• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4220)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3483)

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Mais um Jantar de Bloggers no Restaurante Tendinha (Mar/2014)


No passado dia 13/03/2014 no Restaurante Tendinha em Mem Martins, teve lugar mais um Jantar onde se juntaram alguns Bloggers de Vinho e não só...

Durante o jantar e respectiva Prova de Vinhos estiveram presentes os Bloggers :
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- Carlos Janeiro (organizador) (Blog Comer, Beber e Lazer)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Miguel Pereira (Blog Pingamor)
- Francisco Damião de Brito (Blog Vinho do Porto Vintage), bem como o Enólogo António José Saramago e Arnaud Stevenot.

O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos vários vinhos que cada um teve a oportunidade de trazer consigo.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Loimer Riesling Reserve Terrassen Kamptal 2009 (Branco)

Região: Áustria
Castas: Riesling
Produtor: Weingut Fred Loimer
Álcool: 13%
Enólogo: Fred Loimer
Nota de Prova: Cor amarela palha apoiada em breves apontamentos esverdeados, no nariz cativam os seus aromas minerais e florais, acompanhados por delicadas mas sugestivas notas cítricas e vegetais, na boca é um vinho muito agradável e algo seco, com uma certa estrutura e uma acidez viva, no paladar destaca-se a sua frescura e as sugestões de citrinos, fruta madura e subtis notas minerais, termina com um final de boca de expressão média.
Classificação Pessoal: 16
Arenae Colares Malvasia 2008 (Branco)

Região: DOC Estremadura
Castas: Malvasia
Produtor: Adega Regional de Colares, C.R.L.
Álcool: 12.5%
Enólogo: Francisco Figueiredo e Jorge Páscoa
Nota de Prova: Apresenta uma cor de tonalidade amarela e dourada e um nariz dominado pela fruta e citrinos bem maduros, misturados com subtis nuances de flores secas e madeira exótica também, na boca revela-se um vinho com alguma estrutura e algo seco, com um paladar frutado e ligeiramente tostado, o final de boca tem um comprimento curto/médio.
Classificação Pessoal: 15.5
Dominio del Urogallo Las Yolas 2011 (Branco)

Região: Espanha
Castas: Albillo e Vinhas Velhas
Produtor: Bodega Dominio del Urogallo S.L.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Nicolás Marcos
Nota de Prova: Cor amarela de média intensidade e delicados apontamentos dourados, o nariz apresenta imensos tostados envolvidos com frescos aromas florais e de fruta madura, além de breves notas de especiarias e subtis sugestões de amêndoa e de barrica, na boca é um vinho estruturado, além de volumoso e gordo, conta com paladar rico em fruta madura, frutos secos, madeira e um leve toque vegetal e mineral, termina com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15.5
Thyro 2011 (Branco)

Região: DOC Douro
Castas:
Semillon, Malvasia Fina e Cerceal
Produtor: João Cardoso Lopes
Álcool: 13.5%
Enólogo: Jorge Sousa Pinto
Nota de Prova: Cor amarela de média intensidade e nariz marcado pelas notas florais e de barrica, envolvidas com suaves aromas de fruta tropical madura, na boca é um vinho com uma agradável acidez e secura, além de revela uma estrutura agradável, conta com um paladar especiado e frutado, além de suavemente citrino, termina com um comprimento relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16
Château-Fuissé Pouilly-Fuissé Vieilles Vignes 2008 (Branco)

Região: França
Castas: Chardonnay e Vinhas Velhas
Produtor: Château de Fuissé
Álcool: 13.5%
Enólogo: Antoine Vincent
Nota de Prova: Apresenta uma cor dourada e um nariz fino e muito elegante, onde os aromas especiados e fumados combinam de uma forma muito interessante com a fruta madura e subtis sugestões florais e de madeira, no paladar é um vinho com alguma complexidade e relativamente seco, conta com um paladar frutado e envolvente, com alguma barrica muito bem casada com a fruta, o final de boca é prolongado.
Classificação Pessoal: 16.5
Imperium Grande Escolha 2001 (Douro)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca
Produtor: Caves do Freixo, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Rui Alves
Nota de Prova: Cor granada intensa no centro e auréola de tonalidade avermelahda, no nariz, realce para os aromas de fruta vermelha madura, em passa, envolvidos com evidentes notas de couro e onde a barrica está bem presente, num fundo mais balsâmico e até mineral, na boca é um vinho complexo, com alguma evolução e taninos bem redondos, conta com um paladar mais terroso e especiado, com a fruta preta e um leve toque tostado e balsâmico a secundarem o conjunto, o final de boca é relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 17
Tapada de Coelheiros Garrafeira 2003 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Cabernet Sauvignon e Aragonês
Produtor: Sociedade Agrícola da Herdade dos Coelheiros, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: António Saramago
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi relativamente densa no centro e um rebordo de tonalidade granada, o nariz surpreende pela sua elegãncia, onde as notas apimentadas se fundem com aromas de fruta preta, pimento verde e também algum couro e barrica, tudo muito complexo e clássico, na boca é um vinho profundo e estruturado, com taninos bem presentes e um paladar vigoroso, denota uma evolução muito ligeira e uma boca cheia de fruta preta muito bem casada com a barrica, revela ainda delicadas sugestões de vegetal seco e ainda um leve toque mais terroso, o final de boca é prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Escolha António Saramago Palmela 2003 (Tinto)

Região: DOC Península de Setúbal
Castas: Castelão
Produtor: António Saramago - Vinhos, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: António Saramago
Nota de Prova: Cor rubi carregada, de forte tonalidade avermelhada, o nariz revela uma notável elegância, com os aromas de fruta preta e sugestivas notas de menta e até balsâmicas, muito bem envolvidas com notas vegetais e especiadas, na boca é um vinho fino, muito equilibrado e com uma estrutura atractva, revela um paladar delicadamente apimentado, onde os frutos negros e as notas de barrica casam na perfeição, revela uns taninos ainda com alguma presença e um final de boca de comprimento e persistência de expressão média/longa.
Classificação Pessoal: 17
837 - Escolha António Saramago Palmela 2003 (Tinto)
Dona Maria Reserva 2003 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Alicante Bouschet, Aragonês, Syrah e Cabernet Sauvignon
Produtor: Júlio Tassara de Bastos
Álcool: 14%
Enólogo: Luís Duarte e Sandra Gonçalves
Nota de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e concentrada no centro, com laivos de tonalidade granada, o nariz revela elegância e diversos aromas de fruta vermelha madura, amparados por sugestivas notas vegetais e de especiarias, além de breves apontamentos de barrica e até algum couro, na boca é um vinho profundo, com uma evolução muito subtil e taninos polidos, conta com um paladar cheio de fruta preta e notas especiadas, bem como uma sensação terrosa e mineral, tudo muito harmonioso e envolvente, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
San Vicente 2010 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tempranillo Peludo
Produtor: Señorio de San Vicente, S.A.
Álcool: 14.5%
Enólogo: Marcos Eguren
Nota de Prova: Cor rubi densa e muito concentrada, praticamente opaca, no nariz sobressai a sua elegância e fineza de aromas, com a fruta negra e delicadas notas vegetais e apimentadas muito bem envolvidas com a barrica de qualidade, num fundo subtilmente marcado por leves nuances minerais e até balsâmicas, na boca é um vinho profundo, encorpado e volumoso, revela uns taninos poderosos mas ao mesmo tempo bem integrados com a fruta preta e delicadas sugestões de tosta e baunilha, vindas da barrica, que dominam um paladar muito harmonioso e levemente achocolatado, termina com um final de boca bem prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5
Tokaji Szamorodni Szaraz-Dry 1996 (Branco)

Região: Hungria
Castas: Furmint e Harslevelu
Produtor: -
Álcool: 13.5%
Enólogo: -
Nota de Prova: Cor de forte tonalidade alaranjada e nariz muito evoluído e seco, com delicadas sensações de laranja e frutos secos combinadas com subtis aromas de flores secas, na boca é um vinho menos expressivo, já em curva descendente, revela uma secura bem presente e uma acidez apenas correcta, no paladar os frutos secos denotam uma mediana presença e o final de boca é muito curto.
Classificação Pessoal: 12.5
J.M.S. Moscatel Superior 1993 (Moscatel)

Região: DOC Península de Setúbal
Castas: Moscatel
Produtor: António Saramago - Vinhos, Lda
Álcool: 17.5%
Enólogo: António Saramago
Nota de Prova: Cor topázio e nariz fino, muito aveludado e harmonioso, revela atractvos aromas de frutos secos e um ligeiro toque de caramelo torrado, nota-se ainda um delicado mas envolvente toque balsâmico, na boca é um vinho untuoso e muito elegante, capaz de revelar um paladar muito frutado, além de cremoso e vibrante, muito bem apoiado em notas de caramelo e alguma baunilha também, termina com um final de boca cheio, de comprimento longo e persistência notável.
Classificação Pessoal: 17.5
J.M.S. Moscatel Superior 1993 (Moscatel)
Barros Colheita 1947 (Porto)

Região: Douro
Castas:
Várias
Produtor: Barros
Álcool: 20%
Enólogo: Pedro Sá
Nota de Prova: Apresenta uma bonita cor topázio com delicados apontamentos esverdeados, no nariz destacam-se os elegantes e finos aromas de especiarias e frutos secos, envolvidos com evidentes notas de caramelo e um leve toque floral, num fundo marcado por algum vinagrinho e subtis notas de tabaco e fumadas, na boca é um vinho envolvente, harmonioso e algo seco, com uma acidez vibrante e um paladar requintado e cheio, onde os frutos secos e as notas de caramelo combinam na perfeição com a madeira velha, o final de boca é longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: