• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4220)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3483)

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Prova Vertical dos Syrah de Cortes de Cima - Parte I - o vinho Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen (Nov/2014)


No passado dia 07/11/2014 no Centro de Congressos da FIL – Junqueira em Lisboa, tiveram lugar duas Provas Verticais dos vinhos Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen e Cortes de Cima Incógnito, ambos monocasta Syrah do Produtor Cortes de Cima, realizada no âmbito do Evento Encontro com o Vinhos e com os Sabores 2014, organizado pela entidade Revista de Vinhos.

Na 1ª Parte deste Evento teve lugar uma Prova Vertical do vinho Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen.

Prova comentada pelo Enólogo Hamilton Reis.


Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2004 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor granada intensa e nariz dominado pelas notas de couro e madeira usada, num fundo algo balsâmico e resinoso, num fundo delicadamente marcado pela fruta preta muito madura, na boca é um vinho equilibrado, ligeiramente evoluído e onde os taninos já se revelam domados, o paladar sugere alguma fruta negra e subtis notas apimentadas, terminando com um final de boca de comprimento médio/alto.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2007 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi de tonalidade granada e nariz rico em notas vegetais e algum couro, bem como evidentes sugestões de fruta vermelha madura, num fundo mais especiado e bem preenchido pelos aromas de barrica, na boca é um vinho com um agradável volume e estrutura bem presente, conta com uns taninos redondos e um paladar onde a pimenta se destaca entre outras especiarias, além de estar muito bem envolvida com a fruta e a madeira, termina com um final de boca de comprimento médio e uma persistência relativamente elevada.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2007 (Tinto)
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2008 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi muito concentrada e nariz rico em fruta vermelha, especialmente framboesas, envolvidas com sugestivas notas de especiarias e alguma tosta, formando um conjunto elegante e sedutor, na boca é um vinho redondo, guloso e harmonioso, apresenta um volume médio e um paladar claramente dominado pela fruta vermelha e por delicadas notas achocolatadas e apimentadas, termina com um final de boca de comprimento e persistência de expressão média/alta.
Classificação Pessoal: 16.5
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2009 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz rico em fruta vermelha e notas florais, agradavelmente misturadas com subtis nuances vegetais, num fundo mais tostado e até algo balsâmico, na boca apresenta uns taninos redondos e um paladar amplamente dominado pela fruta madura e por atractivas sugestões especiadas, termina de uma forma medianamente expressiva, quer no comprimento, quer na persistência do final de boca.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Homenagem Hans Christian Andersen 2010 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen
Nota de Prova: Apresenta uma cor intensa de tonalidade granada e um nariz fino, que sugere breves notas alicoradas envolvidas com a fruta vermelha madura e diversas especiarias, num fundo algo tostado e até achocolatado, na boca apresenta-se um vinho sedutor e elegante, com taninos redondos e um paladar muito bem preenchido pela fruta vermelha e por subtis apontamentos vegetais, além de um evidente toque especiado e ainda sugestivas notas de barrica, termina com um final de boca de comprimento relativamente elevado.
Classificação Pessoal: 16.5

Etiquetas: