• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







Todos os Vinhos Provados no Blog Os Vinhos (4897)
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos (3920)

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Apresentação dos Vinhos de Cortes de Cima no Restaurante A Casa do Bacalhau (Mar/2018)


No passado dia 29/03/2018 no Restaurante A Casa do Bacalhau em Lisboa, teve lugar a Apresentação de alguns vinhos do Produtor Cortes de Cima da região do Alentejo.
Esta prova foi efectuada com a apresentação de 12 vinhos, 7 brancos, 1 rosé e 5 tintos.


Prova comentada pelo Enólogo Hamilton Reis.

Chaminé 2017 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Verdelho, Alvarinho e Sauvignon Blanc
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor amarela esverdeada e nariz marcado por frescos aromas cítricos e vegetais, além de subtis notas de fruta tropical madura, na boca mostra-se um vinho agradável e seco, com uma acidez interessante e um paladar bem frutado e vegetal, o final de boca termina com um comprimento mediano.
Classificação Pessoal: 15.5
Chaminé 2017 (Rosé)

Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez e Syrah
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor salmão e nariz cheio de fruta vermelha muito fresca, morangos e framboesas, envolvidos por delicadas notas florais, na boca é um vinho correcto, fresco e com uma leve secura, no paladar volta a sobressair a fruta vermelha agora acompanhada por leves apontamentos vegetais e até citrinos, o final de boca termina com um comprimento curto/médio e novamente seco.
Classificação Pessoal: 15
Cortes de Cima Alvarinho 2014 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Alvarinho
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor amarela intensa e nariz cheio de fruta madura, notas salinas e um citrino maduro bem presente, formando um conjunto elegante, complexo e subtilmente evoluído, na boca mostra-se um vinho com estrutura e uma acidez muito pronunciada, no paladar é a fruta tropical madura e as notas citrinas que dominam o conjunto, terminando com um final de boca prolongado e ligeiramente seco.
Classificação Pessoal: 16.5
Cortes de Cima Alvarinho 2015 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Alvarinho
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor amarela brilhante e nariz rico em aromas salinos e citrinos, acompanhados por breves notas de fruta madura, na boca é um vinho equilibrado e muito fresco, com uma acidez bem expressiva, no paladar destaca-se a envolvência entre as notas citrinas, um ligeiro toque vegetal e ainda breves apontamentos minerais, com o final de boca a terminar com um comprimento médio/longo.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Alvarinho 2016 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Alvarinho
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor amarela citrina, nariz agradavelmente marcado por aromas florais e citrinos, envolvidos por breves notas minerais, na boca é um vinho fresco e equilibrado, com uma acidez agradável, no paladar dominam as notas citrinas e vegetais com o final de boca a terminar de uma forma bem interessante, quer em termos de comprimento, quer em persistência.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Dois Terroirs 2017 (Branco)

Região: Regional Alentejo
Castas: Verdelho, Viognier e Alvarinho
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor amarela brilhante, nariz rico em fruta e notas citrinas, envolvidas por breves aromas minerais e um subtil toque floral e vegetal, na boca é um vinho equilibrado, com uma acidez bem presente e uma secura por demais evidente, no paladar sobressai a fruta madura, bem como diversas sugestões de citrinos, num fundo delicadamente cremoso e tostado, o final de boca termina com um comprimento e uma persistência médios/longos.
Classificação Pessoal: 15.5
Cortes de Cima Dois Terroirs 2014 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez, Syrah e Pinot Noir
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor rubi de média intensidade, o nariz sugere fruta vermelha e do bosque, apoiada em breves notas fumadas, especiadas e florais, na boca é um vinho equilibrado, com taninos redondos e um volume bem agradável, o paladar evidencia elegância e leveza, num conjunto frutado, vegetal e levemente tostado e especiado, com o final de boca a terminar com um comprimento médio e uma persistência agradável.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Amphora 2015 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Aragonez, Syrah, Touriga Nacional e Trincadeira
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor avermelhada de intensidade média, o nariz apresenta frescos aromas de fruta vermelha, notas florais e uma leve sensação vegetal e barro, tudo muito bem apoiado por sugestivas nuances terrosas e minerais, na boca é um vinho equilibrado, com um volume médio e taninos muito bem polidos, no paladar revela-se um vinho muito frutado, além de delicadamente terroso, especiado e até floral, o final de boca termina com um comprimento relativamente prolongado.
Classificação Pessoal: 16
Cortes de Cima Petit Verdot 2008 [Magnum] (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Petit Verdot
Produtor: Casa Agrícola Cortes de Cima, Lda
Álcool: 14%
Enólogo: Hans Kristian Jorgensen e Hamilton Reis
Nota de Prova: Cor granada intensa e um nariz fino e elegante, cheio de fruta preta, a fazer lembrar compota, notas fumadas e vegetais, formando um conjunto muito complexo e elegante, na boca é um vinho encorpado, bem volumoso e com taninos sedosos, no paladar sobressai a fruta negra, apoiada por delicadas notas terrosas e fumadas, num fundo mais apimentado e que termina com um final de boca longo e persistente.
Classificação Pessoal: 17

Etiquetas: