• Pedro Rafael Barata
  • prtbarata@gmail.com
  • O objectivo deste Blog não é mais do que uma "Montra Pessoal" de vinhos provados. Visitem e Comentem!
  • Caro Produtor, se tem interesse em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos, clique aqui!
  •     
        
  • RSS







free counters


Todos os Vinhos Provados pelo Blog Os Vinhos
Todos os Vinhos Provados em Eventos de Provas de Vinhos

terça-feira, 31 de Julho de 2012

2295 - Picos do Couto Reserva 2010 (Branco)



Região: DOC Dão
Castas: Encruzado
Produtor: FTP Vinhos
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Frederico Gomes
Notas de Prova: Cor amarelo palha e nariz inicialmente marcado pela fruta tropical que aos poucos vai dando lugar a delicadas notas minerais e até alguma fruta cristalizada, na boca é um vinho correcto e equilibrado, que revela uma acidez agradável e um paladar frutado e cítrico, o final tem um comprimento e uma persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Outubro 2012

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Outubro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................15.5
• Data da Revista: Outubro 2011

Rótulo: -

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 30 de Julho de 2012

2294 - Perdigota Colheita 2008 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca
Produtor: Caves da Quinta do Pocinho, Unip. Lda
Preço: Entre 4€ e 7.5€
Álcool: 13%
Enólogo: José Carlos Dias
Notas de Prova: Cor rubi de relativa concentração e nariz superficialmente preenchido por aromas de frutos vermelhos e evidentes sugestões de especiarias, na boca é um vinho correcto e fácil, com taninos já polidos e estrutura mediana, onde o paladar continua frutado e especiado e o final de boca é curto de comprimento e denota uma persistência muito mediana.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Rótulo: As Caves do Pocinho situam-se na região Demarcada do Douro, na área vinhateira do Douro Superior. O Perdigota Colheita, é um vinho obtido de uvas seleccionadas das castas Touriga Nacional, Tinta Roriz e Touriga Franca, apresenta-se com uma cor rubi, aroma com frutos vermelhos e notas de especiarias. Na boca apresenta-se encorpado, macio e persistente. Aconselha-se beber a uma temperatura entre os 16 e 18º.

Etiquetas: , , , , , ,

domingo, 29 de Julho de 2012

2293 - Victorino 2009 (Tinto)



Região: Espanha
Castas: Tinta de Toro
Produtor: Familia Eguren - Bodega Teso La Monja, S.L.
Preço: Entre 25€ e 50€
Álcool: 14.5%
Enólogo: Marcos Eguren
Notas de Prova: Cor opaca no centro e auréola de tonalidade rubi/avioletada, o nariz revela elegantes e profundos aromas de fruta preta, nomeadamente cerejas, além de especiarias, café, caramelo e ainda evidentes notas de chocolate, num fundo dominado pela sua forte componente balsâmica e mineral, bem como por nobres mas subtis apontamentos de barrica, na boca é um vinho harmonioso, profundo e muito complexo, bem como encorpado e volumoso, conta com um paladar cheio, onde as notas de pimenta, a fruta negra e o chocolate, formam um conjunto sedutor, muito bem apoiado por um ligeiro toque mentolado e madeira de grande qualidade, o final de boca é longo, aveludado e de enorme persistência.

Classificação Pessoal: ......................................18
• Data da Prova: Janeiro 2014

Rótulo: Victorino es el homenaje a nuestro abuelo, una querencia irrenunciable a nuestros antepasados, hacia esta tierra y su uva Tinta de Toro, de exclusiva personalidad, que conjuga bravura, armonía y equilibrio.

Etiquetas: , , , , ,

sábado, 28 de Julho de 2012

2292 - Quinta do Côtto 2008 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão
Produtor: Montez Champalimaud, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Miguel Champalimaud
Notas de Prova: Cor avermelhada de média concentração e nariz repleto de notas florais e fruta vermelha madura, acompanhados por ligeiras notas fumadas e alguma barrica, na boca é um vinho equilibrado, correcto de delicado, a fruta continua bem presente, tal como ligeiras notas de especiaria, o final tem um comprimento e persistência mediano.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Outubro 2011

Rótulo: Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca, Sousão.

Etiquetas: , , , , , , ,

Prova de Vinhos Solar dos Lobos (Jun/2012)


No passado dia 29/06/2012, realizei uma Prova de dois Vinhos tintos do produtor Lobo da Silveira do Alentejo.

Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Lobo da Silveira pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Solar dos Lobos 2011 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Aragonez, Touriga Nacional, Castelão e Trincadeira
Produtor: Lobo da Silveira
Álcool: 14%
Enólogo: António Silveira e Susana Esteban
Nota de Prova: Cor rubi aberta de tonalidade avermelhada, o nariz revela agradáveis notas de fruta vermelha madura casada com delicadas nuances especiadas e um ligeiro floral, na boca é um vinho equilibrado, correcto e com uma estrutura mediana, conta com um paladar muito frutado e delicadamente floral, o final de boca tem um comprimento e persistência curtos/médios.
Classificação Pessoal: 15
Solar dos Lobos Colheita Seleccionada 2011 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas:
Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Syrah e Aragonez
Produtor: Lobo da Silveira
Álcool: 13.5%
Enólogo: António Silveira e Susana Esteban
Nota de Prova: Apresenta uma cor de tonalidade rubi e um nariz perfumado por notas de frutos vermelhos, um certo floral e ainda delicadas sugestões de barrica, na boca é um vinho interessante, equilibrado, com boa acidez e uma frescura atractiva, o paladar confirma a fruta vermelha e breves apontamentos especiados aliados a um leve toque apimentado, o final de boca tem um comprimento médio/alto e uma persistência saborosa.
Classificação Pessoal: 15.5

Etiquetas:

sexta-feira, 27 de Julho de 2012

2291 - Fernando Soares Franco 2007 (Tinto)


2291 - Fernano Soares Franco 2007 (Tinto)
Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Syrah, Trincadeira e Tannat
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, S.A.
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Domingos Soares Franco
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de média intensidade e concentração, o nariz revela notas de fruta vermelha madura, um certo apimentado e ainda uma leve sensação vegetal, num fundo mais tostado e ligeiramente achocolatado, na boca é um vinho sedutor, muito redondo e complexo, o paladar revela fruta preta aliada a evidentes nuances de especiarias e também alguma barrica, termina de uma forma prolongada e relativamente persistente.

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Revista: Outubro 2011

Rótulo: Enólogo: Domingos Soares Franco. Vinificação: Fermentado em lagar e barrica com "battonage". Estágio em barrica: 10 meses. Tipo de Madeira: 100% Carvalho novo francês. Castas: Trincadeira (48,3%), Syrah (43,3%), Tannat (8,4%). Vinha: Algeruz (solo arenoso). Engarrafado: Fev. 2009.

Etiquetas: , , , , , ,

quinta-feira, 26 de Julho de 2012

2290 - Fiúza Premium Chardonnay & Fernão Pires 2010 (Branco)


2290 - Fiúza Premium Chardonnay & Fernão Pires 2010 (Branco)
Região: Regional Tejo
Castas: Chardonnay e Fernão Pires
Produtor: Fiúza & Bright - Sociedade Vinícola, Lda
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Peter Bright
Notas de Prova: Apresenta uma cor amarela e um nariz perfumado por notas de fruta tropical madura, ligeiras sugestões cítricas e minerais mas também florais, num fundo mais tostado e especiado, na boca é um vinho equilibrado, com relativa estrutura e onde o paladar está dominado pelas notas tostadas e pela fruta madura, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma interessante persistência.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Novembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2011

Classificação Wine - Essência do Vinho: .............16
• Data da Revista: Dezembro 2011

Rótulo: Composição: Chardonnay e Fernão Pires. Estágio: Fermentação e estágio em barricas usadas e novas de carvalho durante 6 meses. Características: complexidade aromática ímpar, com aroma intenso de frutos citrinos e um toque de frutos exóticos em conjugação com um traço mineral, envolvido em notas tostadas. Paladar complexo com carácter e acidez firme envolvido num final mineral e longo. Temperatura ideal para consumo: 11ºC-13ºC. Gastronomia: Todo o tipo de peixes, mariscos e carnes brancas.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 25 de Julho de 2012

2289 - Barão de Vilar Grande Reserva 2008 (Tinto)



Região: DOC Douro
Castas: Vinhas Velhas, Touriga Nacional e Touriga Franca
Produtor: Barão de Vilar - Vinhos, S. A.
Preço: Entre 20€ e 25€
Álcool: 14%
Enólogo: Álvaro van Zeller
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa e concentrada, com um nariz agradavelmente preenchido por notas florais, aromas de fruta madura e especiarias, nomeadamente pimentas, bem como um leve toque tostado e fumado, na boca é um vinho com um volume e uma estrutura muito interessantes, conta com um paladar rico em fruta preta e notas de chocolate, além da presença da barrica, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência agradável.

Classificação Pessoal: ......................................17
• Data da Prova: Junho 2013

Rótulo: Este vinho foi vinificado na nova adega de Barão de Vilar, construída em 2008 em Santa Comba de Vilariça, no coração do Douro Superior. O lote foi elaborado a partir de uma selecção de uvas das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e castas de Vinhas Velhas. Posteriormente, estagiou em barrica durante 18 meses e uma temperatura inferior a 15º. Um Grande Reserva merecedor de reputação que a família Van Zeller granjeou ao longo de várias gerações. Enólogo: Álvaro van Zeller. Data de Engarrafamento: Outubro 2010. Servir: 16º - 18ºC.

Etiquetas: , , , , , ,

Jantar de Bloggers (Dez/2011)


No passado dia 15/12/2011, teve lugar mais um Jantar onde se juntaram alguns velhos amigos Bloggers de Vinho.

Durante o jantar estiveram presentes os seguintes Bloggers:
- Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos)
- João Pedro Carvalho (Blog Copo de 3)
- Rui Lourenço Pereira (Blog Art meets Bacchus)
- Miguel Pereira (Blog Pingamor).
O Evento realizou-se com a apresentação e degustação dos diversos vinhos (alguns em Prova Cega) que cada um teve a oportunidade de trazer consigo, sendo que na sua esmagadora maioria, foi o anfitrião do Evento o responsável pela sua selecção e apresentação.



Vinhos degustados durante o Jantar:

Areias Gordas Late Harvested Fernão Pires 2009 (Branco)

Região: DOC Tejo
Castas: Fernão Pires
Produtor: Sociedade Agrícola de Areias Gordas, Lda
Álcool: 13%
Enólogo: Tomaz Vieira da Cruz
Nota de Prova: Cor amarela intensa com forte tonalidade alaranjada, o nariz revela notas meladas, bem como delicadas sugestões de fruta madura e também cristalizada, na boca é um vinho meloso com uma doçura mediana e uma estrutura bem presente, conta com um final de boca médio, quer em termos de comprimento quer na persistência.
Classificação Pessoal: 15
Udaca Colheita 1994 (Tinto)

Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro Preto, Aragonez e Jaen
Produtor: UDACA - União das Adegas Cooperativas do Dão U.C.R.L.
Álcool: 12%
Enólogo: Carlos Costa
Nota de Prova: Cor granada de média intensidade e nariz dominado pelas notas de couro misturadas com um leve toque animal e madeira velha, na boca é um vinho já evoluído, com alguma fruta em passa e delicadas especiarias a marcarem um paladar simples e correcto, o final de boca tem um comprimento curto e uma persistência curta/média.
Classificação Pessoal: 14
Tinto da Ânfora 1991 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira, Aragonez, Castelão, Alicante Bouschet e Alfrocheiro
Produtor: Bacalhôa Vinhos de Portugal, S.A.
Álcool: 13.5%
Enólogo: Filipa Tomaz da Costa e Vasco Penha Garcia
Nota de Prova: Cor granada de intensidade média, o nariz revela notas de couro aliadas a alguma fruta em passa e também uma ligeira sensação de pimenta, denotando já uma evolução bem vincada, na boca melhora, mostrando-se um vinho com alguma fruta e frescura, bem como evidentes notas especiadas, o final de boca tem um comprimento e persistência muito medianos.
Classificação Pessoal: 14.5
CEVD 1999 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Produtor: Direcção Regional de Agricultura de Trás-os-Montes
Álcool: 13%
Enólogo: -
Nota de Prova: Cor rubi aberta e nariz marcado por delicadas notas apimentadas e alguma fruta em passa, num fundo rico em notas de couro e alguma madeira velha, na boca é um vinho correcto, com uma acidez equilibrada e uma estrutura mediana, o paladar revela fruta em passa e algumas especiarias e cogumelos, o final de boca tem um comprimento e persistência muito medianos.
Classificação Pessoal: 15
Murganheira Super Reserva Meio Seco 2005 (Espumante)

Região: DOC Távora Varosa
Castas: Cerceal e Malvasia Fina
Produtor: Sociedade Agrícola e Comercial do Varosa, S.A.
Álcool: 12%
Enólogo: Orlando Lourenço
Nota de Prova: Cor citrina e nariz fresco e perfumado por aromas cítricos, acompanhados por uma ligeira sensação torrada e um leve biscoito, na boca é um vinho elegante, com boa acidez e uma frescura bem presente, conta com um paladar suave e atractivo, além de frutado, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma interessante persistência.
Classificação Pessoal: 16
Quinta do Infantado 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e outras
Produtor: Quinta do Infantado, Vinhos do Produtor, Lda
Álcool: 13.5%
Enólogo: Luis Soares Duarte e Fátima Ribas
Nota de Prova: Cor carregada no centro e auréola de forte tonalidade granada, o nariz revela imensas e atractivas notas de fruta preta misturadas com delicadas sugestões de especiarias e alguma tosta, na boca é um vinho ainda com um volume capaz de impressionar e uns taninos bem redondos, o paladar está bem marcado pelas notas de frutos negros acompanhadas por uma delicada sensação de barrica, terminando com um final de boca relativamente prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 16.5
840 - Quinta do Infantado 2004 (Tinto)
Torre do Frade Reserva 2004 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Trincadeira, Alicante Bouschet e Aragonês
Produtor: Sociedade Agrícola da Herdade da Torre de Curvo, Lda
Álcool: 15%
Enólogo: Paulo Laureano
Nota de Prova: Cor rubi intensa e nariz agradavelmente preenchido por notas de fruta preta, muita compota e alguma barrica, num fundo mais especiado, onde se destacam as notas de pimenta, na boca é um vinho equilibrado, de volume médio e um paladar frutado e especiado, conta com uns taninos firmes e sobressai um leve toque de álcool, que acaba por marcar um pouco o conjunto, o final de boca é relativamente prolongado e apresenta uma persistência média.
Classificação Pessoal: 16
Icon D'Azamor 2004 (Tinto)

Região: Regional Alentejo
Castas: Syrah, Alicante Bouschet e Touriga Franca
Produtor: Azamor Wines
Álcool: 14%
Enólogo: David Baverstock e Alison Luiz Gomes
Nota de Prova: Apresenta uma cor carregada e um nariz bem preenchido por notas de fruta preta, diversas especiarias e um ligeiro mentolado que confere uma agradável frescura ao conjunto, num fundo mais frutado, tostado e até achocolatado, na boca é um vinho volumoso, harmonioso e com taninos firmes, o paladar revela, além dos frutos negros, delicadas sugestões de barrica e um leve toque vegetal seco, terminando prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17
Icon D'Azamor 2004 (Tinto)
VT 2004 (Tinto)

Região: DOC Douro
Castas: Touriga Nacional e Vinhas Velhas
Produtor: Quinta da Foz - PV
Álcool: 13.5%
Enólogo: Cristiano Vanzeller, Jorge Serôdio Borges e José Maria Cálem
Nota de Prova: Cor opaca no centro e auréola de tonalidade rubi, o nariz revela imensas notas de fruta preta, alguma compota e delicadas notas de especiarias, nomeadamente pimenta, misturadas com um delicado toque vegetal seco e envolventes sugestões de barrica, na boca é um vinho estruturado, intenso e ligeiramente alcoólico, o paladar revela fruta preta e tosta, aliadas a delicadas sensações especiadas, conta com uns taninos sólidos e um final de boca de comprimento médio/longo e persistência expressiva.
Classificação Pessoal: 17
Quinta Sardonia 2004 (Tinto)

Região: Espanha
Castas: Tinto Fino, Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah, Cabernet Franc, Malbec e Petit Verdot
Produtor: Viñas de La Veja del Duero
Álcool: 15%
Enólogo: Peter Sisseck
Nota de Prova: Cor rubi intensa no centro e delicada auréola de tonalidade avermelhada, o nariz revela elegantes notas de fruta vermelha combinadas com delicadas sugestões apimentadas, um certo vegetal e ainda um delicado toque balsâmico e de café, na boca é um vinho profundo, complexo e harmonioso, com taninos presentes mas já bem integrados num paladar rico em notas de fruta preta, pimenta, chocolate e alguma barrica, tudo muito elegante e envolvente, o final de boca é bastante prolongado e de enorme persistência.
Classificação Pessoal: 18
Venâncio Costa Lima 2008 (Moscatel)

Região: DOC Moscatel de Setúbal
Castas: Moscatel
Produtor: Venâncio da Costa Lima, Sucursal, Lda
Álcool: 17%
Enólogo: Fausto Lourenço
Nota de Prova: Apresenta uma cor âmbar de tonalidade atijolada e um nariz perfumado por aromas de laranja cristalizada, acompanhada por delicadas notas de mel e frutos secos, na boca é um vinho correcto, com uma acidez mediana e um toque alcoólico ligeiramente desconfortável, o paladar confirma a fruta cristalizada, bem como delicadas notas meladas, o final de boca tem um comprimento curto e uma persistência média.
Classificação Pessoal: 14
Malo 2007 (Moscatel)

Região: DOC Moscatel de Setúbal
Castas: Moscatel
Produtor: Malo Tojo Estates, Lda
Álcool: 18%
Enólogo: Nuno Cancela de Abreu
Nota de Prova: Cor âmbar e nariz fresco e frutado, onde se destacam as notas de laranja cristalizada e um delicado toque melado, na boca revela-se um vinho delicado, harmonioso e com uma acidez interessante, a fruta e as notas meladas dominam o paladar e o final de boca é relativamente prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 15
Alambre 2007 (Moscatel)

Região: DOC Moscatel de Setúbal
Castas: Moscatel
Produtor: José Maria da Fonseca Vinhos, S.A.
Álcool: 17.5%
Enólogo: Domingos Soares Franco
Nota de Prova: Cor âmbar com delicados reflexos de tonalidade laranja intensa, no nariz destacam-se os aromas melados, bem como delicadas notas de flor de laranjeira e suaves sugestões de fruta tropical, secundadas por um ligeiro toque caramelizado, na boca é um vinho fresco, atractivo, relativamente untuoso e fresco, o paladar continua muito frutado, terminando com um final de boca de comprimento médio e persistência relativamente expressiva.
Classificação Pessoal: 16
Dalva Colheita 1967 (Porto)

Região: Douro
Castas: Várias
Produtor: C. da Silva (Vinhos) SA
Álcool: 20%
Enólogo: José Manuel Soares
Nota de Prova: Apresenta uma cor âmbar. muito típica e bonita, o nariz revela uma bela panóplia de aromas, desde as notas de frutos secos, principalmente avelãs, passando pelos figos, por um leve toque de caramelo e até citrinos, num fundo delicadamente tostado e melado, na boca é um vinho envolvente, elegante e complexo, revela um paladar mais especiado e a barrica revela uma agradável integração com as notas de frutos secos, é também notório o equilíbrio acidez/doçura, terminando com um final de boca prolongado e persistente.
Classificação Pessoal: 17.5

Etiquetas:

terça-feira, 24 de Julho de 2012

2288 - Casa da Passarela Vinhas Velhas 2008 (Tinto)


2288 - Casa da Passarela Vinhas Velhas 2008 (Tinto)
Região: DOC Dão
Castas: Vinhas Velhas
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi de média concentração e um nariz bem preenchido por notas de fruta vermelha madura acompanhadas por sugestivos aromas de resina e especiarias, na boca é um vinho elegante, delicado e equilibrado, conta com um volume e uma estrutura acima da média e taninos firmes, o paladar é dominado pela fruta e pelas notas florais aliadas a subtis nuances de barrica e até um leve toque de vegetal seco, termina com um comprimento e uma persistência médios/longos.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Maio 2013

Classificação Pessoal: ......................................16.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Agosto 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Maio 2011

Rótulo: A Casa da Passarela nasceu no séc. XIX, desde então, e ao longo de gerações são produzidos aqui os mais afamados vinhos do Dão. Localizada no sopé da Serra da Estrela é constituída por sete vinhas de onde nascem vinhos de carácter singular, que personificam o "terroir" único de cada vinha. A partir de uma vinha velha caracterizada por um grande conjunto de castas autóctones, e tirando partido dessa heterogeneidade de castas, que com o passar das décadas adquiriram o equilíbrio natural, nasce assim este vinho marcado pela elegância e singularidade.

Etiquetas: , , , ,

segunda-feira, 23 de Julho de 2012

2287 - Casa da Passarela 2008 (Tinto)


2287 - Casa da Passarela 2008 (Tinto)
Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Jaen e Tinta Roriz
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz preenchido por agradáveis e frescas notas florais e fruta vermelha, misturadas com delicadas sugestões de especiarias e também um certo vegetal, na boca é um vinho equilibrado, redondo e frutado, com taninos polidos e final de boca mediano, em termos de comprimento e persistência.

Classificação Pessoal: ......................................14.5
• Data da Prova: Janeiro 2012

Rótulo: A Casa da Passarela nasceu no séc. XIX, desde então, e ao longo de gerações são produzidos aqui os mais afamados vinhos do Dão. Localizada no sopé da Serra da Estrela é constituída por sete vinhas de onde nascem vinhos de carácter singular, que personificam o "terroir" único de cada vinha. Este vinho nasce de um rigoroso trabalho de viticultura e o respeito na adega por esse dedicado trabalho, elaborado a partir de uvas das castas Touriga-Nacional, Alfrocheiro, Jaen e Tinta-Roriz, colhidas no estado ideal de maturação.

Etiquetas: , , , , , , ,

domingo, 22 de Julho de 2012

2286 - Casa da Passarela 2010 (Rosé)


2286 - Casa da Passarela 2010 (Rosé)
Região: DOC Dão
Castas: Tinta Roriz e Touriga Nacional
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Notas de Prova: Cor vermelho vivo e nariz fresco e equilibrado, onde a fruta vermelha e a groselha se destacam num conjunto simples e fresco, na boca é um vinho correcto, de fácil prova e onde o paladar revela agradáveis notas de fruta vermelha, o final de boca, além de ligeiramente gaseificado, termina com um comprimento e persistência pouco expressivos.

Classificação Pessoal: ......................................14
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................14
• Data da Revista: Setembro 2011

Rótulo: A Casa da Passarela nasceu no séc. XIX, desde então, e ao longo de gerações são produzidos aqui os mais afamados vinhos do Dão. Localizada no sopé da Serra da Estrela é constituída por sete vinhas de onde nascem vinhos de carácter singular, que personificam o "terroir" único de cada vinha. A vindima foi feita de acordo com o estado de maturação ideal para este perfil de vinho. Vinificação com maceração pelicular e controlo de temperatura. Elaborado a partir das castas Tinta Roriz e Touriga-Nacional. Apresenta-se elegante e fresco.

Etiquetas: , , , , ,

Prova de Vinhos da Quinta da Lixa (Jun/2012)


No passado dia 30/06/2012, realizei uma Prova de alguns vinhos do produtor Quinta da Lixa da região dos Vinhos Verdes.
Esta prova foi efectuada com a degustação de 4 vinhos, 3 brancos e 1 rosé.


Gostaria de deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Produtor Quinta da Lixa - Sociedade Agrícola, Lda pelo interesse demonstrado em divulgar os seus vinhos no Blog Os Vinhos.

Quinta da Lixa 2011 (Branco)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Trajadura e Loureiro
Produtor: Quinta da Lixa - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 11.5%
Enólogo: Carlos Teixeira
Nota de Prova: Cor citrina pálida e nariz agradavelmente fresco, preenchido por notas florais e sugestivas nuances cítricas acompanhadas por um delicado toque de maçã verde, na boca é um vinho agradável, correcto e com uma acidez mediana, no paladar destacam-se novamente os citrinos e alguma fruta fresca, terminando com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 15
Aromas das Castas Alvarinho & Trajadura 2011 (Branco)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Alvarinho e Trajadura
Produtor: Quinta da Lixa - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Carlos Teixeira
Nota de Prova: Cor amarela e nariz rico em notas de fruta tropical madura, pêra e ainda uma leve sensação floral, na boca é um vinho leve e muito fresco, que apresenta uma acidez agradável e um paladar marcado pelas sugestões cítricas e também alguma fruta, o final de boca tem um comprimento e persistência medianos.
Classificação Pessoal: 15.5
Pouco Comum Alvarinho 2011 (Branco)

Região: Regional Vinhos Verdes
Castas:
Alvarinho
Produtor: Quinta da Lixa - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 12.5%
Enólogo: Carlos Teixeira
Nota de Prova: Cor citrina brilhante e nariz agradavelmente floral, acompanhado por delicadas sugestões citrinas e fruta tropical, na boca é um vinho leve, muito fresco e com boa acidez, o paladar revela evidentes notas cítricas bem integradas com a fruta tropical, o final de boca tem um comprimento médio/prolongado e uma persistência relativamente expressiva.
Classificação Pessoal: 15.5
Terras do Minho Touriga Nacional 2011 (Rosé)

Região: DOC Vinhos Verdes
Castas:
Touriga Nacional
Produtor: Quinta da Lixa - Sociedade Agrícola, Lda
Álcool: 11%
Enólogo: Carlos Teixeira
Nota de Prova: Apresenta uma forte cor vermelha e um nariz rico em notas de fruta vernmelha, nomeadamente morangos, aliados a breves sugestões florais, na boca é um vinho correcto, delicado e fresco, com a fruta vermelha e leves notas vegetais a formarem um paladar agradável, termina algo seco e com um comprimento e persistência médios.
Classificação Pessoal: 14.5

Etiquetas:

sábado, 21 de Julho de 2012

2285 - Casa da Passarela Colheita Seleccionada 2008 (Tinto)


2285 - Casa da Passarela Colheita Seleccionada 2008 (Tinto)
Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro e Jaen
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Preço: Entre 2€ e 4€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi no centro e uma auréola avermelhada, o nariz revela agradáveis sugestões de fruta vermelha apoiadas em delicadas notas florais e alguma groselha, na boca é um vinho correcto, equilibrado e com boa dose de fruta, notando-se até alguma doçura da mesma, apoiada em delicadas nuances florais, o final de boca tem um comprimento curto/médio e uma persistência medianamente expressiva.

Classificação Pessoal: ......................................15
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................14
• Data da Revista: Agosto 2011

Rótulo: A Casa da Passarela nasceu no séc. XIX, desde então, e ao longo de gerações são produzidos aqui os mais afamados vinhos do Dão. Localizada no sopé da Serra da Estrela é constituída por sete vinhas de onde nascem vinhos de carácter singular, que personificam o "terroir" único de cada vinha. Este vinho nasce de um rigoroso trabalho de viticultura, no qual, foram seleccionadas as uvas provenientes de três vinhas compostas pelas castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro e Jaen, essas uvas foram colhidas no estado ideal de maturação transmitindo assim toda a complexidade e elegância a este vinho.

Etiquetas: , , , , , , ,

2284 - Casa da Passarela Reserva 2008 (Tinto)


2284 - Casa da Passarela Reserva 2008 (Tinto)
Região: DOC Dão
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro e Jaen
Produtor: O Abrigo da Passarela, Lda
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Paulo Nunes
Notas de Prova: Apresenta uma cor rubi intensa no centro e uma auréola de fino recorte violáceo, o nariz esbanja aromas de notas florais apoiadas em suaves sugestões de fruta vermelha madura e ainda um leve toque especiado, na boca é um vinho fresco e agradável, de volume e estrutura médios e paladar muito frutado e floral, notando-se ainda subtis notas de barrica e um ligeiro vegetal, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência ligeiramente acima da média.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Janeiro 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Junho 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Dezembro 2011

Rótulo: A Casa da Passarela nasceu no séc. XIX, desde então, e ao longo de gerações são produzidos aqui os mais afamados vinhos do Dão. Localizada no sopé da Serra da Estrela é constituída por sete vinhas de onde nascem vinhos de carácter singular, que personificam o "terroir" único de cada vinha. Este vinho tem como base a selecção de duas vinhas únicas, as uvas foram colhidas com todo o cuidado no estado ideal de maturação. Sendo o encepamento destas duas vinhas constituído por três castas: Touriga-Nacional, Alfrocheiro e Jaen. É este blend de castas que ajuda a caracterizar toda a complexidade presente neste vinho.

Etiquetas: , , , , , ,

sexta-feira, 20 de Julho de 2012

2283 - Lindeman's Reserve Merlot 2009 (Tinto)



Região: Austrália
Castas: Merlot
Produtor: Lindeman's
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13%
Enólogo: Wayne Falkenberg, Paul Milton e Brett Sharpe
Notas de Prova: Cor rubi carregada e nariz inicialmente muito marcado por uma mensa componente apimentada que lentamente vai dando lugar a notas vegetais, florais e também alguma fruta madura, na boca é um vinho muito equilibrado, com bom volume e acidez bem presente, revela um paladar rico em notas de fruta preta, algumas especiarias e também um certo apimentado, o final de boca tem um comprimento médio e uma persistência muito interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Outubro 2011

Rótulo: Our Reserve Merlot showcases typical varietal and regional characteristics from one of Australia's newest regions, Robe. Founded by Henry Lindeman in 1843, Lindeman's has consistently crafted award-winning wines. Wine Style: Deep red colour with sweet dark cherry and backberry fruit flavours with fine tannins and a long finish. Region: The region of Robe, with its cool maritime climate and slow ripening conditions, produces well structured Merlot. Food Match: Enjot with roasted meat, rich pasta dishes or hearty winter soups.

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 19 de Julho de 2012

2282 - Lindeman's Reserve Chardonnay 2009 (Branco)



Região: Austrália
Castas: Chardonnay
Produtor: Lindeman's
Preço: Entre 7.5€ e 10€
Álcool: 13.5%
Enólogo: Wayne Falkenberg, Hayden Donohue e Brett Sharpe
Notas de Prova: Cor amarela de leve tonalidade esverdeada, o nariz revela aromas florais, acompanhados de leves sugestões tropicais e algo citrinas, na boca é um vinho fresco, de estrutura mediana e fruta bem presente no paladar, tal como subtis notas tostadas e algo limonadas, o final de boca tem um comprimento e persistência medianos.

Classificação Pessoal: ......................................15.5
• Data da Prova: Outubro 2011

Rótulo: Founded by Dr Henry Lindeman in 1843, Lindemans has consistently crafted award-winning wines. Reserve wines showcase typical varietal characters from Australia's best wine regions. Screwcaps are used to guarantee freshness. Wine Style: Lifted tropical fruit and citrus blossom aromas with lively fresh peach and melon flavours, even texture and a long finish. Region: The South Australian region of Padthaway, with warm days and cooler nights, produces a well structured Chardonnay. Food Match: Enjot with succulent roast chicken or fresh, grilled seafood.

Etiquetas: , , , , ,

quarta-feira, 18 de Julho de 2012

2281 - Manz Contador de Estórias 2009 (Tinto)


2281 - Manz Contador de Estórias 2009 (Tinto)
Região: Regional Península de Setúbal
Castas: Touriga Nacional, Syrah e Petit Verdot
Produtor: ManzWine
Preço: Entre 10€ e 12.5€
Álcool: 14%
Enólogo: Ricardo Noronha
Notas de Prova: Cor rubi de média intensidade e nariz elegante e frutado, onde as notas florais, especiadas e também vegetais, formam um conjunto vivo e muito curioso, na boca surpreende pela estrutura que apresenta, pela garra dos taninos e pela intensidade apresentada no paladar, tudo graças à envolvência entre a fruta vermelha e as notas de barrica, com destaque para a baunilha, o final de boca tem um comprimento médio/longo e uma persistência bem interessante.

Classificação Pessoal: ......................................16
• Data da Prova: Novembro 2011

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16.5
• Data da Revista: Maio 2012

Classificação Revista dos Vinhos: ......................16
• Data da Revista: Outubro 2011Rótulo: -

Etiquetas: , , , , , ,

Apresentação dos Novos Vinhos de João Portugal Ramos - Parte I (Mai/2012)


No passado dia 26/05/2012 fui convidado por João Portugal Ramos para visitar a sua Adega em Estremoz e conhecer algumas das novas colheitas dos vinhos alentejanos que pertencem ao seu portfólio.

Na 1ª parte deste Evento teve lugar a Grande Prova de Vinhos de João Portugal Ramos, através da apresentação de 12 vinhos, 3 brancos e 9 tintos.

Prova comentada pelo próprio João Portugal Ramos.