presente, acompanhados por uma leve sugestão floral, na boca é um vinho fresco, equilibrado e de uma forte secura, o paladar conta com uma estrutura agradável e é composto por nuances de fruta madura e notas citrinas, o final de boca tem um comprimento mediano mas saboroso.
Classificação Pessoal: 15
Monte Cascas Reserva Minho 2010 (Branco)

Região: Regional Vinhos Verdes
Castas:
Arinto e Alvarinho
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 12.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor amarela e um nariz delicado, onde perfumadas notas de fruta madura e um leve toque cítrico e também baunilha, formam um conjunto equilibrado, na boca é um vinho com uma estrutura agradável e um paladar suave, onde a fruta aparece bem integrada com as notas de barrica, revelando até alguma complexidade, o final de boca tem um comprimento interessante e uma persistência mediana.
Classificação Pessoal: 15.5
Monte Cascas Reserva Alentejo 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Alicante Bouschet, Aragonez e Trincadeira
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 14%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor rubi no centro e auréola de tonalidade avioletada, o nariz revela evidentes notas de fruta vermelha madura e um leve toque terroso e levemente especiado, na boca é um vinho fresco, com uns taninos firmes e um volume interessante, no paladar destaca-se novamente a fruta envolvida com diversas notas especiadas e um subtil toque vegetal, termina com uma persistência acima da média.
Classificação Pessoal: 16
Monte Cascas Reserva Douro 2010 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Roriz
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 14.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e laivos de tonalidade granada/violeta, o nariz revela notas florais e fruta preta, misturadas com delicadas notas de esteva e ainda um leve toque de barrica, na boca é um vinho ainda muito jovem, com um bom volume e uma estrutura interessante, o paladar confirma a fruta negra envolvida com delicadas notas de especiarias e um final e boca de comprimento acima da média.
Classificação Pessoal: 16
Monte Cascas Grande Reserva Alentejo 2009 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Alicante Bouschet e Petit Verdot
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 14%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz rico em notas de fruta negra, especiarias e um ligeiro toque achocolatado, num fundo mais mineral e até floral, na boca é um vinho volumoso, austero e cheio de garra, com um paladar muito especiado e rico em fruta preta madura, sugestões vegetais e novamente o chocolate envolvido em delicados toques de barrica, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 17
Monte Cascas Grande Reserva Douro 2009 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 14%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa no centro e laivos avioletados, o nariz revela uma agradável fineza de aromas, onde a fruta preta, as notas minerais e de barrica formam um conjunto complexo e atractivo, num fundo ligeiramente achocolatado e especiado, na boca é um vinho denso, volumoso e complexo, tem um paladar onde se destaca a fruta negra e uma forte mineralidade, num final de boca prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Monte Cascas Vinha da Padilha Fernão Pires 2009 (Branco)

Região: DOC Tejo
Castas:
Fernão Pires
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 12.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor amarela citrina e um nariz fresco e rico em aromas de fruta tropical e alguma fruta madura, na boca é um vinho gordo, untuoso e cremoso, com delicadas notas de fruta madura misturadas com leves apontamentos citrinos, minerais e tostados, o final de boca tem um prolongamento bem vincado e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
Monte de Cascas Douro Vinha do Vale 2009 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas:
Vinhas Velhas
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 14.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor rubi intensa e muito concentrada no centro, no nariz é um vinho intenso, cheio de fruta preta madura e um toque vegetal e balsâmico muito perfumado e agradavelmente envolvido em delicadas notas de tosta e algum café, na boca é um vinho elegante, estruturado e muito complexo, além de encorpado e de volume intenso, no paladar destaca-se a fruta madura e as notas balsâmicas, num conjunto elegante, de taninos finos e ao mesmo tempo aguerridos, o final de boca é longo e muito persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Monte Cascas Bairrada Vinha das Cardosas 2010 (Tinto)

Região: DOC Bairrada
Castas:
Baga, Maria Gomes e Bical
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 13.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz fresco, com delicadas notas vegetais e florais, apoiadas em frescas sugestões minerais e alguma barrica, na boca é um vinho de taninos sólidos, com um volume intenso e um paladar marcado pela fruta vermelha e sugestões vegetais, o final de boca tem com um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16.5
Monte Cascas Dão Vinha da Carpanhã 2010 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas:
Jaen e Touriga Nacional
Produtor: Monte Cascas
Álcool: 14.5%
Enólogo: Frederico Vilar Gomes e Hélder Cunha
Nota de Prova: Cor praticamente opaca no centro e uma brilhante auréola violácea, no nariz sobressai a sua elegância e fineza, com as notas florais e a fruta preta muito bem envolvidas com subtis nuances de barrica e um evidente toque balsâmico, na boca é um vinho estruturado, mineral e muito volumoso e encorpado, conta com um paladar cheio, de paladar intenso e concentrado, rico em fruta e notas de diversas especiarias e madeira, conta com uns taninos firmes e um final de boca prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: